9º doente diagnosticado com Covid-19 teve alta

Terça-feira, 3 de março 2020 mais um caso confirmado teve alta hospitalar.

O Director dos Serviços de Saúde, Dr. Lei Chin Ion, apresentou, terça feira, 3 de Março de 2020, na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, a operação preliminar de transporte dos residentes de Macau que estão em Hubei para Macau, explicando os detalhes de toda a toda a operação (ver nota de imprensa especifica).

O Dr. Lo Iek Long, do Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSJ), anunciou que nas últimas 24 horas, não foram registados casos confirmados da infecção pelo COVID-19 em Macau, e hoje houve mais um doente confirmado que recuperou e teve alta. Há agora apenas um doente confirmado, ainda internado em isolamento no CHCSJ, mas o seu estado clínico é considerado ligeiro sem febre nem dificuldades respiratórias significativas.

Até às 14 horas do dia 3 de Março, tinham sido registados 1.874 casos suspeitos (incluindo os 10 casos confirmados). Em 1.855 casos foi excluída a infecção. Há 9 casos suspeitos cujo resultado do teste ainda está pendente. Foram acompanhados clinicamente 74 pessoas consideradas como casos de contacto próximo e 71 delas concluíram o isolamento preventivo.

A doente que teve alta foi o 9.º caso confirmado de Macau, com 29 anos de idade, residente de Macau, trabalha num hotel como directora do serviço floral. A doente assistiu à Performance de orquestra barroca em 19 de Janeiro. A 24 de Janeiro, esteve em contacto com o 8.º caso confirmado de Macau por 3 horas. Na noite de 25 de Janeiro começou a apresentar sintomas como febre e tosse. Recorreu ao Serviço de Urgência do CHCSJ em 4 de Fevereiro, onde foi confirmada a infecção por COVID‑19. Esteve internada por 29 dias, e após tratamento antiviral e de suporte, a doente está actualmente numa condição clínica estável, sem febre e sintomas de trato respiratório. Uma revisão da imagiologia do tórax revelou uma absorção básica da inflamação pulmonar. Os testes de ácido nucleico do vírus nasofaríngeo realizados nos dias 1 e 3 de Março foram negativos o que atende aos critérios de alta, o que aconteceu terça-feira à tarde. A paciente foi encaminhada ao Centro Clínico de Saúde Pública para isolamento durante a reabilitação.

Actuamente, há 5 pessoas isoladas no Centro Clínico de Saúde Pública de Coloane, três (3) doentes com contacto próximo (proveniente do navio Diamond Princess) não manifestam febre nem sintomas. Duas (2) pessoas que estão em isolamento após terem sido recuperadas estão em bom estado clínico.

Nas últimas 24 horas, no Serviço de Urgência do CHCSJ foram registados onze (11) casos suspeitos que foram submetidos a exames. Nove (9) casos já foram excluídos e em dois (2) casos suspeitos o resultado do teste ainda está pendente. Trinta e nove (39) casos de baixo risco que apresentam febre ou sintomas do tracto respiratório superior foram enviados para fazer análise laboratorial.

15 casos analisados no Hospital Kiang Wu foram submetidos à análise laboratorial. Em 10 destes casos foi excluída a infecção e cinco (5) casos suspeitos o resultado do teste ainda está pendente. Nas últimas 24 horas foram analisadas pelo Laboratório de Saúde Pública 99 amostras

A Coordenadora do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou, informou que nas últimas 24 horas chegaram ao território mais (7) residentes de Macau que estiveram na Coreia do Sul e necessitam de receber 14 dias de observação médica. Desde a implementação desta medida, entre o meio-dia do dia 26 de Fevereiro e a manhã do dia 3 de Março, 56 pessoas estão em observação médica, entre deles, dois (2) são de nacionalidade sul-coreana, três (3) turistas do Interior da China, 51 de residentes de Macau. 40 residentes de Macau escolheram efectuar a observação no domicílio e 16 pessoas estão sob a observação em locais designados.

A Coordenadora do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou informou também que se encontram 993 trabalhadores não residentes em observação em hotéis designados em Zhuhai, e que os mesmos devem concluir o processo em 5 de Março, até agora, não foi recebida notificação de Zhuhai de que estes trabalhadores manifestaram problemas de saúde.

A Coordenadora do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, explicou que para as autoridades considerarem a definição de uma área de alta incidência, além do número de casos específicos na região, devem considerar a taxa de aumento de casos e a possibilidade de encontrar a fonte e contactos próximos dos casos. Até ao momento, as autoridades não acrecentaram nenhum país à actual lista de regiões com alta incidência.

TURISMO

A Chefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, apontou que actualmente, há registo de 180 residentes de Macau e os seus acompanhantes familiares na Província de Hubei que entraram em contacto com as autoridades. Do 1.º grupo de pessoas retiradas por voo fretado (residentes de Macau que estão em Wuhan e vivem perto de Wuhan, bem como outras pessoas que têm filhos, idosos ou pacientes com doenças prolongadas que estão longo de Wuhan) há um total de 60 pessoas (33 famílias), 19 dos quais são menores; 6 pessoas com menos de 5 anos de idade, 7 pessoas com 5 a 12 anos de idade, 6 pessoas com 13 a 18 anos de idade.

Entre essas famílias, há 3 famílias compostas por menores com 5 anos de idade sem qualquer adulto acompanhante no voo fretado, mas têm pais ou tutor em Macau que podem assinar os documentos necessários; também há 2 idosos, com 75 anos de idade e 77 anos de idade, respectivamente.

Estão, actualmente, 115 pessoas em isolamento na Pousada Marina Infante Hotel, sendo 102 trabalhadores não residentes, onze (11) residentes de Macau e duas (2) pessoas nacionais da Coreia do Sul.

O Gabinete de Gestão de Crises do Turismo (GGCT) registou entre 26 de Fevereiro e 2 de Março pedidos de 33 pessoas que se encontram na Coreia do Sul e que pretendiam regressar a Macau através de Hong Kong. Todas já estão em Macau. A Chefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, agradeceu a colaboração dada pelos colegas da linha de frente da PSP, HKMO Express, a DST e GGCT durante os trabalhos efectuados.

Educação

O chefe da Divisão de Extensão Educativa da DSEJ, Dr. Wong Chi Iong, salientou que a fim de garantir a segurança dos alunos, já começou a preparação do reinício dos trabalhos, em centros de explicação e instituições de educação contínua, e a DSEJ enviou vários grupos de pessoas para observar in-loco cerca de 250 centros de explicação e instituições de educação contínua. Cerca de 60% já reiniciaram o trabalho, com boa preparação relativa à desinfecção, limpeza, medidas e materiais anti-epidemia correspondentes aos critérios de limpeza ambiental.

Foi ainda reiterado que os pais não devem estar preocupados. Alguns manifestaram ansiedade com a situação epidémica, mas a DSEJ garante que os centros de explicação reiniciaram os trabalhos com cerca de 1/3 do número original de alunos. A DSEJ continuará a observar e a alertar para que as todas as instituições para cumprir com rigor as orientações relacionadas com a prevenção de epidemia.

O chefe da Divisão de Extensão Educativa da DSEJ, Dr. Wong Chi Iong, também sublinhou que os materiais anti-epidemia em global são muitos escassos. O Governo da RAEM recebeu os materiais oferecidos por pessoas solidárias e que a DSEJ forneceu às escolas, centros de explicação e instituições de educação. A DSEJ também espera cooperar com a comunidade e várias forças para alcançar o objectivo de prevenção de epidemia, a fim de garantir o ambiente limpo e seguro dos alunos

Corpo de Polícia de Segurança Pública

O Chefe da Divisão de Operações e Comunicações do Corpo de Polícia de Segurança Pública, Dr. Ma Chio Hong, relatou a situação geral sobre a entrada e saída em Macau, tendo acrescentado que nos termos da Lei de prevenção, controlo e tratamento de doenças transmissíveis e respectivas orientações, desde o dia 2 de Março, até à meia-noite, os visitantes provenientes das áreas de alta incidência foram transferidos a dois postos temporários, no Campo dos Operários da Associação Geral dos Operários de Macau e no Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa, 1.344 e 1.977 visitantes, respectivamente, para serem submetidos a exames médicos.

432 visitantes recusaram exames e optaram por regressar ao Interior da China. Um (1) residente de Macau foi encaminhado para exames médicos devido a deslocações diárias frequentes e anormais entre Macau e o Interior da China.

Estiveram presentes na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus: o Director dos Serviços de Saúde, Dr. Lei Chin Ion, a Chefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, o Médico Adjunto da Direcção do CHCSJ, Dr. Lo Iek Long, o Chefe da Divisão de Operações e Comunicações do Corpo de Polícia de Segurança Pública, Dr. Ma Chio Hong, o chefe da Divisão de Extensão Educativa da DSEJ, Dr. Wong Chi Iong e a Coordenadora do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar