Left off-canvas

An off-canvas can hold any content you want.

Close this off-canvas by clicking on the backdrop or press the close button in the upper right corner.

 

Some details

  • Width
    240px
  • Height
    100%
  • Body scroll
    disabled
  • Background color
    Default

Promover a ligação entre Portugal e a Grande Baía através de iniciativas de colaboração, diz Secretário Alexis Tam

Governo da RAEM e Ministério da Economia de Portugal assinam memorando na área da formação turística

Promover a ligação entre Portugal e a Grande Baía através de iniciativas de colaboração, diz Secretário Alexis Tam

Governo da RAEM e Ministério da Economia de Portugal assinam memorando na área da formação turística

O Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) e o Ministério da Economia da República Portuguesa assinaram, no dia 14 de Maio, um memorando de entendimento nas vertentes da educação, formação e investigação na área do turismo. O memorando visa promover o desenvolvimento conjunto de acções de formação e programas de graduação dupla, além de estimular a participação recíproca em workshops, seminários, conferências, reuniões, colóquios, estudos e outros projectos de interesse comum. Segundo o acordado, os programas em causa poderão, no futuro, ser abertos a estudantes de toda a Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

O memorando de entendimento – válido por um período inicial de três anos e renovável – foi assinado pelo Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Dr. Alexis Tam Chon Weng, em representação do Governo da RAEM, e pela Secretária de Estado do Turismo de Portugal, Dra. Ana Mendes Godinho. O Instituto de Formação Turística (IFT) foi designado, pelas autoridades da RAEM, como a entidade de Macau responsável pela implementação do memorando.

A assinatura do memorando de entendimento decorreu durante a cerimónia de abertura de um fórum académico de três dias, a decorrer no Estoril, em Portugal. O evento tem como tema o impacto do projecto de desenvolvimento da Grande Baía nas áreas do turismo e da educação, e é co-organizado pelo IFT, pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril e pelo Turismo de Portugal I.P., responsável pela promoção da actividade turística em Portugal. O projecto da Grande Baía é uma iniciativa do Governo Central da República Popular da China, com o objectivo de reforçar a integração regional entre Macau, Hong Kong e nove cidades da vizinha província de Guangdong.

Num discurso proferido durante a cerimónia de abertura do fórum, o Dr. Alexis Tam sublinhou que, “em paralelo com a entrada da República Popular da China numa nova era de desenvolvimento, a indústria do turismo de Macau oferece também oportunidades sem precedentes”. O Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura acrescentou que o projecto da Grande Baía – em conjunto com a iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, em que Portugal também está envolvido –, “criará um novo cenário para a cooperação regional e internacional no turismo, bem como noutras áreas”.

No seu discurso, o Dr. Alexis Tam sublinhou o papel de Macau enquanto uma das cidades centrais no seio da Grande Baía. O Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura acrescentou que o actual desenvolvimento de diversas infra-estruturas a nível regional – incluindo a recém-inaugurada Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, as crescentes ligações ferroviárias interurbanas na China e uma rede rodoviária eficiente – irá contribuir para o surgimento de novas oportunidades de colaboração com a Província de Guangdong e Hong Kong, de forma a oferecer opções turísticas multi-destinos aos turistas internacionais.

Por outro lado, acrescentou, Macau esforça-se por contribuir, como uma das portas da China para o mundo, para fomentar a colaboração internacional. Nesse âmbito, o Dr. Alexis Tam realçou a cooperação de longa data entre Portugal e Macau em diferentes áreas, com particular ênfase para o desenvolvimento turístico. O Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura disse acreditar que o fórum académico sobre a Grande Baía co-organizado pelo IFT traria “certamente perspectivas capazes de inspirar e moldar o futuro da indústria do turismo”.

O IFT pretende, no futuro, continuar a aprofundar a cooperação com instituições de ensino superior e similares de Portugal. O objectivo está em linha com os esforços do Governo da RAEM visando promover Macau enquanto uma plataforma de cooperação entre a China e os países de língua portuguesa.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar