Concurso de discursos “Eu, a Constituição e a Lei Básica” concluído com sucesso

Fotografia de grupo

A fim de continuar a promover a Constituição e a Lei Básica junto dos jovens, foirealizada com sucesso, no dia 28 de Março, a fase final do Concurso de discursos “Eu, a Constituição e a Lei Básica”, realizado no âmbito da Comemoração do 28.º Aniversário da Promulgação da “Lei Básica da RAEM”, no auditório da Escola São Paulo. O Concurso foi organizado, conjuntamente, pela Associação de Divulgação da Lei Básica de Macau, pela Direcção dos Serviços de Assuntos de Justiça, pela Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude e pelo Instituto para os Assuntos Municipais.

No dia do evento, estiveram presentes vários convidados, nomeadamente, Kong Chi Meng, Subdirector da Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude, Leong Pou Ieng, Subdirectora da Direcção dos Serviços de Assuntos de Justiça, Lam Sio Un, Administrador do Conselho de Administração para os Assuntos Municipais do Instituto para os Assuntos Municipais, Choi Chi Long, Vogal do Conselho Permanente da Direcção da Associação de Divulgação da Lei Básicade Macau, Wu Jiang, Chefe da Divisão de Assuntos Gerais do Departamento de Trabalhos de Educação e Juventude do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na Região Administrativa Especial de Macau, os representantes de diversas associações educacionais, do Conselho de Educação para o Ensino Não Superior, do Conselho de Juventude e das escolas, colegas e amigos jovens que apoiaram os concorrentes. Constituíram o júri do Concurso Choi Chi Long, Vogal do Conselho Permanente da Direcção da Associação de Divulgação da Lei Básica de Macau; Wong Cho Wai, Editora-Chefe Adjunta do Jornal Ou Mun; Wong Ka Kei, Presidente da Direcção da Associação dos Embaixadores Juvenis para a Divulgação da Lei Básica de Macau; Chan Ngai Hong, Director do Centro de Educação Moral da Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude; Lam Keong Chon, representante da Direcção dos Serviços de Assuntos de Justiça; Tong Noi Tong, Presidente do Conselho Fiscal da Associação Eu Sou Um Orador de Macau; e Lei Wai Ian, Presidente da Associação Comunicação de Macau.

Este ano, o Concurso de discursos realizou primeiro, nas escolas, a actividade de redacção de textos sobre a Constituição e a Lei Básica e a forma como estas interagem com cada indivíduo, com as famílias, as escolas e a sociedade, que contou com a participação de mais de 3.400 alunos do ensino secundário, tendo 20 escolas recomendado a participação, na fase do concurso por equipa, de um total de 113 alunos. Em seguida, foi dada formação aos participantes no concurso. Os organizadores disponibilizaram, aos concorrentes, formaçãoonlineeoffline, incluindo palestras jurídicas, treinamento de técnicas e conteúdo de discursos e vídeos de formação. O concurso por equipa foi realizado sob a forma de discurso sobre um tema designado, e após uma ronda de competição, a Escolade Talentos Anexa aEscolaHou Kong ganhou o Prémio Ouro da Equipa de Destaque, tendo os Prémios de Prata e de Bronze da Equipa de Destaque sido conquistados, respectivamente, pela Escolados Moradores de Macau e pela EscolaSecundária Pui Ching. As outras escolas que receberam o Prémio da Equipa de Destaque incluíram a EscolaKeang Peng, o Colégio Perpétuo Socorro Chan Sui Ki, a Escola Cham Son de Macau, o Colégio Yuet Wah, a Escolade Aplicação Anexa à Universidade de Macau, a EscolaSecundária Pui Va, a EscolaTong Sin Tong, a EscolaTong Nam e a EscolaHou Kong.

Em seguida, as equipas de destaque seleccionaram um representante para competir na final individual. No dia da fase final, os 12 concorrentes que utilizaram diversos estilos de interpretação deram a conhecer, ao público presente, as suas histórias relacionadas com a Constituição e a Lei Básica, reflectindo um conhecimento profundo. Depois do concurso, o júri comentou, com precisão, o desempenho de cada concorrente, o que se revelou muito benéfico para os participantes. No final, Chou Chi Lok, da Escola Keang Peng, conquistou o 1.º lugar, tendo os 2.º, 3.º e 4.º lugares sido ocupados, respectivamente, por Lei Chi Teng, da Escola dos Moradores de Macau, Leong Cheng Long, da Escola Secundária Pui Ching e Ao Chi Kit, da Escola Secundária Pui Va; Chou Chi Lok, da Escola Keang Peng foi atribuído o “Prémio de Melhor Conteúdo” e o “Prémio de Melhor Interpretação”, além disso, Lei Chi Meng, da Escola Cham Son de Macau, Leong In, da Escola Tong Sin Tong, Cai Qian Yue, da Escola de Talentos Anexa a Escola Hou Kong e Xu Zhen Wei, da Escola de Aplicação Anexa à Universidade de Macau ganharam o prémio de primeira classe e Lao Chi Kit, do Colégio Yuet Wah, Chek Do Rosario Sonia, do Colégio Perpétuo Socorro Chan Sui Ki, Ao Ieong Weng Si, da Escola Hou Kong e Zhou Shi Ya, da Escola Tong Nam ganharam o prémio de segunda classe.

A DSEDJ tem sempre atribuído grande importância à correcta compreensão de jovens e estudantes sobre a Constituição, a Lei Básica e as leis locais relacionadas. Espera-se que, com a realização de diversas actividades de divulgação das leis, os jovens e estudantes aumentem o seu interesse em aprender as leis nacionais e locais, reforcem o conceito do Estado de direito, aprofundem o seu sentido de identidade e de pertença ao País e compreendam a importância da sua implementação para a manutenção do desenvolvimento estável e próspero da sociedade de Macau.

A final individual será transmitida nos dias 17 e 24 de Abril, das 15h às 17h, no programa “Jovens de Macau” da Rádio Macau.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar