Macau recebeu perto de 100 mil visitantes durante os feriados da Páscoa e do Cheng Ming

Fluxo de visitantes nos postos fronteiriços

O feriado prolongado de três dias do Cheng Ming (Dia de Finados) no Interior da China (3 a 5 de Abril), coincidiu este ano com os feriados da Páscoa (2 a 6 de Abril), tendo nos cinco dias de feriados o número total de visitantes de Macau rondado os 100 mil (99.568), com a média diária de visitantes a andar perto dos 20 mil (19.914), e a taxa média de ocupação hoteleira a registar 53,1%.

Visitantes do Interior da China atingiram os 90 mil

De acordo com estatísticas preliminares, durante os cinco dias de feriados resultantes da sobreposição das celebrações do Cheng Ming e da Páscoa deste ano, Macau recebeu 99.568 visitantes, dos quais 90.491 visitantes vindos do Interior da China, e 7.678 e 1.399 oriundos de Hong Kong e da região de Taiwan (não houve visitantes internacionais) , respectivamente, com os visitantes do Interior da China a representarem mais de 90% do total dos visitantes de Macau neste período.

Entradas de visitantes

Média diária no período da Páscoa e do Cheng Ming

(2 a 6 de Abril)

Variação da média diária dos visitantes

(Em comparação com a média diária de Março)

Variação da média diária dos visitantes

(Em comparação com a média diária da semana dourada do Ano Novo Chinês)

Média diária dos visitantes em Março

Média diária dos visitantes na semana dourada do Ano Novo Chinês

Total de visitantes no período da Páscoa e do Cheng Ming

(2 a 6 de Abril)

Total de visitantes de Macau

19.914

-17,0%

+53,8%

23.989

12.947

99.568

Interior da China

18.098

-16,9%

+54,1%

21.766

11.746

90.491

Hong Kong

1.536

-23,1%

+49,9%

1.996

1.025

7.678

Região de Taiwan

280

+24,6%

+58,8%

225

176

1.399

Internacionais

0

N/Disponíveis

N/Disponíveis

2

0

0

Fonte: Direção dos Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC) para os dados da semana dourada do Ano Novo Chinês; Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) para os dados preliminares de Março e Abril

Taxa de ocupação hoteleira atingiu os 53%

De acordo com dados fornecidos pelos operadores turísticos, entre 2 e 6 de Abril deste ano, a taxa média de ocupação dos estabelecimentos hoteleiros (hotéis e pensões) foi de 53,1 %, com os hotéis de três a cinco estrelas a registarem taxas de ocupação de 59,0%, 53,4% e 53,2%, respectivamente.

Taxa de ocupação hoteleira

Categoria dos estabelecimentos hoteleiros

Período da Páscoa e do Cheng Ming

(2 a 6 de Abril)

Variação em pontos percentuais

(Em comparação com a semana dourada do Ano Novo Chinês)

Variação em pontos percentuais

(Em comparação com Março)

Total

53,1%

+4,5

-3,0

5 estrelas

53,2%

+2,2

-1,5

4 estrelas

53,4%

+3,5

-9,3

3 estrelas

59,0%

+13,8

-2,3

2 estrelas

36,7%

+12,1

-0,7

Pensões

36,9%

+11,0

-2,7

Fonte: Dados provisórios fornecidos pelos estabelecimentos hoteleiros à DST

Os estabelecimentos hoteleiros (hotéis e pensões) registaram entre 2 e 6 de Abril deste ano uma média de preços por quarto de cerca de 953,2 patacas, sendo que os hotéis de cinco estrelas marcaram uma média de preços de cerca de 1.142,2 patacas; os de quatro estrelas de cerca de 654,1 patacas; os de três estrelas de cerca de 557,4 patacas; os de duas estrelas de cerca de 206,4 patacas; e as pensões de cerca de 160,8 patacas. Comparativamente com a semana dourada do Ano Novo Chinês no Interior da China, o preço médio por quarto significou uma descida de 23,3%.

Preço médio por quarto (Patacas)

Categoria dos estabelecimentos hoteleiros

Período da Páscoa e do Cheng Ming

(2 a 6 de Abril)

Taxa de variação

(Em comparação com a semana dourada do Ano Novo Chinês)

Taxa de variação

(Em comparação com Março)

Total

953,2

-23,3%

+7,0%

5 estrelas

1.142,2

-21,7%

+4,1%

4 estrelas

654,1

-10,8%

+13,1%

3 estrelas

557,4

-22,6%

+8,0%

2 estrelas

206,4

+0,7%

+20,7%

Pensões

160,8

-8,8%

+5,9%

Fonte: Dados provisórios fornecidos pelos estabelecimentos hoteleiros à DST

Continuar a divulgar Macau como uma cidade saudável, segura e apropriada para visitar

Na sequência da retomada da emissão de documentos de viagem turísticos a residentes de todo o Interior da China para deslocação a Macau, a partir do dia 23 de Setembro, a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) tem vindo a divulgar activamente a mensagem de Macau como uma cidade saudável, segura e apropriada para visitar, para atrair mais visitantes do Interior da China a visitar e consumir em Macau. As promoções “Semana de Macau em Pequim” e “Semana de Macau em Hangzhou” foram realizadas em Setembro do ano passado e em Março deste ano, respectivamente, com vista a promover os ricos elementos turísticos e comerciais de Macau junto dos residentes e visitantes de Pequim e de Hangzhou. Por outro lado, a DST tem explorado diferentes canais de promoção, incluindo através de vários meios de comunicação, celebridades da internet, redes sociais e plataformas de viagens online do Interior da China, para divulgar Macau como uma cidade saudável, segura e apropriada para visitar, bem como para aproveitar os feriados pelo Dia do Trabalhador que irão começar a 1 de Maio, para promover o turismo de Macau, e atrair os visitantes do Interior da China a vir a Macau para passar férias e despender na cidade, expandindo as fontes de visitantes e contribuindo para a recuperação económica da cidade.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar