Vagas para teste de ácido nucleico esgotadas – Novas vagas serão abertas por fases


De acordo com a política de passagem de postos fronteiriços anunciada pelo Governo da Cidade de Zhuhai, a partir das 06:00 do dia 15 de Julho, a Província de Cantão (Guangdong) não irá aplicar a observação médica de isolamento centralizado de 14 dias aos indivíduos que entrem na Província de Cantão (Guangdong) através dos Posto Fronteiriços de Macau.

Devido à enorme afluência de residentes que tentou marcar e efectuar o teste de ácido nucleico, terça-feira ( dia 14 de Julho), de manhã, as vagas disponíveis foram imediatamente preenchidas num curto espaço de tempo. Por esta razão os serviços de marcação do teste de ácido nucleico foram suspensos. A reabertura de funcionamento da plataforma será anunciada posteriormente.

Actualmente, a capacidade máxima diária de realização de número de testes de ácido nucleico em Macau é de 16.000 pessoas. Por dia são, efectivamente, realizados entre 4.000 a 6.000 testes. Considerando que os residentes necessitam de aprender e adoptar as novas medidas de transferência entre o Código de Saúde de Macau e o Código de Saúde da Província de Cantão(Guangdong) e com o intuito de evitar a aglomeração de pessoas no Posto Fronteiriço entre Macau e a Província de Cantão (Guangdong) e consequentemente o aumento de risco de transmissão de doenças, os Serviços de Saúde, mantêm disponíveis temporariamente, apenas, 5.000 vagas diárias. Depois dos residentes estarem familiarizados com os procedimentos de transferência entre os códigos de saúde, as respectivas vagas serão progressivamente aumentadas.

O Centro de Coordenação de Contingência informa que o sistema de transferência de códigos de saúde agora implementado é diferente dos sistemas de entrada e saída existentes até agora. Os residentes precisam de tempo para se adaptar, daí que este faseamento da abertura de vagas dos testes é uma medida necessária, pelo que se pede a compreensão dos residentes.

Existindo esta limitação temporária o Centro de Coordenação de Contingência apela aos residentes que não tenham necessidades urgentes de deslocação que, nesta fase, não saiam de Macau, dando prioridade a quem realmente necessita de se deslocar. Evita-se assim, também, desnecessárias aglomerações de pessoas e riscos inerentes para a saúde pública.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar