Chefe do Executivo reúne-se com membros de Macau da Federação da Juventude da China

Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, reúne-se com membros de Macau da Federação da Juventude da China

O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, reuniu-se, esta tarde (26 de Março), com os membros de Macau da Federação da Juventude da China, para auscultar as suas opiniões e sugestões sobre os assuntos sociais e a acção governativa, entre outros temas, e aproveitou ainda para reiterar que, actualmente, Macau precisa de prevenir rigorosamente a importação de casos do novo tipo de coronavírus e, por isso, não deve baixar a guarda no trabalho de prevenção da epidemia.

Durante a reunião, os presentes manifestaram grande interesse no uso da palavra e vários membros elogiaram o Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) pelas medidas de prevenção contra a pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus, bem como apresentaram muitas opiniões sobre as diversas medidas lançadas pelo Executivo para aliviar as dificuldades e apoiar a população, na sequência do impacto da epidemia, e ainda sugestões sobre a recuperação económica e estratégias para a área da educação. Além disso, partilharam também algumas ideias sobre os assuntos relacionados com a juventude e assuntos sociais, sugerindo ao governo que continue a reforçar os modelos de comunicação com os jovens, por forma a compreender melhor as suas necessidades e os seus pensamentos; se dedique a promover a transmissão de geração em geração do valor crucial de “amor à pátria e amor a Macau”, orientando os jovens a conhecer de forma correcta a história e a sociedade,no sentido de tomarem a iniciativa de assumirem a grande responsabilidade histórica, isto é o desenvolvimento e o rejuvenescimento nacional; continue a optimizar a função do Conselho de Juventude, aperfeiçoando o mecanismo de consulta; intensifique a formação de quadros qualificados da RAEM e crie uma base de dados dos mesmos; aprofunde a cooperação com a Ilha de Hengqing (Ilha da Montanha), de modo a implementar facilidades de migração e alfandegárias para os residentes de Macau na deslocação entre a Ilha e o território, bem como introduzir indústrias com potencialidades de desenvolvimento; apoie as escolas primárias e secundárias na promoção do ensino online; lance mais medidas que incentivem o comércio electrónico, promovendo-o junto da população para vulgarizar o pagamento por meios electrónicos; reforce o desenvolvimento do governo electrónico, criando uma plataforma interdepartamental, no sentido de facilitar os requerimentos da população através do serviço one-stop.

Por sua vez, Ho Iat Seng lembrou que, actualmente, o novo tipo de coronavírus está a alastrar-se por vários países e territórios, e que o Governo da RAEM tem, nos últimos dias, enviado transporte ao Aeroporto Internacional de Hong Kong, tendo já trazido de regresso a Macau cerca de três mil residentes, que se encontravam no estrangeiro, mas salientou que não se pode baixar a guarda no que diz respeito à prevenção da epidemia, sublinhando a importância que tem este momento para a prevenção de importação de casos. Referiu que a situação epidémica tem diferentes impactos nos diversos sectores locais, particularmente nas pequenas e médias empresas (PME) que estão a sofrer grande pressão, daí que o Executivo lançou uma série de medidas de alívio de dificuldades e de apoio. Recordou que o objectivo do cartão electrónico de consumo consiste em impulsionar o consumo interno, bem como promover junto da população o hábito gradual de utilização de meios electrónicos em pagamentos. Sublinhou que ao utilizar as reservas financeiras, o Governo pondera integralmente todos os factores, por forma a garantir um uso adequado e razoável, além disso irá também proceder a uma avaliação geral, após a execução de cada uma das políticas.

O Chefe do Executivo apontou a potencialidade geográfica entre Macau e a Ilha de Hengqin, sendo aquele o local ideal para os jovens de Macau começarem a sua integração na Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau. Recordou que após a tomada de posse, deslocou-se à zona reservada ao projecto do «Novo Bairro de Macau» na Ilha de Hengqing, revelando que mais políticas relacionadas com a cooperação bilateral serão anunciadas o mais rápido possível. Aproveitou a ocasião para incentivar os membros de Macau da Federação da Juventude da China a realizarem mais visitas in-loco para conhecerem melhor a situação concreta e serem os pioneiros, incentivando também outros jovens, e assim, impulsionarem e concretizarem a diversificação das indústrias de Macau. Entretanto, afirmou que a educação do espírito de «amor à pátria e amor a Macau» é de extrema importância, deste modo está a ser estudada a instalação de uma base de educação do amor à pátria e amor a Macau.

No encontro estiveram ainda presentes a secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Elsie Ao Ieong, a chefe do Gabinete do Chefe do Executivo, Hoi Lai Fong, o assessor do Gabinete do Chefe do Executivo, Cheong Chok Man, o assessor do Gabinete da Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Guo Xiaoming, o director dos Serviços de Educação e Juventude, Lou Pak Sang, e os subdirectores Leong Vai Kei e Kong Chi Meng.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar