Serviços de Saúde detectaram um caso de Tsutsugamushi (tifo epidémico)


Os Serviços de Saúde foram notificados, um caso suspeito de Tsutsugamushi vulgarmente conhecido como tifo epidémico.

O doente com 57 anos de idade, residente de Macau, desempregado. No dia 4 de Setembro, manifestou sintomas, como dor de cabeça, febre recorrente, tosse e expectoração, tendo recorrido a uma clínica privada.

No dia 12 de Setembro, devido aos sintomas persistentes, o doente recorreu ao Serviço de Urgência do Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSJ) e foi hospitalizado. Foram detectadas duas escaras do “tamanho de feijão verde” no seu escroto. Após tratamento, desapareceu a febre. Segundo os sintomas, sinais vitais e tratamento médico eficaz, o diagnóstico clínico do doente é a doença de Tsutsugamushi. Os familiares e seus amigos que conviveram com o doente não apresentaram sintomas semelhantes.

O paciente esteve a pescar com amigos perto do Terminal de Combustíveis do Porto de Ká-Hó no final de Agosto, tendo passado pelo relvado, não tendo tido qualquer historial de viagem durante o período de incubação.

Os Serviços de Saúde indicaram que a doença tsutsugamuchi é uma doença infecto-contagiosa aguda provocada pela picada de larvas portadoras de Rickettsia tsutsugamushi. Os roedores (ratos) que frequentam as selvas com temperatura e humidade elevadas, cobertas de ervas constituem o hospedeiro natural e o reservatório de Rickettsis tsutsugamushi. As larvas de Rickettsia parasitam nos ratos e estes ficam infectados. Caso os indivíduos sejam picados pelas larvas portadoras de Rickettsia tsutsugamushi que frequentam as selvas podem ficar doentes. Os sintomas incluem febre, dor de cabeça, dores musculares e exantema e possuiu uma característica especial: o local da picada da larva forma uma escara indolor com um buraco no meio. Até ao presente momento, não existe vacina eficaz para prevenir a mesma e a administração de antibióticos constitui o tratamento mais eficaz.

Os Serviços de Saúde apelam os cidadãos para tomarem as seguintes medidas para protecção da saúde quando realizam actividades no campo:

  1. Manter um bom hábito de higiene pessoal, incluindo tomar banho e substituir roupas com mais frequência;
  2. Dar banho a animais de estimação em casa, cortar os seus pêlos e usar um pente anti-pulgas para removar as suas pulgas com frequência, e inspecionar regularmente as suas camas e fazer a desparasitação dos animais de estimação em casa;
  3. Eliminar as ervas, reduzindo o habitat e a densidade de Rickettsia;
  4. Relativamente à protecção, não deve entrar na zona de arbustos quando der um passeio ar livre ou estiver a trabalhar; Caso tenha acesso às zonas de risco, deve usar vestuário de protecção como roupas com mangas compridas, calças compridas, botas altas, luvas, entre outros; Aplicar repelente anti-mosquito contendo DEET no vestuário e nas partes expostas, evitando picadas de mosquitos e insectos de rickettsia;
  5. Ao sair da região afectada, deve tomar banho e substituir todo o vestuário;
  6. Tomar medidas de desratização;
  7. Caso tenha sintomas de febre deve recorrer imediatamente ao médico para tratamento.


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar