Reabertura Gradual das Creches Subsidiadas Funcionamento Satisfatório no Primeiro Dia

Reabertura Gradual das Creches Subsidiadas Funcionamento Satisfatório no Primeiro Dia

Iniciou-se hoje, 3 de Novembro de 2020, a reabertura gradual de 41 creches subsidiadas. As chefias do Instituto de Acção Social (IAS) deslocaram-se às creches para inspeccionar os respectivos trabalhos de prevenção da epidemia e serviços de cuidados infantis, tendo efectuado igualmente uma troca de imprenssões com os responsáveis das creches.

Hoje, pela manhã, o Chefe do Departamento de Solidariedade Social, Choi Sio Un, e algumas chefias do IAS visitaram a Creche “A Gaivota” da União Geral das Associação dos Moradores de Macau, a Creche “Mong-Há” da Federação das Associações dos Operários de Macau e a Creche “Abelhinha” da Associação Geral das Mulheres de Macau, com vista a inteirarem-se da situação dos serviços prestados pelas creches no primeiro dia de reabertura, tendo constatado que o respectivo funcionamento geral alcançou um resultado satisfatório. No que diz respeito à implementação das medidas preventivas contra a epidemia, para além das medidas noramais de controlo sanitário, as creches providenciaram uma oportuna organização em relação ao espaço das salas de actividades, actividades de formação, a tomada de refeições e período de sesta etc. Tendo em conta que não é adequado que as crianças, com idade inferior a 3 anos, utilizem máscara durante muito tempo, as creches providenciaram que as crianças se mantivessem a uma distância social adequada, tendo instalado painéis divisórios de acordo com as necessidades reais, com vista a reforçar a protecção das crianças.

Ao mesmo tempo, através de telefonemas e visitas in loco, o pessoal do IAS foi conhecer os planos das creches em relação à reabertura progressiva e constatou que, no primeiro dia, cerca de 4 mil crianças utilizaram os serviços prestados pelas 41 creches, o que representa 50% do número de vagas disponíveis. No futuro, as creches irão, progressivamente, retomar a totalidade das vagas de acordo com a situação real e a experiência de funcionamento. Por seu turno, o IAS irá continuar a acompanhar o desenvolvimento da epidemia e manter uma comunicação estreita com as creches, no sentido de rever, atempadamente, a situação da implementação das medidas contra a epidemia e actualizar as respectivas providências, evidando esforços para dar prioridade à saúde e segurança das crianças. Em simultâneo, o IAS apelou aos encarregados de educação com condições para que, na medida do possível, tomassem conta das crianças em casa, por forma a reduzir a concentração das pessoas e garantir melhor a saúde e a segurança das crianças.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar