Explicado o processo de Teste por amostras misturadas com resultado de falso positivo e o mecanismo de verificação – 162 dias consecutivos sem casos de COVID-19 em Macau

Conferência de imprensa regular realizada pelo Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus

A Dr.ª Leong Iek Hou fez nota que, até ao dia 7 de Setembro, por 162 dias consecutivos não são registados na comunidade casos de transmissão da COVID-19 (incluindo indivíduos infectados assimptomáticos). Já passaram 73 dias sem diagnóstico de casos importados. Macau diagnosticou, até à data, quarenta e seis (46) casos, dos quais, quarenta e quatro (44) são casos importados e só dois (2) são relativos a casos importados. Quarenta e seis (46) pessoas tiveram alta. Não há registo de qualquer infecção entre os profissionais de saúde nem casos mortais. Todos os doentes recuperados concluíram o isolamento do período de convalescença, não há nenhum caso de contacto próximo em observação médica. Do dia 3 de Setembro ao dia 6 de Setembro, foram realizados 33.029 testes de ácido nucleico do novo tipo de coronavírus em Macau.

Relativamente à observação médica, mais de 351 indivíduos foram submetidos a observação médica entre o dia 3 de Setembro e o dia 6 de Setembro. No total, até ao dia 6 de Setembro, foram enviados para a observação médica 13.239 indivíduos. Há, ainda, 1.171 indivíduos em observação médica em hotéis designados.

Relativamente à aquisição de vacinas, a Dr.a Leong Iek Hou disse que os Serviços de Saúde participaram no plano global de aquisição colectiva promovido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e Aliança Global para Vacinas e Imunização (GAVI), ou seja, o Governo da RAEM expressou vontade de comprar e participar e agora está a aguardar a notificação destas organizações. Por sua vez, os Serviços de Saúde também acompanharão a situação das aquisições. Além disso, o Governo da RAEM também contactou vários fabricantes que possuem vacinas que entraram na terceira fase dos ensaios clínicos e está a discutir as formas de aquisição incluindo a compreensão do mecanismo de desenvolvimento da vacina e tempo de entrega, etc.. caso haja informações elas serão oportunamente anunciadas.

Ao mesmo tempo, o Governo da RAEM espera comprar quantidades suficientes de vacinas para todos os residentes de Macau, mas espera que os residentes entendam que o desenvolvimento da vacina ainda está inacabado. Mesmo que seja concluído o desenvolvimento das novas vacinas, o fornecimento global será constrangido. A Organização Mundial de Saúde também mencionou na sexta-feira passada que o primeiro lote de vacinas será fornecido a grupos de alto risco e pessoal da linha de frente. Mesmo que o Governo da RAEM compre a vacina, acredita-se que as vacinas cheguem a Macau em lotes.

Quanto aos resultados positivos iniciais do teste ácido nucleico realizado através da metodologia de amostras misturadas, a Dr.a Leong Iek Hou explicou que, actualmente, todos os pacientes com suspeita de febre ou sintomas do trato respiratório, que recorram ao hospital, são testados através de um processo de amostra única. Por sua vez, as pessoas sujeitas a teste no Posto Fronteiriço do Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa situado na ZonadeAterrosde PacOn ou no Fórum de Macau, para obter resultados de ácido nucleico e passar na fronteira, o sistema de detecção usado é o de amostras misturadas. O teste por amostras misturadas pode ser misturado com 5 amostras em 1 amostra ou com 10 amostras em 1 amostra, o que depende dos materiais de amostragem ou dos reagentes de detecção correspondentes.

Relativamente à preocupação dos cidadãos sobre a reação positiva de resultado do teste preliminar de amostras, a Dr.ª Leong Iek Hou respondeu que os cidadãos não necessitam de estar preocupados pois as reações são detectadas em testes preliminares. Deve ser entendido que todos os testes não têm a precisão de 100%, e é possível que haja falsas reacção positivas em alguns testes, devido a especificidade diferente em cada reagente, a sua probabilidade de ocorrência de falsa reacção positiva é diferente. Existem as orientações sobre a ocorrência de reacção positiva do resultado preliminar na amostra, e o mecanismo para a nova realização de teste. Caso haja uma reacção positiva no resultado preliminar no teste realizado por terceiros, a amostra irá ser enviada ao Laboratório de Saúde Pública para a nova realização de teste. Ao mesmo tempo, irão ser contactados todos os indivíduos das amostras misturadas para a nova colheita de amostra e nova realização de amostra única, de modo a assegurar a reacção negativa do resultado de todas as amostras.

Sobre a cobrança de despesas aos pacientes diagnosticados que não são residentes de Macau, a Dr.ª Leong Iek Hou apontou que, no segundo surto de epidemia, a maioria de 36 pacientes diagnosticados era residente de Macau e os casos dos não residentes que ainda não pagaram os custos no primeiro surto de epidemia foram enviados à Direcção dos Serviços de Finanças para acompanhamento.

O Chefe do Departamento de Ensino da DSEJ, Dr. Wong Ka Ki, anunciou os arranjos de frequência de escola para as criançascomidade inferiora 3anos, e de marcação de realização de ácido nucleico de estudantes transfronteiriços(veroutro comunicado).

A Chefe da divisão da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.a Lau Fong Chi reportou o número de pessoas em observação médica em hotéis designados, e acrescentou a cobrança dos custos para a observação médica nos hotéis específicos aos residentes de Macau a partir do dia 1 de Setembro.

O Chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Dr. Lei Tak Fai, relatou a actual situação da cidade e a situação de entradas e saídas de Macau, entre outros, respondendo-se ainda as referidas perguntas levantadas pelos jornalistas.

Estiveram presentes na conferência de imprensa o Chefe do Departamento de Ensino da DSEJ, Dr. Wong Ka Ki, o Chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Dr. Lei Tak Fai, a Chefe da Divisão de Relações Públicas da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Lau Fong Chi, e a Coordenadora do Núcleo de Prevenção de Doenças Infecciosas e Vigilância de Doença do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar