Início dos preparativos da “Empreitada de Concepção e Construção de Melhoramento de Emissário Residual da Zona ZAPE e NAPE” da fase preliminar

Início dos preparativos da “Empreitada de Concepção e Construção de Melhoramento de Emissário Residual da Zona ZAPE e NAPE” da fase preliminar

Uma vez que se estão a iniciar os preparativos da “Empreitada de Concepção e Construção de Melhoramento de Emissário Residual da Zona ZAPE e NAPE” da fase preliminar, nomeadamente a elaboração do projecto de obra, a sondagem geológica, as medições in loco, etc., é necessário vedar uma parte do parque situado perto do Centro UNESCO de Macau. As obras principais serão executadas simultaneamente nos dois lados do estaleiro da obra, num lado através de escavação subterrânea (uso de perfuradora) e no outro através de escavação a céu aberto. A obra na zona ZAPE e NAPE será através de escavação subterrânea (uso de perfuradora), não se prevendo que tenha qualquer impacto no trânsito e nas instalações situadas nas imediações, excepto no momento de entrada e saída de equipamentos do estaleiro da obra. Quanto à obra que decorrerá perto da estação de tratamento de águas residuais prevê-se que se inicie no próximo ano.

A empreitada em causa visa atender as necessidades resultantes do desenvolvimento da cidade e elevar a capacidade de drenagem das águas residuais da zona ZAPE e NAPE. Os trabalhos consistem na instalação de um emissário residual com 2m de diâmetro interno e cerca de 2 400m de comprimento entre a zona ZAPE e NAPE e a estação de tratamento de águas residuais situada na Areia Preta através de escavação subterrânea, ou seja, o uso de uma perfuradora com cerca de 3,3m ou superior de diâmetro exterior. O prazo de execução da empreitada é de 760 dias de trabalho.No troço entre a estação elevatória de águas residuais do Centro UNESCO de Macau e a Rua dos Pescadores será adoptado o método de escavação subterrânea (uso de perfuradora) e no troço entre a Rua dos Pescadores e a estação de tratamento de águas residuais será adoptado o método de escavação a céu aberto. Em comparação com o segundo método,o primeiro produz menos ruído e está menos condicionado às condições climatéricas, porém, leva mais tempo.

O parque situado perto do Centro UNESCO de Macau está parcialmente vedado para efeitos de execução dos trabalhos, nomeadamente, as medições in loco, a sondagem geológica, a concepção da perfuradora, etc.. No intuito de minimizar eventuais impactos nos residentes, será instalada uma travessia pedonal provisória no local dos trabalhos, devendo os residentes prestar atenção a isto. Prevê-se que as obras principais da escavação subterrânea se iniciem no fim deste ano e as obras de escavação a céu aberto a decorrer na Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado e na Avenida da Amizade se iniciem no próximo ano, de modo a que as obras sejam executadas simultaneamente.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar