Serviços de Saúde celebraram Dia Mundial Sem Tabaco 2019

Serviços de Saúde promoveram um “Simpósio de Controlo do Tabagismo 2019”

A Organização Mundial de Saúde celebra anualmente, a 31 de Maio, o “Dia Mundial Sem Tabaco”. Este dia foi assinalado em Macau sob o tema “Tabaco e saúde pulmonar” e visou aumentar a atenção da sociedade para o impacto do tabaco e a influência do fumo passivo na saúde pulmonar, tendo impacto nas doenças oncológicas e nas doenças respiratórias crónicas. Por estas razões os Serviços de Saúde vão estender a todo o ano as actividades relativas à cessação tabágica promovendo, todos os dias o Dia Mundial Sem Tabaco.

No contexto destas actividades foi realizado no dia 31 de Maio um “Simpósio de Controlo do Tabagismo 2019” onde estiveram presentes os organismos governamentais responsáveis pelo controlo de tabaco e representantes de 16 associações de controlo do tabaco. Este simpósio analisou a eficácia do trabalho realizado, a troca de experiências, e formas de colaboração futura entre as entidades governamentais e as associações privadas, de modo a existir uma maior eficácia no controlo do tabagismo.

A propósito o Director dos Serviços de Saúde, Dr. Lei Chin Ion, mencionou que a revisão do Regime de Prevenção e Controlo do Tabagismo, consagrado na Lei n.o5/2011, que entrou em vigor no passado dia 1 de Janeiro, tem obtido resultados notáveis. “Quer a população, quer os sectores da sociedade têm manifestado um grande apoio ao controlo do tabagismo”. O Dr. Lei Chin Ion salientou, ainda, que de acordo com os actuais indicadores “há uma redução significativa do consumo do tabaco na população local, especialmente, a taxa de consumo dos residentes com idade igual e superior a 15 anos. A taxa reduziu de 15% registados em 2015 para 12% registados em 2017. A taxa de consumo dos jovens com idades compreendidas entre os 13 e os 15 anos, desceu de 9,5% em 2010 para 6,1% em 2015”.

“Não foi fácil alcançar este resultado. Espera-nos, no futuro, mais trabalho para concretizar a visão de uma sociedade globalmente livre de fumo” disse o director dos Serviços de Saúde.

Perante a prevalência dos cigarros electrónicos, o Dr. Lei Chin Ion, em nome dos Serviços de Saúde, reiterou que “os cigarros electrónicos também fazem mal à saúde. Tal como os cigarros normais estes, electrónicos, não podem ser utilizados como ferramenta eficaz de cessação tabágica.” O director dos Serviços de Saúde acrescentou que os Serviços de Saúde continuarão a reforçar a aplicação da lei, a publicidade e a educação, especialmente na educação aos jovens, alertando-os para os malefícios do tabaco de modo a reduzir as taxas de fumadores.

Neste simpósio o Dr. Tang Chi Hou, Chefe do Gabinete para a Prevenção e Controlo do Tabagismo, apresentou os resultados dos trabalhos desenvolvidos pelo Governo em 2018 e os participantes expressaram as suas opiniões sobre a implementação da política de controlo do tabagismo em Macau, a situação do tabagismo nos jovens, as medidas de controlo do tabaco dos cigarros electrónicos, a aplicação da lei no controlo do tabaco nos casinos e a promoção da educação sobre o risco do tabaco, entre outras.

Alguns participantes fizeram sugestões sobre o uso dos cigarros electrónicos, nomeadamente, reforço da divulgação do malefício dos cigarros electrónicos; inclusão de elementos sobre o risco e proibição de fumar nos rótulos dos cigarros electrónicos; o fortalecimento da supervisão e controlo das vendas ilegais destes produtos, tal como, compras on-line de cigarros electrónicos, bem como a inclusão de perguntas sobre os cigarros electrónicos na pesquisa sobre o uso do tabaco em 2020. Foi também apresentada uma recomendação para que o Governo aumente o imposto sobre o tabaco para 70%, seguindo os padrões da Organização Mundial de Saúde. Foi, também sugerida o aumento de acções sobre as advertências sobre o tabaco nomeadamente sobre a proibição de fumar em passagens para peões, de modo a reduzir a situação de fumador consumem cigarros na via pública; Implementar uma política de tabacaria, ou seja limitar a venda de tabaco às lojas especializadas; Usar os aplicativos móveis para denunciar situações ilegais e frequentes de infracções à Lei; recolher dados que possibilitem fortalecer a aplicação da lei; Criar campanhas dirigidas aos jovens onde exista um personagem principal da banda desenhada “um velho professor---(Lou Fu Chi em chinês)”; Foi, também sugerido, por um participante, que deve ser mantida uma comunicação próxima com as concessionárias e subconcessionárias dos casinos de modo a fortalecer a publicidade e a educação do controlo do tabagismo nos casinos.

Todos os presentes concordaram com a implementação a actual política sem fumo promovida pelo Governo da RAEM e comprometeram-se a continuar a apoiar o trabalho do controlo do tabagismo e cooperar com o Governo da RAEM, de modo a criar um ambiente livre de fumo em Macau e proteger a saúde das gerações futuras.

O Instituto para os Assuntos Municipais e a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos comprometeram-se a continuar a reforçar a cooperação entre as entidades públicas competentes, especialmente, no que diz respeito ao trabalho relacionado com a marcação de distância dos sinais indicadores de proibição de fumar na paragem de veículos de transporte colectivo de passageiros e à fiscalização dos casinos, entre outros.

Estiveram presentes no simpósio do controlo de tabagismo além do Director dos Serviços de Saúde, Dr. Lei Chin Ion; o Subdirector dos Serviços de Saúde, Dr. Cheang Seng Ip; o Subdirector da Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos da RAEM, Dr. Leong Man Ion, os dois Representantes do Corpo de Polícia de Segurança Pública, Comissário Lei Ieng Long e Chefe Chan Kin Wa; o Técnico Superior Assessor do Instituto dos Assuntos Municipais, Dr. Cheong Kuok In.

Participaram no simpósio o vice-presidente do Conselho Executivo da Associação dos Escuteiros de Macau, Dr. Laurence Chau; Vice-presidente da direção da Associação Comercial de Macau, Dra. Ho Pui Fan; Presidente da Associação dos Voluntários de Pessoal Médico de Macau, Dr. Wong Kim Hong; Presidente da Direcção da Federação de Médico e Saúde de Macau, Dr. Kuok Cheong Nang; Presidente da Direcção da Smoke-free & Healthy Life Association of Macau, Dr. Choi Tin Tin; Presidente da Direcção da Associação de Acção Antitabagismo Juvenil na Rede de Macau, Sr.a Nui Man Lai; Vice-Presidente da Direcção da Associação de Médicos de Macau; Dr. Lin Che Cheng; Presidente da Direcção da Associação de Nova Jovetude Chinesa de Macau, Dr. Ieong Man Um; Vice-Presidente da Associação de Administração de Propriedades de Macau; Dra. Wong Ho Oi; Vice-Presidente da Direcção da União Geral das Associações dos Moradores de Macau, Dr. Cheng Son Meng; Vice-Presidente da Direcção da AssociaçãoChinesa dos Profissionais de Medicina de Macau, Dr. Chan Sai Ian; Vice-Presidente da Direcção da Federação das Associações dos Operários de Macau, Dr. Choi Kam Fu; Presidente da Direcção da Associação Para a Abstenção do Fumo e Protecção da Saúde, Dra. Ho Pui Yu; Vice-Presidente da Direcção da Associação dos Enfermeiros Especialistas de Macau, Sr. Man Chi Pong; dois Director executivo da Aliança de Povo de Instituição de Macau, Sr. Ng Chio Wai e Sr. Vong Meng Kong. (Em nenhuma ordem particular).

Posto Consultivo do Malefício Provocado pelo Tabagismo

O “Posto Consultivo do Malefício Provocado pelo Tabagismo”, criado pelos Serviços de Saúde para consciencializar as pessoas sobre os malefícios do tabaco, esteve disponível nos meses de Maio e Junho, aos domingos de tarde, em seis localidades de Macau (nomeadamente, Edifício de Serviços Complexo daAssociação Geral das Mulheres de Macau, situado na Rua da Barca, Centro de Serviços Comunitários da UniãoGeral das Associações dos Moradores de Macau situado na Areia Preta, Centro de Cuidados Especiais "Rejuvenescer" da União Geral das Associações de Moradores de Macau, Centro Complexo de Serviços Integrados da Família e Comunidade da Federação das Associações dos Operários de Macau em Fai Chi Kei, “Stage” da Federação das Associações dos Operários de Macau na Rua do Campo, Centro de Serviços Complexos da Federação das Associações dos Operários de Macau no Largo, Taipa) tendo sido realizadas diversas actividades relacionadas com a prevenção do tabaco, nomeadamente, a realização do teste gratuito da concentração de monóxido de carbono no corpo humano e o teste gratuito de dependência de nicotina (especialmente a fumadores), bem como, o serviços de medição da pressão arterial.

Durante as actividades, União Geral das Associações de Moradores de Macau, Federação das Associações dos Operários de Macau, Caritas de Macau, Smoke-free & Healthy Life Association of Macau, Associação Para a Abstenção do Fumo e Protecção da Saúde, União Geral das Associações Desportivas dos Idosos de Macau também enviaram os seus voluntários ao “Posto Consultivo do Malefício Provocado pelo Tabagismo”, para distribuir os folhetos publicidade sobre o controlo do tabagismo a moradores e estabelecimentos comerciais.

O Governo da Região Administrativa Especial de Macau, através dos Serviços de Saúde, continuará a implementar os critérios da “Convenção-Quadro da Organização Mundial de Saúde para o Controle do Tabaco” de forma progressiva em particular as medidas “MPOWER”, definidas pela Organização Mundial da Saúde, nomeadamente, as políticas de monitorização e prevenção do uso de tabaco, criação de um ambiente público de recinto fechado livre de tabaco, prestação de apoio na cessação tabágica, alerta dos malefícios do tabaco, garantia de proibição da publicidade do tabaco, promoção e patrocínio e aumento do imposto sobre o tabaco, tendo em vista a redução da prevalência do tabaco e a protecção dos residentes de Macau.

Tudo será feito para proteger a próxima geração, sem fumo!

Linha aberta para participação e informações n.: 2855 6789.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar