Portal do Governo da RAE de Macau

Notícias

“Workshop sobre a integração entre o Sistema de Informação Geográfica (GIS) Móvel e o Levantamento de Solos” organizado pela Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro;e a actualização do software «Macau GeoGuide»

O “Workshop sobre a integração entre o Sistema de Informação Geográfica (GIS) Móvel e o Levantamento de Solos”, organizado pela Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro e co-organizado pela “Leica Geosystems Ltd., Hong Kong”, foi realizado no dia 6 de Julho na Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro. Nos últimos anos, o uso de Sistema de Informação Geográfica (GIS) tornou-se cada vez mais amplo, no qual as funcionalidades como o tratamento e a análise de dados desempenham um papel importante e promotor no desenvolvimento da área topo-cartográfica. Nesse contexto, a Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro e a “Leica Geosystems Ltd., Hong Kong” realizaram um “Workshop” sobre o levantamento de solos, compartilhando os últimos desenvolvimento e técnicas do sistema de posicionamento global por satélite GNSS, introduzindo soluções de integração do Sistema de Informação Geográfica (GIS) Móvel no uso do levantamento de solos. Mais de 40 funcionários provenientes da Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes, Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, Laboratório de Engenharia Civil, e da Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro participaram no “Workshop”. Um técnico da “Leica Geosystems Ltd.” proveniente da Suíça fez a introdução de uma nova resolução designada por “Leica MobileMatriX” que suporta diversos sensores para levantamentos e que se aplica na resolução de recolha de dados de GIS no exterior. Esta possibilita a integração directa dos dados obtidos no exterior para as plataformas dos sistemas GIS, o que permite melhorar o fluxo e elevar a eficiência de trabalho. Com o contínuo desenvolvimento do GNSS, o “Workshop” abordou sobre a evolução e o desenvolvimento dos sistemas de navegação por satélite como o “GPS” dos EUA, o “GLONASS” da Rússia, e o “GALILEO” da Comunidade Europeia, bem como o último desenvolvimento dos respectivos projectos de modernização, o que permitiu a actualização do conhecimento topo-cartográfico e tecnico-científico dos participantes. Além disso, foi dada a introdução à teoria e à prática da aplicação da rede de estações GPS de referência e do Posicionamento RTK (Real Time Kinematic). Face ao uso do GIS móvel como resolução para a concretização eficiente do levantamento topo-cartográfico, foram realizados demonstração técnica e respectivo esclarecimento. Os utentes ao proceder a actualização e manutenção da base de dados, podem recolher directamente os dados de GIS, como exemplo, no levantamento das coordenadas de construção, os utentes podem em simultâneo recolher dados como números policiais e nomes da construção, o que permite simplificar o fluxo de trabalho. Os participantes no “Workshop” partilharam as experiências sobre as circunstâncias do uso das técnicas de navegação e posicionamento nos próprios sectores de trabalho topográfico, e com esta ocasião promoveram a cooperação e a partilha de experiências entre os funcionários dos serviços análogos no governo, o que permite o desenvolvimento sustentável no uso de sistema de informação geográfica e da técnica topo-cartográfica da RAEM. Desde o lançamento no fim de 2006, a versão PC do «Macau GeoGuide», explorado pela Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, recebeu boas aceitações dos habitantes e visitantes de Macau, e foi registado um “download” deste software via Internet em mais de 20000 vezes, tornando-se portanto um software essencial no “desktop” para os utentes de PC. A última versão 2007 foi lançada recentemente, na qual adicionou dados sobre mais de 50 prédios e actualizou níveis para vias, águas, zonas verdes, limites, entre outros, mostrando a informação geográfica recente de Macau. Foram acrescentadas ainda três funcionalidades: “marcador de mapa”, “medição de área”, e “actualização online” que permitem aos utentes visualizar, fazer pesquisas e actualizar mapas. «Macau GeoGuide versão PC» é um software de mapa electrónico cuja plataforma é constituída por PC que permite aos utentes fazerem pesquisas às informações geográficas de Macau sem necessidade de aceder à Internet. Este software tem funções fundamentais como a visualização de mapa e as pesquisas de objectos topográficos e de itinerário e caracteriza-se principalmente pela integração do mapa com a rede de vias inteligente de Macau que visa demonstrar os sentidos do trânsito, incluindo os sinais de restrição e as indicações para facultar aos utentes as soluções possíveis de direcção nas esquinas e destina-se à consulta de itinerário cómodo entre pontos propostos. Os utentes, ao seleccionar os pontos de partida e de chegada, podem através do cálculo feito pelo sistema demonstrar e conhecer o itinerário mais curto entre os dois pontos propostos. «Macau GeoGuide – versão PC» inclui interface em línguas chinesa e inglesa, os mapas podem ser convertidos interactivamente entre quatro línguas ou caracteres: chinês tradicional/chinês simplificada/inglês/português. Os dados no «Macau GeoGuide – versão Pocket PC 2003» também foram actualizados. Os cidadãos podem efectuar o download dos dois softwares gratuitos através do website da Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro http://www.dscc.gov.mo/geoguide/. Para qualquer dúvida, queira telefonar o n.º (853) 2834 0040.



O túnel rodoviário da Praça do Tap Seac entrará em funcionamento em Julho

Os testes de circulação do túnel rodoviário da Praça do Tap Seac realizados no dia 10 de Julho a DSSOPT contaram com presença dos representantes da DSSOPT, da empresa projectista e de ambas as concessionárias dos serviços de autocarros. No balanço destes testes, a Administração considera que se encontram reunidas as condições para a sua abertura, estando assim planeado para Julho a sua abertura oficial ao público. Neste dia foram realizados pelos técnicos da DSSOPT e de ambas as concessionárias dos serviços de autocarros diversos testes de circulação em vários locais do túnel. Nestes testes foram ensaios de pormenor em diversos locais do túnel utilizando dois autocarros de grandes dimensões transportando carga pesada (com peso bruto equivalente ao peso dos autocarros cheio de passageiros), nomeadamente nos acessos de entrada e de saída do túnel. A par disso, foram ainda realizados testes em pormenor utilizando estes dois autocarros simulando as diversas situações de trânsito no interior do túnel, nomeadamente as situação de trânsito lento, circulação em paralelo e a verificação da distância entre o fundo da chassis do autocarro e do pavimento. Dos resultados dos ensaios e do balanço realizados, a DSSOPT decidiu que esta ligação subterrânea rodoviária será aberta ao trânsito em Julho. Assim sendo, em conjugação com o trânsito rodoviário na altura, a DSSOPT está no momento a proceder a optimização do equipamento de apoio das imediações, em que a par da instalação da sinalização semafórica destinada a alertar os condutores, serão ainda instalados em locais visíveis as sinalizações de advertência e de trânsito. Além disso, a fim de monitorizar a situação do trânsito no interior do túnel, será ainda instalado um sistema de gravação e de monitorização durante 24 horas que entrará em funcionamento a partir do momento em que o túnel for aberto ao trânsito. A fim de garantir a qualidade da obra, a Administração exige que no prazo de 2 anos após a recepção da obra da Praça do Tap Seac é do encargo do empreiteiro a realização dos respectivos trabalhos de reparação e de conservação, em que caso a Administração considere que seja necessário proceder às devidas correcções, será exigido ao empreiteiro a realização dos respectivos trabalhos de reparação. Com o intuito de promover a prosperidade económica da zona envolvente da Avenida do Conselheiro Ferreira de Almeida e da Freguesia de S. Lázaro, em 2002 foi proposto a alteração do modelo desta zona para zona afecta à indústria criativa, cujo âmbito compreende a execução dos trabalhos de embelezamento da vias envolventes da Freguesia de S. Lázaro e da comunicação viária à Fortaleza do Monte, assim como a reformulação do Campo do Tap Seac numa Praça, a fim de transformá-lo numa zona de lazer e exclusivamente pedonal, permitindo assim realçar as cores histórico-culturais desta zona, torná-la num ponto turístico mais atractivo e criar melhores condições para esta zona em prol da exploração comercial. A Administração veio consultar a opinião pública quanto ao projecto, tendo ainda durante este período trocado várias vezes impressões com os comerciantes e os moradores da zona envolvente da Avenida do Conselheiro Ferreira de Almeida. A 1.º fase das obras de reordenamento e de embelezamento das vias envolventes da Freguesia de S. Lázaro e da ligação viária à Fortaleza do Monte tiveram início em 2002. No que refere ao plano de requalificação da Praça do Tap Seac, após a realização de profundos estudos sobre o assunto, nomeadamente em termos da viabilidade da execução da obra, e do estudo destinado a evitar que a escavação do túnel rodoviário venha a causar impacto na estrutura do património arquitectónico e histórico existente nas imediações, a empresa projectista veio introduzir alterações na concepção do túnel rodoviário, sendo que a concepção de um túnel rodoviário rectilíneo com ligação deste a agência do Banco da China, sita na Avenida do Conselheiro Ferreira de Almeida, até a Rua de Sacadura Cabral, foi alterada pela concepção de um túnel em formato de “U”. E após ter sido consultada a opinião pública quanto a esta nova concepção, foi formalmente dado início em Maio de 2005 a execução das obras de requalificação da Praça do Tap Seac. O projecto de arquitectura desta obra tem a assinatura do Arquitecto Carlos Alberto dos Santos Marreiros e o projecto de estrutura é da autoria do Engenheiro Chui Sai Peng. Esta obra contou também com a participação do Arquitecto José Celestino da Silva Maneiras, sendo o empreiteiro da obra a Companhia de Construção Shun Heng, Limitada.


Polícia entregou ao Serviço de Urgência Pediátrica do CHCSJ dois recém-nascidos abandonados

Hoje pelas 2:50, a Polícia entregou ao Serviço de Urgência Pediátrica do Centro Hospitalar Conde de São Januário dois recém-nascidos que se presume terem sido abandonados. Aquando da sua chegada, o seu estado de saúde era muito grave, estando extremamente desidratados e com febre alta, razão pela qual o pessoal de saúde procedeu à sua imediata reanimação. Neste momento, os dois recém-nascidos ainda se encontram em situação crítica e necessitam de se manter hospitalizados para observação mais pormenorizada.


O Governo da RAEM realizou Encontro sobre Administração Íntegra para reforçar a construção de uma administração incorrupta

A Secretária para a Administração e Justiça e mais de uma centena de dirigentes e chefias dos diversos serviços públicos da sua tutela participaram, hoje (dia 12), no Encontro sobre Administração Íntegra. A Secretária salientou que com o rápido desenvolvimento sócio-económico registado em Macau, é exigido aos trabalhadores da função pública da RAEM um comportamento mais íntegro. O Programa da Reforma da Administração Pública publicitado pelo Governo da RAEM, tem como objectivo esforçar-se para assegurar a construção de uma sociedade incorrupta. Através da cooperação estreita entre os Serviços Públicos da RAEM e o Comissariado contra a Corrupção, foi definida uma série de orientações sobre a integridade e sobre os deveres dos trabalhadores da função pública, nomeadamente “Orientações para uma Conduta Íntegra dos Trabalhadores da Administração Pública” e “Propostas para Elaboração do Código de Integridade para os Serviços/Instituições Públicas”, destinadas à criação, em conjunto, de uma cultura incorrupta. O Governo da RAEM tem vindo a reforçar os trabalhos relativos à educação, formação e intercâmbio sobre a integridade, e irá também aperfeiçoar, de diversas formas, os regimes do Governo. Além disso, o Governo da RAEM que tendo participado activamente em actividades de cooperação regional e internacional, no sentido de combater, em conjunto, a corrupção transfronteiriça, irá também aproveitar a cooperação e a interacção com residentes, associações e instituições comerciais para reforçar a consciência incorrupta na nossa sociedade. A Secretária Florinda Chan referiu que a luta contra a corrupção e a promoção da integridade, para além de constituir uma importante tarefa da RAEM, é igualmente um tema universal. O Governo da RAEM, com base no cumprimento rigoroso da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, elaborará, através do reforço da cooperação entre os serviços competentes e o Comissariado contra a Corrupção, um diploma aplicável em Macau, implementando o conteúdo da Convenção. Paralelamente, adoptará medidas eficazes e definirá orientações, para que todos os funcionários procedam, em todas as vertentes, à necessária coordenação, a fim de aprofundar, sem interrupção, os trabalhos relativos à construção de uma administração incorrupta, estabelecendo, em conjunto, uma equipa de trabalhadores da função pública incorrupta e altamente eficiente, e empenhada na elevação da capacidade de governação e da confiança no Governo. O Encontro sobre Administração Íntegra que teve lugar, hoje à tarde, na Sala Lótus do World Trade Centre, foi organizado pelo Comissariado contra a Corrupção e pelo Gabinete da Secretária para a Administração e Justiça, tendo como oradores, a Adjunta do Comissariado contra a Corrupção da RAEM, Tou Wai Fong e o Chefe do Departamento de Prevenção de Corrupção do ICAC da RAEHK, Chan Chi San. Os presentes, para além de compartilharem as suas experiências e conhecimentos sobre a construção de uma administração incorrupta adquiridos nas entidades a que pertencem, apresentaram, também, opiniões e sugestões sobre o modo de aperfeiçoar os trabalhos contra a corrupção e de elevar a transparência dos mesmos.


Excursões e Ocupação Hoteleira referentes a Maio de 2007

Entraram no Território em Maio de 2007, 289.226 visitantes através de viagens turísticas organizadas pelas agências de viagem, os quais aumentaram 21,3% em comparação com os do mês homólogo de 2006. Os visitantes eram provenientes principalmente da China Continental, com 189.086, os quais face a Maio de 2006 traduzem uma diminuição de 2,2%, seguindo-se os de Taiwan, China (32.630) e de Hong Kong (22.012), que cresceram substancialmente 128,2% e 193,8% respectivamente. Nos primeiros cinco meses de 2007, o número de visitantes que chegaram a Macau, através de viagens turísticas organizadas pelas agências de viagem, atingiu 1.698.338, o que representa um aumento de 36,5%, face ao período homólogo de 2006. Em Maio de 2007, o número de residentes de Macau que viajaram para o exterior em excursão foi de 13.370, correspondendo a uma descida de 32,7% em relação ao idêntico mês do ano transacto. A China Continental, a Tailândia e o Japão foram as três principais preferências dos residentes de Macau, com 70,5%; 8,8% e 5,1%, respectivamente. Nos primeiros cinco meses de 2007, registou-se um decréscimo de 28,8% no número de residentes (77.483) que viajaram para o exterior em excursão, relativamente ao mesmo período de 2006. Por seu turno, o número de residentes de Macau que viajaram para o exterior, sem ser em excursão, mas com recurso a serviços prestados pelas agências de viagem, foi de 24.098, representando uma diminuição de 8,7% face a Maio de 2006. Os destinos preferidos desses indivíduos foram Hong Kong (37,6%), a China Continental (30,8%) e Taiwan, China (14,2%). Nos primeiros cinco meses de 2007, 125.018 residentes viajaram para o exterior desta maneira, mas relativamente ao mesmo período de 2006 este número baixou 12,8%. O número total de quartos disponíveis dos hotéis e estabelecimentos similares no fim de Maio de 2007 foi de 13.052 o que corresponde a um crescimento de 15,2%, ou seja, +1.727 quartos, comparativamente ao idêntico mês de 2006. Registaram-se em Maio de 2007, 453.669 hóspedes nos hotéis e estabelecimentos similares do Território, o que representa um acréscimo de 32,3% relativamente ao mês homólogo de 2006. A taxa de ocupação média dos estabelecimentos hoteleiros cresceu 6,9 pontos percentuais, atingindo 72,3%. A taxa de ocupação média dos hotéis de 4 estrelas situou-se em primeiro lugar, com 77,6%. Em termos de permanência dos hóspedes foi observada uma média de 1,26 noites, correspondendo a um aumento de 0,11 noites. Os principais mercados da indústria hoteleira de Macau foram a China Continental e Hong Kong, representando 51,3% e 26,7% do total, respectivamente. Nos primeiros cinco meses de 2007, os estabelecimentos hoteleiros registaram 2.287.312 hóspedes, ou seja, +26,2% em relação ao mesmo período de 2006. No período em análise, o número de hóspedes dos estabelecimentos hoteleiros representou 42,7% do total de turistas, esta percentagem foi superior à registada no período homólogo de 2006 (40,5%).



The Institute For Tourism Studies hosted the UNESCO Cultural Heritage Specialist Guide (Macao)Certificate Presentation Ceremony

The UNESCO Cultural Heritage Specialist Guide (Macao) Certificate Presentation Ceremony took place at IFT today. The Secretary for Social Affairs and Culture, Dr. Chui Sai On, UNESCO Regional Advisor for Culture in Asia and the Pacific, Dr. Richard Engelhardt and President of IFT, Dr. Fanny Vong presided over the ceremony. 8 UNESCO Cultural Heritage Specialist Guide Certified Trainer and 20 UNESCO Cultural Heritage Specialist Guide for the Historic Centre of Macao were awarded badge and certificate. Macao’s historic relics indulge tourists in great pleasure and appreciation. In 2005, “The Historic Centre of Macao” was officially inscribed in the UNESCO’s prestigious World Heritage List by the World Heritage Committee. Since then, the number of tourists arrival to admire our World Heritage Sites has risen substantially. Macao government has always been devoted to promoting “Cultural Heritage Tours”, expecting to build the image of Macao as a “Culture Capital”. 2006 was “World Heritage Year of Macao” and government launched more special tourist products and programmes related to the world heritage. Moreover, the revision of legislation in terms of heritage protection is also in progress in order to reinforce the protection of Macao cultural heritage. Nonetheless, to promote the wellbeing of the heritage sites a new breed of responsible and informed tourists is indispensable; therefore, heritage guides play an important role in educating the visitors abut the authentic values of the sites and codes of responsible conduct. For this purpose, the UNESCO-ICCROM Asian Academy for Heritage Management launched the Cultural Heritage Specialist Guide Programme in 2005. IFT as a founding member of the UNESCO-ICCROM Asian Academy for Heritage Management, serves as the regional focal point with UNESCO providing technical advisory services and oversight. Through this programme, UNESCO, IFT and the national training institutions offering related training courses will officially train, examine and accredit guides. The Cultural Heritage Specialist Guide Programme is a regional certification programme, helping licensed tour guides who intend to become a UNESCO cultural heritage specialist guide to obtain the qualification. This programme features 2 parts: First part: Macao Heritage Tour Guide Course (country/region module)
This course mainly teaches the significance, protection, interpreting, guiding the visitors to behave appropriately and also how a heritage guide can support the sustainable tourism, etc. If the students pass the examination can be awarded a certificate of completion as well as a “Macao Heritage Tour Guide” identification card. Second part: UNESCO Cultural Heritage Interpretation Course (UNESCO World Cultural Heritage general knowledge module)
This course is applicable for the all countries and regions which want to train the World Cultural Heritage Guide. This course addresses issues related to developing tourism at World Heritage Sites, such as learning UNESCO Cultural Heritage Sites, protecting and managing cultural heritages, influencing visitors’ behaviour and relationship between cultural heritage guides and the communities. Participants who have successfully completed both modules and obtained a minimum score of 70% in both final examinations, they can be awarded the UNESCO Cultural Heritage Specialist Guide (Macao) Badge and Certificate. IFT, as the regional focal point, professors since 2006 were invited by UNESCO to conduct the UNESCO Cultural Heritage Interpretation Course in Bhutan, Laos and Malaysia. Later, they will also conduct this course in Vietnam, Thailand and Mainland China (Yunnan). With the rapid development of the tourism industry, Macao’s economy has never been more booming. Mobilised merely by the gaming sector, the tourism industry has to rise to the diversification in order to continue its significant expansion. This is also the policy implemented vigorously by government during the last few years. “Cultural Heritage Tours” not only can attract great variety of tourists, but can also enhance the promotion of Macao’s image as a “Culture Capital”. The economic value of cultural heritage is important, but what we should cherish more is the cultural and historical value. “The Historic Centre of Macao” vividly demonstrates the essence of over 400 years of cultural exchange between the West and Chinese civilisation. Therefore, protecting Macao cultural relics and world heritage is all Macao citizens’ responsibility. Heritage guides’ duty is to enable the visitors to understand the authentic value of cultural heritage and raise their awareness in heritage protection. World heritage is the witness and essence of the human civilisation evolution, we should safeguard and cherish this common treasure of all human beings, then their breathtaking charm and intrinsic beauty would last forever, passing form generation to generation.


Workshops sobre “Como aproveitar as oportunidades de negócios na área de convenções e exposições” – 1a sessão

No sentido de prestar um maior apoio às pequenas e médias empresas (PMEs) para a promoção dos seus produtos e o aproveitamento das oportunidades de negócios, dinamizando o desenvolvimento da indústria de convenções e exposições local e proporcionando mais informações sobre esta área para as PMEs, o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) irá realizar uma série de workshops sobre “Como aproveitar as oportunidades de negócios na área de convenções e exposições”, destinados às PMEs locais, sendo a 1a sessão intitulada “Como as PMEs poderão aproveitar a plataforma de exposições para a promoção das suas actividades”, realizada em cantonense, com vista a elevar o nível de participação dos operadores da indústria e das instituições relacionadas, como expositores, permitindo-lhes agarrar oportunidades e enfrentar desafios, fortalecendo passo a passo a sua presença nas feiras e exposições de Macau em vez de irem sempre às exposições no exterior. O referido Workshop sobre “Como as PMEs poderão aproveitar a plataforma de exposições para a promoção das suas actividades” (gratuito), sob a organização conjunta do IPIM, da Associação Industrial de Macau e da Associação dos Exportadores e Importadores de Macau, e a co-organização da Associação de Convenções e Exposições de Macau, da Associação de Comércio e Exposições de Macau e da Associação das Companhias e Serviços de Publicidade de Macau, terá lugar no dia 13 de Julho de 2007, pelas 15:00 horas, na sala de reunião polivalente do “Macao Business Support Centre (MBSC)”, situada na Alameda Dr. Carlos d’Assumpção, no 263, Edif. China Civil Plaza, 19o andar, Macau. Vários profissionais consagrados da indústria de convenções e exposições estarão presentes no Workshop para partilhar as suas valiosas experiências, no sentido de conseguir uma maior participação, no futuro, das PMEs neste tipo de actividades, com vista a melhores êxitos. Neste momento, o IPIM está a receber os pedidos das empresas locais e dos respectivos gestores administrativos para a inscrição no Workshop, até à data limite de 11 de Julho, devendo os interessados consultar a Dra. Elaine Wong (número de telefone: 853-7989152) ou a Sra. Diana Chu (número de telefone: 853-7989226), ambas do IPIM, ou proceder à inscrição na rede através de www.ipim.gov.mo, ou de www.mif.com (com vagas limitadas, a inscrição será efectuada em regime de “quem primeiro chega, primeiro é servido”).


Cheong Kuoc Va e delegação de Macau visitam Sichuan e Tibete (Tradução do GCS)

O secretário para a Segurança, Cheong Kuoc Va, à frente de uma delegação, deslocou-se, no passado dia 3 de Julho, à província de Sichuan e à Região Autónoma do Tibete, onde teve encontros com os respectivos responsáveis do departamento de segurança. Esta visita e encontros serviram para intensificar o intercâmbio entre as autoridades policiais de Macau e as suas congéneres daquelas duas regiões. Durante a visita, que decorreu de 3 a 8 de Julho, Cheong Kuoc Va e respectiva delegação começaram por ter encontros com o sub-chefe do Departamento de Segurança da província de Sichuan na cidade de Chengdu, Zhao Jian, no qual ambas as partes fizeram um balanço do intercâmbio e situação de cooperação e da troca de informação sobre segurança dos últimos anos, tendo ainda abordado o reforço da cooperação entre as autoridades policiais destas duas regiões, nomeadamente no combate transfronteiriço e outros tipos de crimes. A delegação seguiu, posteriormente, para a capital da Região Autónoma do Tibete, Lhasa, onde foi recebida, calorosamente, pelo sub-chefe do Departamento de Segurança daquela Região, Lei Jinxiang. Durante o encontro, ambas as partes manifestaram o desejo de criar relações entre as autoridades policiais de Macau e do Tibete, adaptando-se às necessidades da nova situação e iniciar a cooperação em várias vertentes entre as autoridades destes dois territórios.