Programa de vacinação contra a COVID-19 dos Serviços de Saúde decorre como planeado | Abertas inscrições para a primeira fase destinada ao pessoal da linha de frente


O primeiro lote de 100.000 doses de vacinas inactivadas contra a COVID-19 produzidas pela Sinopharm Group (China National Biotech Group, Beijing Institute of Biological Products) chegou sábado (6 de Fevereiro) a Macau. Em declarações à comunicação social, após a cerimónia de recepção, o Director dos Serviços de Saúde, Dr. Lei Chin Ion, referiu que o programa de vacinação contra a COVID-19 dos Serviços de Saúde está a decorrer conforme planeado e estão já a decorrer as marcações da primeira fase destinadas ao pessoal da linha de frente.

O Director dos Serviços de Saúde, Dr. Lei Chin Ion, afirmou ainda que com a chegada a Macau das 100 mil doses de vacina de Sinopharm, os Serviços de Saúde vão dar início aos trabalhos de fase preliminar. Em primeiro lugar, as vacinas serão armazenadas no armazenamento de congelamento de vacinas dos Serviços de Saúde, em seguida, serão distribuídas para hospitais e centros de saúde, etc.

Os Serviços de Saúde planeiam realizar a cerimónia de vacinação na terça-feira (dia 9) de manhã, dando prioridade à vacinação para os profissionais de saúde, nomeadamente pessoal médico dos Serviços de Saúde, do Hospital Kiang Wu, do Hospital Universitário e da Clínica dos Operários e estes podem escolher o horário de vacinação. Devido à proximidade do período de férias do Ano Novo Lunar, os Serviços de Saúde já organizaram os locais de vacinação para fornecer serviços de vacinação durante as férias.

Por exemplo, no período compreendido entre o primeiro dia e o terceiro dia do Ano Novo Lunar, o Centro de Urgência do Centro Hospitalar Conde de São Januário e o Posto de Urgência das Ilhas vão ter postos de vacinação, a partir do quarto dia do Ano Novo Lunar, todos os centros de saúde prestam serviços de vacinação, facilitando a escolha do horário de vacinação por parte dos profissionais de saúde.

As 100.000 doses de vacina serão destinadas a 50.000 pessoas que terão acesso a duas doses por pessoa. Os Serviços de Saúde pretendem proceder à vacinação dos profissionais de saúde antes do Ano Novo Lunar, sendo depois aberta a outros grupos prioritários de vacinação, incluindo o pessoal da linha da frente do posto fronteiriço, a polícia, os bombeiros, pessoas que lidam com cadeias frias e produtos alimentícios congelados, funcionários de casinos, professores e pessoas com necessidade urgente de viajar para áreas de médio e alto risco, etc., Após a conclusão da vacinação dos grupos prioritários, a marcação de vacinação será aberta à toda a população.

Os Serviços de Saúde encomendaram 500.000 doses de vacinas inactivadas de Sinopharm, e aa chegada das demais 400.000 doses estão a ser agendadas , sendo que há a preocupação que cheguem a Macau no mais curto espaço de tempo possível. A aquisição no futuro de mais vacinas, inactivadas da Sinopharm, irá depender das opções de vacinação dos cidadãos e essa situação será avaliada. Aliás o diretor dos serviços de saúde enfatizou que a vacinação tem como pressuposto ser voluntária e opcional.

A vacina Fosun-BioNTech mRNA deve chegar a Macau entre Fevereiro e Março, e a vacina baseada em vector adenoviral da AstraZeneca deverá chegar apenas em junho. Os residentes podem optar por administrar a vacina devendo considerar o tempo de chegada da vacina a Macau e optar pelo momento da vacinação.

Quando questionado se o Chefe do Executivo e outros titulares dos principais cargos se seriam os primeiros a vacinar-se, o Director Dr. Lei Chin Ion, afirmou que ainda estamos a agendar, a vacinação dos titulares dos principais cargos vai reforçar a confiança dos residentes. Assumiu que quer ser um dos primeiros a vacinar-se, e tem confiança na vacina. No que diz respeito ao plano de aquisição de seguro para os vacinados contra a COVID-19, actualmente ainda está em discussão e no processo de concurso, procurando divulgar mais detalhes na segunda-feira (dia 8) durante a conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.

Quanto às despesas de aquisição de vacinas, as três vacinas totalizam cerca de 1,4 milhões de doses, no valor de cerca de 350 milhões de patacas, pelo que, devido ao acordo de confidencialidade celebrado com o fornecedor da vacina, não é conveniente anunciar o preço específico de cada vacina. O preço das vacinas é diferente.

O dr. Lei Chin Ion mencionou, ainda, que todas as importações de medicamentos e vacinas são aprovadas e inspecionadas pelo Departamento de Assuntos Farmacêuticos dos Serviços de Saúde. Os padrões adoptados são consistentes com os de outros países, a vacina inactivada de Sinopharm foi condicionalmente aprovada para comercialização pela Administração Nacional de Produtos Médicos e por muitos países um pouco por todo o mundo já adoptaram esta vacina, portanto, a importação desta vacina foi aprovada para uso em Macau.

Em relação à necessidade de realização do teste de ácido nucleico após a vacinação, o director Dr. Lei Chin Ion, referiu que actualmente não existem práticas relevantes em todo o mundo, uma vez que o tempo de eficácia da vacina ainda está para ser observado, mesmo que seja vacinada, como qualquer outra vacina, a eficácia da vacina contra a COVID-19 não é de 100%, sendo necessário proceder ao teste de ácido nucleico e mostrar o Código de Saúde.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar