Confirmado caso de infecção por novo tipo de Coronavírus nos Emirados Árabes Unidos

Informações divulgadas pela Organização Mundial da Saúde confirmam o diagnostico de um (1) novo caso de infecção da Síndrome Respiratória do Médio Oriente-Mers-Cov nos Emirados Árabes Unidos. O doente é um agricultor, do sexo masculino, com 44 anos de idade, residente na cidade de Al Ain, que sofre de várias doenças crónicas. No dia 25 de Setembro, apresentou sintomas de febre, tosse e falta de ar, entre outros, tendo sido internado no dia 29 de Setembro. As análises efectuadas no dia 03 de Outubro confirmaram por reacção positiva para o vírus da Síndrome Respiratória do Médio Oriente-Mers-Cov. O estado clínico do doente é considerado estável, e de acordo com a investigação este homem contactou com camelos e ovelhas antes do surgimento da doença.

Até ao dia 31 de Outubro, a Organização Mundial da Saúde registou 2.470 casos de infecção pelo coronavírus da Síndroma Respiratória do Médio Oriente a nível mundial, dos quais resultaram 851 mortes.

Os países do Médio Oriente afectados abrangem a Arábia Saudita, o Qatar, a Jordânia, os Emirados Árabes Unidos, Omã, o Kuwait, o Lémen, o Líbano e Irão. Existem também casos reportados nos Estados Unidos da América, França, Alemanha, Grã-Bretanha, Itália, Espanha, Grécia, Holanda, Algéria, Áustria, Turquia, Egipto, Tunísia, Malásia, Filipinas, China, Tailândia, Coreia do Sul e Bahrein, todos estes casos, estão directa ou indirectamente relacionados com países do Médio Oriente.

Até ao dia 24 de Julho, a Organização Mundial da Saúde registou 2.449 casos de infecção pelo coronavírus da Síndroma Respiratória do Médio Oriente a nível mundial, dos quais resultaram 845 mortes.

Os Serviços de Saúde lembram os trabalhadores de saúde da primeira linha para a necessidade de se manterem em alerta, em especial quanto a indivíduos que vieram do Médio Oriente ou que se deslocaram ao Médio Oriente em viagem, e de comunicarem os casos suspeitos em tempo oportuno e tomarem as correspondentes medidas para o controlo da infecção. Os cidadãos que viajem para o exterior, em particular, para a região do Médio Oriente, devem:

  1. Ter em atenção a higiene pessoal e alimentar;
  1. Usar máscara em locais com aglomerados de pessoas;
  1. Evitar a deslocação a hospitais ou contacto com doentes locais;
  1. Evitar contacto com animais, nomeadamente camelos;
  1. Evitar consumir bebidas (como por exemplo, leite fresco de camelo) e comida que não tenha sido submetida ao adequado tratamento;
  1. Em caso de indisposição depois do regresso a Macau, recorrer ao médico o mais rápido possível, informando-o pormenorizadamente da história de viagem.

Para mais detalhes sobre o coronavírus da Síndroma Respiratória do Médio Oriente, pode ser consultada a página electrónica dos Serviços de Saúde (em chinês: http://www.ssm.gov.mo/portal/csr/ch/main.aspx; em português: http://www.ssm.gov.mo/Portal/csr/pt/main.aspx), ou ligue para a linha aberta dos Serviços de Saúde n.º 2870 0800.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar