Inauguram-se Exposições das Obras Artísticas da 12.ª Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa

Os convidados de honra presidem a Cerimónia de Inauguração da Exposição das Obras Artísticas da 12.ª Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa

Realizou-se a Cerimónia de Inauguração da Exposição das Obras Artísticas de Portugal, Timor-Leste e Macau, pelas 18:30 horas em 19 de Novembro de 2020, no Complexo de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, actividade integrada da 12.ª Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa, organizada pelo Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau).

A Cerimónia contou com a presença do Secretário-Geral Adjunto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dr. Ding Tian, da Directora-Geral Adjunta da Delegação Comercial do Departamento dos Assuntos Económicos do Gabinete de Ligação do Governo Central da China na RAEM, Dra. Li Huaying, da Directora-Geral Adjunta do Departamento dos Assuntos Económicos do Gabinete de Ligação do Governo Central da China na RAEM, Dra. Zhang Jianhua, do Conselheiro do Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China na RAEM, Dr. Ran Bo, do Cônsul-Geral de Portugal em Macau e Hong Kong, Embaixador. Paulo Cunha Alves, do Delegado de Timor-Leste junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau em representação do Embaixador de Timor-Leste em Pequim, Dr. Danilo Henriques, da Presidente da Comissão Executiva da Teledifusão de Macau, Dra. Lo Song Man e do Director do Instituto Português do Oriente, Dr. Joaquim Ramos Coelho, entre outros.

Devido à epidemia, a presente edição da Semana Cultural da China e dos PLP realizou-se de forma online e offline. O Secretário-Geral Adjunto do Fórum de Macau, Dr. Ding Tian, assinalou, no seu discurso, que as Exposições das Obras Artísticas offline vieram a enriquecer significativamente o conteúdo das actividades integradas da Semana Cultural. A epidemia restringe a presença no local da Exposição dos artistas de Portugal e de Timor-Leste, mas não impede o intercâmbio cultural, sendo os vídeos de apresentação sobre as suas obras carregados na página temática da “12.ª Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa”, e as suas obras mais representativas trazidas a Macau para serem exibidas nas Exposições com as obras artísticas de Macau, demonstrando a diversidade e o desenvolvimento da arte contemporânea dos PLP e de Macau. Finalizou que o Fórum de Macau iria continuar a utilizar bem as vantagens de Macau dotado de contacto amplo com os PLP, para promover o intercâmbio cultural entre a China e os PLP, bem como de concretizar a aprendizagem mútua entre civilizações e o entendimento entre os povos.

Nas 3 Exposições das Obras Artísticas, foram exibidas respectivamente as pinturas da artista portuguesa, Dra. Raquel Gralheiro, as fotografias do artista timorense, Dr. Bernardino Soares, e as pinturas do artista macaense, Arq. Alexandre Marreiros.

Fascinada pelas figuras femininas, as obras da artista portuguesa, Dra. Raquel Gralheiro, levam-na a uma exploração extrema do corpo feminino e do imaginário. Na exposição das suas obras intitulada “POP PIN”, notou-se um misto de figurativo e realista que por vezes chega a lembrar a Pop Art. A boa energia, as relações fluídas, a boa sorte, a paz, a alegria, a força das cores puras, constituem o que Raquel Gralheiro deseja para si e para o mundo em geral.

As fotografias do Bernardino Soares são muito inspiradas. A exposição das suas obras intitulada “HELIK” (Discreto) apresentou não apenas figuras calejadas, marcadas pelo devir do tempo, mas também permitiu melhor desfibrar essa extraordinária pluralidade de culturas que foi unindo os orgulhosos mambae das alturas dos muitos laus aos intrépidos makassae que do Pacífico melanésio chegaram à ilha do Lorosae, o que demonstrou a ímpar aparência cultural de Timor-Leste.

O artista de Macau, Dr. Alexandre Marreiros, é um jovem arquitecto, desenhador e certamente artesão pelas encruzilhadas culturais de Macau. Na exposição das suas obras intitulada “Salas Sussurrantes” testemunha-se uma integração cultural, com elementos diversificados que se pervagam no seu desenho pormenorizado, rico e rigoroso. As suas obras são muito atraentes, o que ajuda a divulgação da arte dos macaenses.

À margem da Exposição, na sala polivalente do Complexo instala-se igualmente a Exposição sobre as realizações do Fórum de Macau que apresentou o a sua evolução de desenvolvimento e os resultados alcançados, bem como as culturas, costumes e produtos dos PLP.

Patente até 6 de Dezembro, a Exposição está aberta ao público de Terça-Feira a Domingo com a entrada gratuita, entre as 11:00 e as 19:00 horas (última entrada às 18:30 horas e estando encerrada a cada Segunda-Feira). Será muito bem acolhida a participação de todos os interessados. No local de Exposição, serão disponibilizados serviços de visitas guiadas e sessões de interação como “Intercâmbio com artista” e “Encontro com os Delegados dos Países de Língua Portuguesa”, a fim de aprofundar o conhecimento público sobre o conteúdo da cultura e arte dos Países de Língua Portuguesa. Para mais informações, podem visitar a página electrónica especial da 12.ª Semana Cultural da China e dos PLP: semanacultural.forumchinaplp.org.mo. Para fazer marcação ou mais consultas, podem contactar através de 8791 3390 ou 8791 3316.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar