A DSEDJ coordena com os Serviços de Saúde a realização de testes de ácido nucleico a docentes e alunos transfronteiriços


Face à evolução da epidemia na Província de Guangdong e em articulação com a política de prevenção da epidemia implementada pelo Governo da RAEM, a partir das 10 horas da manhã do dia 8 de Junho de 2021, todos os indivíduos que se deslocam entre Guangdong e Macau têm de possuir um resultado negativo no teste de ácido nucleico, efectuado no prazo de 48 horas, para poderem entrar na RAEM. A DSEDJ, em conjunto com os Serviços de Saúde e os serviços competentes, coordena, de forma activa, a realização dos testes de ácido nucleico destinados aos alunos transfronteiriços e ao pessoal docente.

A DSEDJ apela às escolas para que evitem actividades desnecessárias e aos alunos, docentes e trabalhadores transfronteiriços, com autorização de permanência em Macau, que pernoitem, temporariamente, nas suas residências em Macau, evitando, assim, o regresso a casa no Interior da China até ao final do presente ano lectivo.

Com vista à normalização dos trabalhos de prevenção da epidemia, a DSEDJ, os Serviços de Saúde de Macau e as autoridades de Zhuhai continuarão a coordenar a realização de testes de ácido nucleico aos alunos, docentes e funcionários transfronteiriços de Macau, nos cinco hospitais designados da Cidade de Zhuhai, todos os sábados, a fim de facilitar a ida e volta de Macau, para a escola e para o trabalho. Face ao ajustamento das medidas de migração, a DSEDJ organizará hoje (7 de Junho) à tarde a realização de teste de ácido nucleico aos alunos, ao pessoal docente e não docente transfronteiriços que dele necessitem, nos locais e horas indicados, em Macau. A organização dos testes, no futuro, será desenvolvida de forma ordenada.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar