Inauguração do Workshop de formação inter-regional da Organização Mundial de Saúde sobre a “Garantia da qualidade dos produtos farmacêuticos tradicionais, complementares e integrativos”


Organizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), co-organizado e financiado pelo Governo da Região Administrativa Especial de Macau e coordenado pelo Centro de Cooperação de Medicina Tradicional da OMS dos Serviços de Saúde de Macau, o Workshop de formação inter-regional da Organização Mundial de Saúde sobre a “Garantia da qualidade dos produtos farmacêuticos tradicionais, complementares e integrativos” irá decorrer entre 14 e 16 de Outubro, na internet, devido à situação epidémica.

Entre os participantes convidados estão o Dr. Zhang Qi, Director do Departamento de Medicina Tradicional, Complementar e Integrativa da OMS, consultores temporários da OMS e um total de 55 dirigentes governamentais em gestão médica e de saúde e especialistas em medicina tradicional, provenientes de 25 países e regiões, incluindo Suíça, Holanda, Brasil, Peru, Austrália, Moçambique, Paquistão, Continente da China, RAEHK e RAEM.

A Dr.ª Li Yachan, Directora do Centro de Cooperação dos Medicamentos Tradicionais da OMS (Macau) presidiu à cerimónia de inauguração e o Chefe do Departamento de Assuntos Farmacêuticos, Dr. Choi Peng Cheong discursou em nome dos Serviços de Saúde.

No seu discurso, o Dr. Zhang Qi, Director do Departmento de Medicina Tradicional, Complementar e Integrativa da OMS, disse que a concretização da estratégia de medicina tradicional da OMS, a integração da medicinal tradicional nos sistemas nacionais de saúde, a construção da capacidade e a qualidade dos produtos farmacêuticos tradicionais são parte integral da estratégia. Em representação da OMS, o Dr. Zhang Qi agradeceu ao Governo da RAEM o apoio contínuo, desde 2011, na realização de 13 workshops de formação inter-regionais sobre diferentes temas, espera que, através deste workshop de formação, os representantes dos países membros da OMS compreendam melhor a execução estratégica da OMS na garantia da qualidade dos produtos farmacêuticos tradicionais, através de representantes dos respectivos países membros, partilhem as suas experiências e os métodos na garantia da qualidade dos produtos farmacêuticos tradicionais e, também, abordem três aspectos i) o ponto de vista da segurança do paciente/consumidor; ii) a elaboração e pesquisa de políticas, de modo a fomentar a legislação e o mecanismo de funcionamento sobre a medicina tradicional, complementar e integrativa, elevar o nível e a capacidade dos conhecimentos profissionais da medicina tradicional de cada país, nomeadamente a supervisão e gestão da qualidade dos produtos farmacêuticos, e; iii) promover o desenvolvimento da medicina tradicional mundial, contribuindo para a realização do objectivo da cobertura universal de Saúde da OMS.

O Chefe do Departamento dos Assuntos Farmacêuticos dos Serviços de Saúde, Dr. Choi Peng Cheong, afirmou no seu discurso, que o Governo da RAEM tem apoiado a OMS na promoção do desenvolvimento global da medicina tradicional, aperfeiçoando, de forma contínua, as leis e regulamentos sobre a medicina tradicional chinesa, bem como tem reforçado a monitorização e a gestão dos produtos de medicamentos chineses. Actualmente, está em curso o processo legislativo da Lei sobre as actividades farmacêuticas da medicina tradicional chinesa e a inscrição dos produtos de MTC, que irá aperfeiçoar a produção, a importação e exportação, a distribuição e o fornecimento dos medicamentos chineses, por forma a assegurar, ainda mais, a qualidade, segurança e eficácia dos produtos de MTC, garantindo assim a saúde dos residentes.

No futuro, Macau irá apoiar de forma empenhada o desenvolvimento, funções e papel do Centro de Cooperação de Medicina Tradicional da OMS e continuará a apoiar os trabalhos iniciados pela OMS, no aspecto de construção da capacidade da medicina tradicional, padrões de segurança de qualidade, especialistas globais e construção de redes, ao mesmo tempo, fomentar o intercâmbio e desenvolvimento internacional da medicina tradicional de Macau.

A fim de permitir que os profissionais de medicina tradicional chinesa de Macau possam conhecer melhor as políticas, o desenvolvimento e as tendências internacionais da OMS no tocante ao desenvolvimento na área da medicina tradicional, aumentar a capacidade e o nível dos conhecimentos profissionais.

No próximo dia 17 de Outubro também ira decorrer online o workshop de formação local intitulado “Transmissão de experiências clínicas por médicos reconhecidos da medicina tradicional chinesa”, organizado conjuntamente pela OMS e pelo Governo da RAEM. O workshop de formação convidou o Chefe do Hospital de Guanganmen da Academia de Medicina Tradicional Chinesa da China, Dr. Song Ping e o Subdirector do Hospital de Xiyuan, Dr. Li Hao, para participar no intercâmbio académico e partilhar as experiências clínicas, no âmbito de medicina tradicional chinesa.

A inscrição da formação teve um forte acolhimento, tendo atraído a participação de um total de 150 pessoas.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar