Concluída a observação médica os moradores do edifício San Mei On regressam a casa

O Governo da Região Administrativa Especial de Macau coordenou com empresas de autocarro o transporte dos 780 moradores do hotel de observação médica para o seu domicílio no edifício San Mei On (Bloco I), cuja ordem de quarentena terminou hoje (19 de Outubro).

A ordem de quarentena dos moradores do edifício San Mei On (Bloco I) termina, hoje (19 de Outubro). O Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) coordenou, esta manhã, com empresas de autocarros o transporte de 780 moradores do hotel de observação médica para o seu domicílio no edifício San Mei On.

Tendo em consideração que a saída em simultâneo de 780 pessoas do hotel de observação médica para o edifício San Mei On poderia influenciar os transportes públicos, na circulação rodoviária ou o facto de parte das famílias incluírem idosos, crianças ou indivíduos com dificuldade de locomoção, a Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) coordenou com as empresas de autocarros para organizar shuttle bus de ida e volta entre o Hotel Tesouro e a paragem de autocarro perto do edifício San Mei On.

Os Serviços de Saúde (SSM) e a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) enviaram, ontem (18 de Outubro), informações por escrito e através dos serviços de mensagens instantâneas aos moradores do edifício San Mei On sobre o regresso ao domicílio. De igual modo, o Instituto de Acção Social (IAS) contactou, ontem, cerca de 40 moradores com necessidades especiais, por forma a providenciar ajuda e proceder aos devidos preparativos.

Por outro lado, desde as 06h00 de hoje, os funcionários do hotel distribuíram nos quartos, junto dos moradores, uma ordem assinada da conclusão da quarentena para confirmação da sua identidade junto do pessoal dos Serviços de Alfândega no lobby do hotel antes do regresso. Com a coordenação do tráfego pelo Corpo de Polícia de Segurança Pública , o shuttle bus transportou os moradores até à paragem de autocarros perto do edifício enquanto o Corpo de Bombeiros apoiou também no transporte dos moradores com necessidades especiais.

Para este caso de observação médica foram utilizados cerca de 400 quartos do Hotel Tesouro. Durante este período, o hotel adoptou uma gestão de circuito fechado, onde o funcionamento da unidade hoteleira e o pessoal cumpriram, rigorosamente, as instruções de prevenção pandémica emitidas pelos SSM. O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM), durante o período de observação médica dos moradores, esteve responsável pelo reforço da limpeza e desinfecção do edifício.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar