Traçar planeamento global para o desenvolvimento da tecnologia e inovação de Macau


O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, discursou, hoje (10 de Novembro), na cerimónia de abertura da Conferência do Fórum Internacional de Ciência, Tecnologia e Inovação do Fórum Boao para a Ásia, que se realiza em Macau, dizendo que o Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) irá traçar o planeamento global para o desenvolvimento da tecnologia e inovação, bem como melhorar continuamente o respectivo mecanismo institucional, sendo explorado um modelo de desenvolvimento baseado na relação orgânica entre indústrias, sectores académico e de investigação, orientado pelas necessidades do mercado.

A primeira edição da Conferência do Fórum Internacional de Ciência, Tecnologia e Inovação do Fórum Boao para a Ásia é organizada conjuntamente pelo Fórum Boao para a Ásia e o Governo da RAEM. A cerimónia inaugural decorreu esta manhã, no Complexo da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Ao discursar, o Chefe do Executivo começou por agradecer ao Presidente Xi Jinping, que enviou felicitações através de carta, e ao vice-primeiro-ministro da República Popular da China, Han Zheng que proferiu um discurso através de vídeo na cerimónia de abertura, pela elevada importância que atribuíram ao Fórum e também pela grande expectativa que nele depositaram.

O Chefe do Executivo sublinhou que o Presidente Xi Jinping, no discurso proferido na cerimónia comemorativa do 40.º aniversário da Zona Económica Especial de Shenzhen, referiu que a inovação é a maior força motriz para o desenvolvimento, sendo necessário implementar com firmeza a estratégia de desenvolvimento orientada para a inovação, estimular novas motivações, melhorar a nova energia potencial e atingir um novo patamar nas áreas da inovação e da indústria tecnológica com influência global. Este discurso também teve um grande significado orientador para Macau, pelo que o Governo da RAEM irá melhorar continuamente o mecanismo institucional para a tecnologia e inovação, bem como o mecanismo para a transferência dos resultados tecnológicos. Ao mesmo tempo, encorajar e apoiar as empresas a recorrer activamente a tecnologias avançadas para atingirem a transformação e actualização.

Ho Iat Seng mencionou ainda que o mundo de hoje está, desde o último século, a viver mudanças sem precedentes e a epidemia causada pelo novo tipo de coronavírus acelerou esse processo. Tendo em conta a nova situação, o Estado propôs acelerar a formação de um novo padrão de desenvolvimento de "duplo ciclo", o que, para Macau, não é apenas uma oportunidade e vantagem, mas também uma responsabilidade e um compromisso.

O Chefe do Executivo salientou igualmente que Macau continuará a aderir aos princípios de "Um País", a fazer bom uso das vantagens de "Dois Sistemas", a seguir as estratégias de desenvolvimento nacional, a tirar pleno partido do seu estatuto especial e das vantagens únicas, e a participar activamente no “duplo ciclo” do desenvolvimento nacional e na construção da "Faixa e Rota" e da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau. Irá aprofundar e expandir o intercâmbio e a cooperação económica, comercial e tecnológica a nível nacional e internacional, continuar a promover o desenvolvimento adequado, diversificado e sustentável da economia local, e a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para apoiar o país na busca de níveis mais elevados de abertura ao exterior e de desenvolvimento de maior qualidade.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar