Resultados do inquérito às despesas dos visitantes referente ao 3º trimestre de 2021


No terceiro trimestre de 2021 a despesa total dos visitantes (excluindo a despesa no jogo) foi de 4,80 mil milhões de Patacas, mais 374,3%, em termos anuais, devido ao acréscimo homólogo significativo do número de visitantes entrados em Macau (+143,6%) e ao crescimento da despesa per capita dos visitantes. Salienta-se que a despesa total dos turistas (4,22 mil milhões de Patacas) e a dos excursionistas (580 milhões de Patacas) aumentaram 481,3% e 102,8%, respectivamente. Nos três primeiros trimestres de 2021 a despesa total dos visitantes totalizou 18,14 mil milhões de Patacas, mais 199,3%, face ao período homólogo de 2020, informam os Serviços de Estatística e Censos.

A despesa per capita dos visitantes no trimestre em análise cifrou-se em 2.626 Patacas, aumentando 94,7%, face ao terceiro trimestre de 2020. A despesa per capita dos visitantes do Interior da China correspondeu a 2.597 Patacas, mais 93,4%, em termos anuais. Destaca-se que a despesa per capita dos visitantes do Interior da China com visto individual (5.917 Patacas) subiu 52,3%. Além destas, a despesa per capita dos turistas (4.994 Patacas) e a dos excursionistas (590 Patacas) ascenderam 74,8% e 2,4%, respectivamente, em termos anuais.

Relativamente ao tipo de despesas, observou-se que a maior parte das despesas dos visitantes foi realizada em compras (61,0% da despesa per capita) no trimestre em análise, seguindo-se as despesas em alojamento (18,6%) e em alimentação (15,9%). A despesa per capita dos visitantes em compras foi de 1.603 Patacas, mais 77,6%, em termos anuais, salientando-se que as despesas efectuadas em produtos cosméticos/perfumes (501 Patacas) e em malas/sapatos (313 Patacas) aumentaram 22,4% e 530,2%, respectivamente. Analisando por principal motivo da visita a Macau, as despesas per capita dos visitantes que vieram passar férias (5.574 Patacas) e fazer compras (3.019 Patacas) subiram 36,1% e 186,0%, respectivamente, em termos anuais.

De acordo com os comentários dos visitantes relativos ao terceiro trimestre de 2021, as proporções dos visitantes satisfeitos com os serviços das lojas (93,2%) e os serviços dos restaurantes e similares (91,4%) cresceram ambas 0,2 pontos percentuais, face às do trimestre precedente. Contudo, as proporções dos visitantes satisfeitos com os restantes serviços e instalações registaram descidas distintas. Realça-se que as proporções dos visitantes satisfeitos com os equipamentos/instalações públicos (94,4%), os estabelecimentos de jogo (87,6%) e os transportes públicos (85,7%) diminuíram: 1,0; 3,4 e 3,2 pontos percentuais, respectivamente, em termos trimestrais. Além destas, 70,2% dos visitantes consideraram suficientes os pontos turísticos de Macau, menos 3,8 pontos percentuais, face ao segundo trimestre de 2021.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar