Serviços de Saúde confirmam segundo caso importado de febre de dengue de 2018

Os Serviços de Saúde confirmaram hoje (8 de Março ) um caso importado de febre de dengue registado num doente do sexo masculino, de 38 anos de idade, trabalhador não residente, de nacionalidade malaia ( Malásia) morador na Rua Central da Areia Preta.

Entre os dias 11 e 26 de Fevereiro este trabalhador esteve na Malásia a visitar a família. Regressou a Macau no passado dia 2 de Março, e manifestou sintomas de febre, dor de cabeça e muscular, tendo recorrido a apoio médico numa instituição médica privada. No dia 6 apresentou erupção cutânea e no dia 7 de Março recorreu ao Hospital Kiang Wu onde foi sujeito ao teste da Febre de dengue.

No dia 8 de Março o resultado do teste de PCR do Laboratório de Saúde Pública revelou Febre de dengue de tipo I. De acordo com o historial de viagem, com o período de aparecimento de sintomas e com o resultado laboratorial, este foi considerado como sendo o segundo (2°) caso importado de Febre de Dengue de 2018.

O doente está internado no Hospital Kiang Wu a receber tratamento e o seu estado clínico é considerado estável. De momento, a família do paciente na Malásia, os amigos e colegas que habitam com o paciente não apresentam sintomas de febre de dengue.

Os Serviços de Saúde vão proceder à eliminação de mosquitos na área de residência do paciente, apelando à colaboração dos residentes daquela zona para que tomem também medidas preventivas anti-mosquitos.

Os Serviços de Saúde apelam novamente a todos os residentes de Macau para que dêem a devida atenção à higiene ambiental e às medidas de prevenção anunciadas, as quais passam, também, pela eliminação de água estagnada no domicílio ou local de trabalho, eliminando, assim, a proliferação de mosquitos e de larvas, bem como instalação de rede mosquiteira nas janelas ou uso de mosquiteiros e, ligar o ar condicionado.

Apela-se ainda à população que quando esteja no exterior ou viaje a locais com surto de febre de dengue, para vestir roupa com mangas. Aquando de saídas ao ar livre, deve ser aplicado repelente anti-mosquitos nas partes expostas do corpo e evitar picadelas de mosquitos. Caso surjam sintomas de febre, erupção cutânea e outros sintomas suspeitos de febre de dengue, deve recorrer atempadamente à consulta médica, informando o médico do historial de viagem.

Para além disso, os Serviços de Saúde também apelam a todos os médicos para estarem atentos a pacientes suspeitos de febre de dengue, bem como procederem à respectiva declaração e teste atempadamente.

O Laboratório de Saúde Pública dos Serviços de Saúde proporciona, de forma gratuita, o teste da febre de dengue a todas as instituições médicas. Para mais informações, os cidadãos podem ligar para a linha de doenças transmissíveis dos Serviços de Saúde n.º 28 700 800 ou consultar as informações de doenças transmissíveis no sítio electrónico dos Serviços de Saúde http://www.ssm.gov.mo/csr/.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar