Os cursos ao abrigo do “Plano de formação subsidiada orientada para a empregabilidade” lançados mensalmente contaram com mais de 600 inscrições no primeiro dia

Pessoal da DSAL assiste os cidadãos nas inscrições para os cursos

Para ajudar as pessoas desempregadas com condições específicas e os alunos do ensino superior recém-graduados na integração laboral, a Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL) lança o “Plano de formação subsidiada orientada para a empregabilidade”, cujas inscrições iniciaram hoje (dia 14) e terminam a 18 de Setembro, tendo registado mais de 600 inscrições neste primeiro dia. Estes cursos serão lançados mensalmente de acordo com as necessidades do mercado.

Este Plano, implementado nos termos do disposto no Regulamento Administrativo n.º 33/2020, tem como destinatários as pessoas que se encontravam em situação de desemprego no dia 1 de Janeiro de 2019 ou em data posterior, por cessação da relação de trabalho, ou que tenham concluído o curso do ensino superior no ano de 2020 e não sejam trabalhadores por conta de outrem.

Cursos lançados mensalmente. Primeira ronda com 800 vagas de formação. Primeiro dia com mais de 600 inscrições.

A primeira ronda do “Plano de formação subsidiada orientada para a empregabilidade” disponibiliza 10 cursos, com um total de 23 turmas, designadamente para as áreas da construção, indústria e comércio, restauração, vendas a retalho, segurança, cuidados pessoais, entre outras e, fornece mais de 800 vagas para a formação, tendo as inscrições para a 1ª ronda iniciado hoje e a terminar no dia 18. As aulas dos diversos cursos iniciam gradualmente a partir do dia 12 de Outubro.

Até às 16 horas do dia 14 foram registadas um total de 624 inscrições, tendo os cursos mais procurados sido os de pastelaria, assistente administrativo e prática de secretariado, preparador de café e confeitaria. A DSAL vai continuar a lançar mensalmente cursos, de acordo com as necessidades do mercado.

Forma de selecção: “primeiro o sorteio, seguidoda apreciação da candidatura e por último a entrevista”.

O “Plano de formação subsidiada orientada para a empregabilidade” tem diferentes requisitos de admissão consoante o conteúdo do respectivo curso de formação. Os interessados podem aceder à página electrónica temática deste Plano para consultar os requisitos de inscrição e documentos necessários. Todas as informações e documentos devem ser apresentados no acto da inscrição, não sendo admitida a apresentação posterior de documentos em falta, pelo que apelamos aos interessados para terem todos os documentos preparados, a fim de não afectar a sua inscrição. Além disso, os candidatos para os cursos serão selecionados da seguinte forma: “primeiro o sorteio, seguidoda apreciação da candidatura e por último a entrevista”. Os aprovados na entrevista serão selecionados por ordem do sorteio para iniciarem as aulas.

Os interessados que preenchem os requisitos para a inscrição podem aceder à página electrónica temática do “Plano de formação subsidiada do Fundo específico de apoio ao combate à epidemia no valor de 10 mil milhões de patacas” (https://www.dsal.gov.mo/zh_tw/standard/dfptraining_employment.html) ou telefonar, dentro das horas de expediente, para o Centro de Formação Profissional da DSAL (telefone: 82914888 / 28564109) para mais informações. As inscrições assistidas por pessoal podem ser feitas pessoalmente na DSAL (Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado n.º221, Edifício “Advance Plaza”, R/C, ou no Istmo de Ferreira do Amaral nos101-105, Edifício Industrial “Tai Peng”, 1ª Fase, R/C) ou ainda no Centro para o desenvolvimento de carreiras da Federação das Associações dos Operários de Macau (Istmo de Ferreira do Amaral nos101-105A, Edifício Industrial Tai Peng, 1ª Fase, 1º andar).

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar