Confirmado na chegada a Macau um (1) caso de recaída do exterior | Esta situação não foi classificada como caso importado


O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus informa que, sexta-feira, 10 de Setembro, um residente de Macau (que já tinha sido diagnosticado no exterior) entrou em Macau e apresentou resultado positivo no teste de ácido nucleico e foi classificado como caso confirmado de recaída do exterior.

Este diagnóstico foi efectuado a um homem de 32 anos, residente de Macau, a 4 de Março administrou em Macau uma dose da vacina inactivada da Sinopharm. No dia 20 de Agosto de 2021, foi diagnosticado como o caso confirmado no Camboja.

No dia 9 de Setembro, quinta-feira, efectuou no Camboja um teste de ácido nucleico com resultado negativo; no dia 10 de Setembro viajou, em jato privado, desde Phnom Penh do Camboja até Macau. Após a chegada, fez de imediato o teste de nasofaríngeo e o resultado foi positivo. No âmbito do resultado do teste sorológico, o anticorpo IgM é negativo e o anticorpo IgG é positivo, daí realizar observação médica no Centro Clínico de Saúde Pública.

O doente como já tinha sido diagnosticado no exterior e não apresenta nenhum sintoma, foi considerado como caso confirmado de recaída do exterior. Não foi classificado como caso confirmado importado em Macau.

Tendo em conta a gravidade da situação epidémica da COVID-19 no exterior, com alta transmissão de vírus variante, o Centro de Coordenação de Contingência recorda que há um elevado risco de infecção, aliás, há diversos registos, um pouco por todo o mundo, divulgados em meios de comunicação, de infecções confirmadas após terem sido realizados vários testes de ácido nucleico, com resultado negativo.

Por esta razão, de modo a reduzir, ainda mais, o risco para a saúde pública, o risco que a situação possa constituir para a família dos doentes e para a comunidade após a sua saída do hotel de observação médica, quem regressa a Macau proveniente do exterior, além dos testes de ácido nucleico, deve ser sujeito ao teste de anticorpos, após regresso a Macau, a fim de determinar seu estado geral de infecção.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar