Centro de Apoio à Demência: Fortalecimento do apoio comunitário aos pacientes com demência e os seus cuidadores através de acções de formação

Palestras de educação em saúde são abrangentes

Em 2018 o governo da RAEM criou o Centro de Apoio à Demência no Centro de Saúde da Ilha Verde, no sentido de fortalecer o apoio aos pacientes e os seus cuidadores, foi disponibilizado apoio abrangente aos pacientes com demência de grau ligeiro e moderado e às suas famílias, através da cooperação interdisciplinar, incluindo consulta de casos, educação em grupo, treino e serviços de suporte, entre outros.

Este centro no âmbito 1ª fase de formação dos pacientes e dos seus cuidadores, realizou 10 secções de treino e educação. A equipa de formadores é composta por profissionais de saúde de várias áreas, incluindo médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, psicólogos, farmacêuticos, nutricionista e outros profissionais relevantes.

As palestras de educação em saúde são: conhecimentos sobre a demência, sintomas comuns de comportamento mental, medicação e a sua orientação para a demência, técnicas sobre cuidados e comunicação em casa, actividades cognitivas domésticas, orientação para alimentação nutricional, segurança doméstica e ambientes para pacientes com demência, ajustamento do stress emocional de cuidadores, serviços comunitários de apoio à demência em Macau, programa de cuidados pessoais, cuidados paliativos e considerações sobre o direito financeiro, bem como terapia de estimulação cognitiva e tratamento memorial, ensino de exercícios aeróbicos, exercícios de equilíbrio, entre outros, de modo a manter as funções físicas existentes e aliviar o agravamento da demência.

As formações apoiam os cuidadores dos doentes com demência de modo a aliviar o stress e enfrentar positivamente todos os problemas. Participaram na 1ª fase 110 pessoas. Será realizada uma 2.ª fase em Abril e Setembro deste ano, esperando que os pacientes continuem a viver numa comunidade familiar e mantenham uma boa qualidade de vida, através dessas formações acima, a fim de Macau avançar o caminho de “Comunidade Amiga na Demência” e melhorar o bem-estar de idosos.

Em resposta aos desafios pelo envelhecimento da população e de demência, desde 2016, o governo implementou uma política de apoio à demência, tendo definindo a meta de “prevenção precoce, detecção precoce, diagnóstico precoce, tratamento precoce, apoio precoce”, fortalecido a promoção e educação na comunidade, tendo criado o Centro de Avaliação e Tratamento da Demência e o Centro de Apoio à Demência, no sentido de construir um sistema ligado entre serviços médicos e cuidados comunitário e promover a estabelecer a “Comunidade Amiga na Demência” .

No mesmo ano o Centro de Avaliação e Tratamento da Demência começou colaborar com todos os Centros de Saúde de Macau, fornecendo ao público a avaliação conveniente e serviços de encaminhamento. Desde a sua criação, o tempo de espera foi reduzido dos 6 meses para menos de 1 mês e o número de pacientes com demência diagnosticados aumentou para mais de 600 pessoas.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar