Serviços de Saúde: 2 casos de infecção colectiva de gripe, excluída a possibilidade de infecção de COVID-19


Os Serviços de Saúde foram notificados, quinta-feira (9 de Julho), para a detecção de 2 casos de infecção colectiva de gripe.

O 1.º caso foi diagnosticado, na turma B do 2.º ano da Escola Pui Tou (Sucursal da Praia Grande), situado na Avenida da Praia Grande, tendo sido infectados oito (8) alunos, cinco do sexo masculino, três do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 7 e os 8 anos de idade.

O 2.º caso foi diagnosticado, em três (3) utentes e uma (1) funcionária da Sala A da “Fonte da Esperança” situada na Rua do Regedor, Edf. Chun Fok Village, Taipa, sendo todos os infectados do sexo feminino e com idades compreendidas entre os 5 e os 59 anos.

Desde os dias 4, e 6 de Julho respectivamente, os utentes destes locais manifestaram sintomas de infecção do trato respiratório superior como febre, tosse e dores na garanta, entre outros. Alguns doentes infectados foram submetidos a tratamento em instituições de saúde. Não foi registado nenhum caso grave ou de internamento. Dos alunos que manifestaram a indisposição, não houve os alunos transfronteiriços.

Os Serviços de Saúde realizaram a colheita de amostras do sistema respiratório para análises laboratoriais. Após a realização de teste, foi excluída a infecção de COVID-19.

As escolas e um lar já aplicaram medidas de controlo, como o reforço na desinfecção, limpeza e manutenção da ventilação de ar no interior das instalações, assim como o cumprimento rigoroso da norma do isolamento dos utentes e doentes.

Em geral, o pico da gripe decorre anualmente dos meses de Janeiro a Março em Macau, e ainda existe outro pequeno pico de Junho a Agosto. Após a vacinação contra gripe, geralmente leva de 2 a 3 semanas para produzir anticorpos suficientes para obter efeito de protecção. O facto de alguns grupos de alto risco, tais como crianças, idosos, mulheres grávidas e doentes crónicos estarem mais vulneráveis a complicações se contraírem a gripe, os Serviços de Saúde apelam a que estes recorram o mais rápido possível à vacinação antes do pico da gripe anual.

Os Serviços de Saúde pretendem sensibilizar os residentes que a adopção das medidas de prevenção que se seguem poderá diminuir a infecção da gripe e de outras doenças do tracto respiratório superior:

1. Vacinar-se anualmente contra a gripe sazonal;

2. Assegurar que todos os membros do agregado familiar têm um sono adequado, uma alimentação equilibrada e uma prática frequente de desporto;

3. Manter o hábito de uma boa higiene pessoal e lavar frequentemente as mãos;

4. Cobrir a boca e o nariz quando espirrar ou tossir, bem como manusear cautelosamente as secreções orais e nasais expelidas com um lenço de papel e deitá-lo num caixote de lixo com tampa e depois limpar imediatamente as mãos;

5. Manter uma boa ventilação de ar e uma boa higiene ambiental;

6. Evitar deslocar aos lugares densamente povoados;

7. Usar máscara no caso de ter sintomas de gripe, de necessitar de cuidar de doentes ou de recorrer a um hospital ou clínica;

8. Em caso de indisposição, recorrer de imediato a um médico e permaneça em casa para descanso.

Para informações detalhadas, os interessados podem consultar o sítio electrónico dos Serviços de Saúde (https://www.ssm.gov.mo/csr) ou ligar para a linha aberta de informações dos Serviços de Saúde (28 700 800).



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar