Obra da Exposição de Arte Pública “Encontro”, de “Arte Macau”, já se encontra em exibição estimulando uma verdadeira lógica visual através das suas dimensões surreais

Exposição de Arte Pública: Encontro, Aprender com Macau

Com o principal objectivo de encorajar as pessoas a procurarem o significado da felicidade, a Exposição de Arte Pública subordinado ao tema “Tenologias do Bem-estar”, no âmbito do evento “Arte Macau: Bienal Internacional de Arte de Macau 2021”, através de obras únicas, expostas em diferentes espaços públicos de Macau e em conjunto com as outras exposições de arte do evento, procura criar uma atmosfera cultural imersiva a toda a cidade, como uma galeria e jardim de arte. Entre os trabalhos expostos na Exposição de Arte Pública, a obra “Encontro” já se encontra em exibição na Praceta da Arte do Centro Cultural de Macau, que, associada à pintura mural que se localiza nas proximidades, intitulada “Aprender com Macau”, e à Exposição Principal, que decorre no Museu de Arte de Macau, transforma este local num óptimo destino para os passeios da população no Outono próximo.

“Encontro”, um trabalho do artista de grande prestígio do Interior da China, Su Xinping, é uma escultura de bronze, esculpida em forma de um par de mãos gigantes, que procura, através de uma representação expressiva com dimensões surreais e uma observação em perspectiva sugerida de baixo para cima, criar uma imagem de monumentalidade de montanha, que deixa os espectadores admirados pela sua infinidade e imensidão. Com esta obra, a intenção do artista passa por proporcionar aos espectadores, por meio de uma experiência visual única, uma sensação de infinito que se estende a partir do artefacto e assimilar um encontro com o mundo espiritual extraído da realidade mundana. A obra evoluiu de uma série de esboços, através da transformação de duas dimensões em três dimensões, pretendendo ainda criar um mundo em constante fractura e reunião relevado nos tempo e espaço modernos deslocados, e estimulando, com a aplicação de um conceito e espírito artístico individual, uma verdadeira lógica visual.

Na proximidade, “Aprender com Macau”, uma obra de arte de pintura de enorme escala, da autoria do Drawing Architecture Studio de Pequim, também se encontra, neste momento, exposta na parede exterior de Museu das Ofertas sobre a Transferência de Soberania de Macau. Enquanto obra de concepção personalizada, esta pintura combina linhas simples e cores ricas, para, com base na arquitectura e nas observações da rotina diária de Macau, esboçar um panorama totalmente original da região, retratando diversos marcos locais de características únicas e, sobretudo, a imagem de uma cidade vivaz e dinâmica, em homenagem à sua cultura local.

À parte das duas obras artísticas referidas, ainda se encontra patente, até 17 de Outubro, a terceira secção da Exposição Principal da “Arte Macau: Bienal Internacional de Arte de Macau 2021”, com o tema “Avanços e Recuos da Globalização”, na qual os artistas participantes idealizam diferentes cenários de desafio, dilema, hesitação, ilusão e ansiedade que a Humanidade enfrenta na tendência actual da globalização, através de aeroportos, globos terrestres, sistemas de navegação, satélites, imagens aéreas e mensagens das redes sociais durante o período pandémico, criando esperanças e possibilidades para as pessoas ultrapassarem as adversidades em conjunto, através de novas ligações espirituais e emocionais, em tempos de desespero.

“Arte Macau: Bienal Internacional de Arte de Macau 2021” irá seguir estritamente as orientações de prevenção epidemiológica emitidas pelos Serviços de Saúde e implementar as medidas apropriadas para os eventos, nomeadamente a aplicação das medidas de controlo do fluxo de pessoas, traduzidas sobretudo no número máximo de visitantes, correspondente a 50% dos níveis pré-pandemia. Os residentes que desejarem aceder aos recintos, por sua vez, devem estar munidos de máscara própria e submeter-se à medição da temperatura corporal, bem como apresentar o respectivo Código de Saúde pessoal do dia e seguir as medidas de controlo de circulação de pessoas no local. Além disso, o IC também apela à população para que se desloque às instalações culturais em diferentes períodos e, após a entrada nas mesmas, preste atenção à higiene pessoal e ambiental, a par de manter o distanciamento social adequado com outras pessoas. A entrada para todos os eventos de “Arte Macau” encontra-se gratuita.

Para mais informações, é favor consultar a página electrónica do evento em www.artmacao.mo, a conta no Instagram “artmacao”, a página no Facebook “IC Art” e a conta do IC no WeChat “IC_Art_Macao”.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar