Dados de doenças de declaração obrigatória do mês de Fevereiro de 2019 – Serviços de Saúde

Para que seja efectuada uma monitorização contínua, mais eficaz, das doenças transmissíveis e do domínio da tendência epidémica de doenças transmissíveis na Região Administrativa Especial de Macau, os Serviços de Saúde determinaram, de acordo com a Lei de Prevenção, Controlo e Tratamento de Doenças Transmissíveis e do Mecanismo de Doenças Transmissíveis de Declaração Obrigatória que os responsáveis pelos organismos de saúde pública e privados, os médicos que efectuam o primeiro diagnóstico, os médicos responsáveis pelo preenchimento de certificados de óbito e os técnicos responsáveis pela realização de diagnóstico laboratorial são legalmente obrigados a notificar os Serviços de Saúde os casos de doenças transmissíveis detectados no exercício da sua função.

Actualmente, existem 44 tipos de doenças que são abrangidas pela obrigatoriedade de declaração. Com estes dados os Serviços de Saúde podem definir e actualizar as medidas de prevenção e controlo de doenças necessárias.

Os Serviços de Saúde passaram mensalmente a publicar os dados obtidos através da monitorização, permitindo que a sociedade possa ter conhecimento da tendência de evolução de doenças transmissíveis em Macau.

No mês de Fevereiro de 2019, os Serviços de Saúde registaram 1359 situações em que foi efectuada a declaração obrigatória. Verificou-se que existem alterações evidentes em algumas doenças, nomeadamente em casos de influenza (1078 casos) e casos de enterite por rotavírus (18 casos), números que representam uma descida de casos quando comparados com o mês anterior e uma subida com o período homólogo do ano anterior

Foram, também, registados 30 casos de escarlatina, 135 casos de infecção por enterovírus, 4 casos de parotidite e 4 casos de infecção por norovírus, o que representa uma descida de casos em comparação com o período homólogo do ano anterior e uma subida comparada com o mês anterior. Foram, também, registados 37 casos de varicela, números que representam uma diminuição de casos quando comparados com o mês do período homólogo do ano anterior e uma subida relativa ao mês anterior.

Foram ainda registados, em Fevereiro de 2019, 26 casos de tuberculose pulmonar, o que representa uma descida quando comparados com o período homólogo do ano passado; 3 casos de HIV sem manifestação dos sintomas da doença, 3 casos de febre de dengue importado, um caso importado de sarampo e um caso associado com o caso importado de sarampo.

Informações mais pormenorizadas podem ser consultadas através do sítio electrónico dos Serviços de Saúde (http://www.ssm.gov.mo) ou através da linha aberta dos Serviços de Saúde n.º 28 700 800.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar