Postos de Acido nucleico aumentam numero de vagas para concluir testes de Grupos-alvo até 17 de Outubro

Conferencia de Imprensa do Centro de Coordenação

Na conferência de imprensa realizada este domingo, (dia 10 de Outubro) pelo Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, o médico-adjunto, Dr. Tai Wa Hou adiantou que foram registados 77 casos diagnosticados da COVID-19 em Macau, dos quais, sessenta e quatro (64) tiveram alta hospitalar, sessenta (60) foram casos importados do exterior e dezassete (17) foram relacionados com casos importados e não foi registado qualquer caso de infecção entre os profissionais de saúde nem casos mortais.

No Centro Clínico de Saúde Pública, no Alto de Coloane estão actualmente internados doze (12) casos conexos, um (1) caso confirmado importado do exterior, todos esses treze (13) pacientes encontram-se em estado clínico considerado estável, sem febre, sem sintomas do tracto respiratório, com condições gerais favoráveis. Há ainda três (3) pessoas em isolamento do período de convalescença, um (1) caso de recaída e quatro (4) contactos próximos.

Quanto a testes de ácido nucleico, foram testadas em Macau 78.502 pessoas no dia 9 de Outubro.

O Dr. Tai Wa Hou afirmou que, o plano de teste de ácido nucleico com alta frequência tem como objectivo proceder à despistagem direcionada a alguns grupos-alvos considerados de risco elevado de infecção.

“Estas pessoas não são casos suspeitos, nem casos confirmados, ou indivíduos com Código de Saúde amarelo, estas pessoas podem ter actividades na comunidade”, disse. Estes grupos-alvos abrangem:

1. trabalhadores das áreas de execução de obras de remodelação, de prestação de serviços de lavandaria e de segurança;

2. trabalhadores não residentes de nacionalidade nepalesa e vietnamita;

Em particular, os trabalhadores que, desde 24 de Setembro, têm realizado obras de remodelação interior por duração demasiado longa, incluindo o pessoal a tempo inteiro e a tempo parcial; Os trabalhadores destacados, enviados pelas empresas de segurança para o exercício de funções de segurança em diversos estabelecimentos; As pessoas que trabalham em fábricas de lavandaria, independentemente da sua posição.

A estes indivíduos referidos será exigida a realização de quatro (4) testes de ácido nucleico consecutivos, com o intervalo de um (1) dia, quer dizer, os testes serão efectuados nos 1.º, 3.º, 5.º, 7.º dias. No total a partir de segunda-feira , 11 de Outubro, devem ser realizados 4 testes e pretende-se que tudo esteja concluído até ao próximo domingo (dia 17 de Outubro). Por outro lado, se as pessoas que pertencem a estes grupos-alvo não realizarem o teste, por exemplo não o façam por duas vezes em três dias, o Código de Saúde será convertido na cor amarela.

11.000 pessoas marcaram a realização do teste no âmbito do plano de teste de ácido nucleico com alta frequência, no dia 10 de Outubro e mais 4.000 pessoas tinham agendado o teste para segunda-feira. O numero de participantes pode ultrapassar as 15.000 pessoas. O número real será anunciado após a análise das estatísticas.

Actualmente, os cinco postos de teste de ácido nucleico podem fornecer mais de 30000 vagas de amostras e para responder ao aumento de número de pessoas que realizam teste de ácido nucleico, os diversos postos aumentaram o número de vagas e ajustaram os recursos. ( ver detalhes: https://www.gcs.gov.mo/detail/pt/N21JJfRf0z?4). Devido aos horários de serviço de algumas pessoas, as autoridades estão a negociar com as entidades de testes terceiras o prolongamento do horário de funcionamento dos postos.

O médico-adjunto Dr. Lei Wai Seng explicou o decurso da mudança de instalações do Bloco I do Edificio Sam Mei On, que teve inicio as 08h00 do 10 de Outubro. Esta operação sofreu alguns contratempos devido ao mau tempo, o patio e o terraço dos edifícios se encontrarem em más condições. Foi também identificado que a maior parte dos moradores não residem numa única fracção, mas alteram a sua localização por comunidades, o que provocou atrasos. Para acelerar a operação os diversos serviços aumentaram o numero de recursos humanos para concluir a mudança antes da hora de descanso dos moradores.

Sobre o período de observação médica em isolamento ao qual estes moradores serão submetido em princípio será 14 dias a contar do encerramento do zona, contudo necessita de aguardar a acção de mudança seja concluída e estudar e determinar a intersecção dos grupos do Edifício Sam Mei On e através do teste de ácido nucléico dos residentes,entre outros estudar e determinar a necessidade ou não adjustar o período de observação médica por isolamento. Quando for tomada uma decisão os moradores serão notificados.

Em resposta à pergunta do jornalista sobre se houve distribuição de alimentos em excesso aos moradores do Bloco III do Edificio Bayview, o Dr. Lei Wai Seng relatou em nome do Instituto para os Assuntos Municipais que o tempo para o encerramento da área vedada é imprevisível, por isso, desde logo, os produtos alimentares que podem ser recolhidos de imediato nas lojas de compras são principalmente alimentos que são relativamente fáceis de cozinhar, como massas, biscoitos, enlatados, entre outros, e distribuídos de acordo com uma certa quantidade. Quantidade suficiente para ser utilizada por cerca de uma pessoa numa fracção sem apoio por 2 dias. No entanto, o número de moradores na zona vedada é difícil de saber, daí que nas imagens partilhadas online haja uma grande quantidade de sacos. Se existem 9 sacos esses sacos são para 9 pessoas porque naquela fracção moram nove pessoas. Os moradores recebem alimentos de acordo com as suas necessidades.

A Coordenadora do Núcleo de Prevenção de Doenças Infecciosas e Vigilância de Doença do Centro de Prevenção e Controlo da Doença, Dr.ª Leong Iek Hou relatou que, no dia 9 de Outubro, mais 23 pessoas foram submetidas à observação médica, das quais, 15 são residentes de Macau e 8 não residentes de Macau. Até às 24h00 do dia 9 de Outubro (sábado), o número acumulado de pessoas submetidas à observação médicas era de 51.701. Actualmente, há ainda 1.047 pessoas que se encontram a ser submetidas a observação médica, das quais 1.044 pessoas em hotéis designados e 3 pessoas nas instalações dos Serviços de Saúde. Desde 4 de Outubro, através da investigação epidemiológica há 3.826 pessoas a ser observadas, das quais, 108 contactos próximos, 3.309 pessoas que têm um percurso comum com as pessoas infectadas e 409 contactos próximos por via secundária.

A Dr.ª Leong Iek Hou explicou, ainda que o Laboratório de Saúde Pública dos Serviços de Saúde concluiu o sequenciamento genético do vírus do 72.º ao 75.º pacientes, tendo sido identificada a estirpe do vírus Delta, e suas sequências genéticas são 99,99% semelhantes às do 64.º ao 66.º casos e às do 68.º ao 71.º casos, e apresentam elevado grau de homologia, ou seja, pertencem à mesma cadeia de transmissão. Ao mesmo tempo, através da comparação genética, as suas sequências são próximas às estirpes existentes na Holanda e na Turquia, portanto, determina-se que esteja relacionada com o 64.º caso, ou seja, o indivíduo que viajou da Turquia para Macau.

Sobre o impacto do patrão do 77º caso ter participado nos trabalhos relacionados com o teste de ácido nucleico em massa, a Dr.ª Leong Iek Hou explicou que os testes de ácido nucleico do caso 77 foram realizados nos dias 4, 5, 6 e 7 de Outubro e todos foram negativos, por isso, no dia 4 de Outubro ela. No âmbito da avaliação epidemiológica , foi considerada como não foi infecciosa. Os Serviços de Saúde também tinham já adoptado medidas de prevenção epidémica destinadas às pessoas que tiveram contacto e mesmos percursos com o caso confirmado no dia 4 de Outubro.

O patrão do caso 77 não contactava directamente com os residentes, era responsável pela gestão do posto de teste de ácido nucleico, por outro lado, estava vestido com um conjunto completo de equipamento de protecção pessoal durante o trabalho relevante em teste de ácido nucleico em massa mas, durante o intervalo, removeu a máscara para comunicar com os colegas, os colegas em causa foram classificadas como os indivíduos do contacto próximo e estão submetidos a observação médica. Todos os membros desta família foram definidos como indivíduos de contacto próximo por via secundária no dia 5 de Outubro e foram isoladas em quarentena para efeitos da observação médica No dia em que foi diagnosticado o 77° caso, ou seja, no dia 8 de Outubro, passaram a ser classificados como indivíduos de contacto próximo. Como tem sido hábito, os percursos dos indivíduos de contacto próximo e dos indivíduos do contacto próximo por via secundária, não são divulgados.

Sobre o percurso do 77° caso, Dr.ª Leong Iek Hou afirmou que, após o diagnóstico o Centro de Coordenação de Contingência acompanhou imediatamente as pessoas que tinham um percurso comum e foram tomadas as medidas preventivas de um teste de ácido nucleico no Bloco III do Edifício The Bayview. Ao mesmo tempo, foram revistas cuidadosamente as actividades comunitárias do 77° caso no dia 4 de Outubro, e através de vídeo de vigilância, procuraram-se aqueles que estiveram no mesmo elevador com o 77° caso. As pessoas identificadas nos mesmos elevadores foram enviadas para observação médica. O Caso 77 recorreu, ainda, a teste de ácido nucleico em massa na Casa de Educação de Vida Sadia na noite de 4 de Outubro. No âmbito das medidas preventivas, o Centro de Coordenação de Contingência determinou que as 10 pessoas na fila que estavam à sua frente e 10 pessoas que se encontravam a trás dela devem ser submetidas a observação médica.

Na conferência, O Chefe do Departamento do Ensino Não Superior dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude, Dr. Wong Ka Ki relatou a sitação sobre o regresso a Zhuhai dos estudantes que estão em Macau com o apoio da DSEDJ, assim como os programas de aprendizagem em casa por parte dos estudantes.

A Chefe da Divisão de Relações Públicas da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Lam Tong Hou reportou o número de pessoas em observação médica em hotéis designados, bem como a organização de transporte do pessoal entre os hotéis de observação médica.

O Chefe da Divisão de Operações e Comunicações do Corpo de Polícia de Segurança Pública, Dr. Ma Chio Hong relatou a situação da cidade e a situação de entradas e saídas de Macau;

Estiveram presentes na conferência de imprensa: o Médico-Adjunto da Direcção do Centro Hospitalar Conde de São Januário, Dr. Lei Wai Seng, o Médico-Adjunto da Direcção do Centro Hospitalar Conde de São Januário, Dr. Tai Wa Hou, o Chefe do Departamento do Ensino Não Superior dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude, Dr. Wong Ka Ki, o Chefe da Divisão de Operações e Comunicações do Corpo de Polícia de Segurança Pública, Dr. Ma Chio Hong, a Chefe da Divisão de Relações Públicas da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Lam Tong Hou e a Coordenadora do Núcleo de Prevenção de Doenças Infecciosas e Vigilância de Doença do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar