Reunião Plenária Ordinária do Conselho do Património Cultural

Reunião Plenária Ordinária do Conselho do Património Cultural

Realizou-se, no dia 28 de Julho, a Reunião Plenária Ordinária do Conselho do Património Cultural, presidida pela presidente do Instituto Cultural (IC), Mok Ian Ian, em representação da Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Presidente do Conselho do Património Cultural. A ordem de trabalhos da reunião incluiu a apresentação dos principais trabalhos em relação ao património cultural recentemente realizados pelo IC que contam com o planeamento do Pátio da Eterna Felicidade, o restauro da parede leste da Fortaleza do Monte e a reparação e revitalização da Povoação de Nossa Senhora de Ká-Hó, assim como a consulta dos membros do Conselho sobre o exercício do direito de preferência relativamente a bens imóveis classificados. A fim de permitir que os membros do Conselho tenham uma compreensão mais profunda do conteúdo da reunião, o IC organizou, recentemente, uma visita de estudo à parede leste da Fortaleza do Monte e ao Pátio da Eterna Felicidade para os membros conhecerem a situação real e os resultados de recuperação no local.

Na abertura da reunião, Mok Ian Ian referiu que o restauro e revitalização dos edifícios do património cultural é a linha de trabalho definida pelo Governo da RAEM e também é um trabalho diário importante do IC. No futuro, irá intensificar os seus esforços e requisitos para rever os trabalhos e ouvir as opiniões dos membros. Tendo em vista a protecção efectiva dos edifícios de património cultural e a promoção do aproveitamento dos espaços de antigas construções, o IC continua a realizar vários trabalhos de restauro e revitalização, incluindo a reparação das paredes da Fortaleza do Monte, em etapas, tendo concluído a primeira fase de restauro da parede do lado oriental. Durante a recuperação, foram realizadas palestras temáticas e workshops sobre a experiência de reparação, promovendo o trabalho de restauro. Além disso, foi instalado um painel de informações no local para aumentar a compreensão do público sobre os trabalhos de restauro. O IC irá, de acordo com a sua experiência na reparação, proceder, de forma faseada, ao restauro das paredes a sul e a oeste.

Por outro lado, o IC apresentou ao Conselho o restauro e revitalização do Pátio da Eterna Felicidade. Depois de receber o Pátio da Eterna Felicidade em Junho de 2019, foram realizadas a limpeza e remoção de detritos e a inspecção estrutural dos edifícios, tendo verificado que a maioria das vigas de madeira dos edifícios foi danificada por cupins em diferentes níveis, verificado também a inclinação e deformações nas paredes exteriores. Havendo algumas plataformas que estão num estado de caída devido à erosão do solo e rachas nas paredes de alguns edifícios, assim como estruturas internas em ruínas, o IC implementou, de imediato, obras de reforço e eliminação de riscos, a fim de garantir a segurança. Em simultâneo, o IC convidou uma equipa profissional para proceder ao estudo e planeamento geral do Pátio. Os membros do Conselho concordaram com os trabalhos de reparação, emitindo pareceres sobre o aproveitamento do espaço e o planeamento do bairro do Pátio da Eterna Felicidade e esperando ainda que, através da revitalização do espaço de vida tradicional em pátios da população, sejam proporcionados aos residentes e turistas espaços de experiência cultural.

O IC apresentou também aos membros os trabalhos de restauro e revitalização da Povoação de Nossa Senhora de Ká-Hó (antigo lar de leprosos de Ká-Hó), incluindo cinco casas concluídas em 1930 e um centro de actividades que era antes uma igreja. O IC está a executar planos de activação e utilização de forma ordenada, tendo completado, actualmente, as obras de estrutura e de restauro da aparência de cinco casas. Estão em curso trabalhos de reordenamento em espaços abertos. Irão também ser recuperadas as cenas de vida dos doentes leprosos no passado em relação a uma das casas. Em simultâneo, em colaboração com o Instituto de Acção Social, está previsto o planeamento de um espaço de exibição de artesanato e de um espaço de refeições simples relativamente a algumas das casas. O antigo centro de actividades, cujas obras de restauro estrutural já foram concluídas, vai ser planeado como sala polivalente, sala de exposições da história da Povoação de Nossa Senhora de Ká-Hó e espaço logístico.

A reunião contou com a participação da representante do Gabinete do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Lam Wan Nei; da Vice-Presidente do Instituto Cultural em representação do mesmo, Leong Wai Man; da representante da Direcção dos Serviços de Assuntos de Justiça, Leung Mei Leng; do representante da Directora da Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes, Mak Tat Io; do representante do Presidente do Conselho de Administração do IAM, Wong Kei Lok; e dos membros do Conselho do Património Cultural de Macau, Li Jiazeng, Lee Hay Ip, Leong Chong In, Ip Tat, Choi Tin Tin, Jiang Chun, Lam Iek Chit, Manuel Iok Pui Ferreira, Wu Chou Kit, Mok Chi Wai e Tam Chi Kuong. Estiveram ainda presentes na reunião a assessora do Gabinete do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Lo Hou Chi; o Chefe do Departamento do Património Cultural do IC, Choi Kin Long; o Chefe da Divisão de Estudos e Planeamento do IC, Sou Kin Meng; o Chefe da Divisão de Salvaguarda do Património Cultural do IC, Ho Cheok Fong; a técnica superior assessora principal do IC, Choi Cheng Cheng.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar