A partir de um equipamento proposto por Fabrice Guillot, director artístico da Retouramont, empresa especialista em técnicas aéreas, o coreógrafo Mourad Merzouki liberta-se do chão. Depois de confrontar a terceira dimensão com Pixel, o seu espectáculo anterior, Merzouki abre o hip hop a todo um novo campo de possibilidades.

Na vertical, e encontrando um novo apoio, dez dançarinos deslizam no ar. “A relação com o chão, que é essencial para o dançarino de hip hop, é fundamentalmente modificada”, diz Merzouki. Os jogos de contacto entre os artistas funcionam através de impulsos: o dançarino pode ser alternadamente a base e o transportador ou, ao contrário, um trapezista, uma marioneta animada pelo contrapeso dos seus parceiros no chão.

O compositor Armand Amar acompanha as acrobacias combinando instrumentos electrónicos e de cordas. Vertikal tece uniões e traça novas linhas de fuga no espaço, mantendo o vocabulário do hip hop.

Duração: Aproximadamente 1 hora e 10 minutos, sem intervalo

Direcção Artística e Coreografia: Mourad Merzouki
Design Musical: Armand Amar
Palco Aéreo: Fabrice Guillot
Cenografia e Guarda-roupa: Benjamin Lebreton e Pascale Robin
Co-produção: CCN Créteil & Val-de-Marne / Cie Käfig, Biennale de la danse de Lyon 2018, Scène nationale du Sud-Aquitain e Maison des Arts de Créteil

Mais detalhes

Grande Abertura Vertikal 


Conteúdo fornecido por: Instituto Cultural (IC)

Última actualização: 2019-03-27 21:51

Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar