Mais de 1200 inscrições no primeiro dia da 3ª fase de “formação subsidiada”

Inscrições para a 3ª Fase da “Formação subsidiada”

Tendo em conta o impacto causado pela epidemia no emprego dos residentes, a Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL) desenvolveu, a partir de Março, o “Plano para aumento de aptidões e formação profissional” (formação subsidiada), com o objectivo de ajudar as pessoas desempregadas afectadas pela epidemia ou as que exercem determinadas profissões, a adquirir aptidões num curto período de tempo, para permitir a conjugação de emprego, levando à sua “auto-suficiência e não dependência”. Após as inscrições das duas primeiras fases, os cursos foram realizados sucessiva e ordenadamente, e hoje (dia 13) foram lançados os cursos da 3.° fase, proporcionando 2000 vagas para formação, a fim de articular com a necessidade de formação e emprego dos cidadãos.

Muitas inscrições no 1.° dia e apelo à ponderação das múltiplas oportunidades.

Hoje, primeiro dia de inscrições da 3ª fase do Plano, registou um total de 1 219 pessoas que tratou das formalidades de inscrição. Os três cursos mais procurados foram, consoante a ordem de preferência, o curso de iniciação para electricista, o curso de pastelaria e o curso de sobremesas. Terminadas as inscrições, a DSAL empenhar-se-á de imediato nos procedimentos de selecção dos formandos, para garantir que os cursos tenham início com a maior brevidade possível.

Para além das modalidades desta fase, algumas vagas para as modalidades abertas anteriormente ainda não estão preenchidas, pelo que encontram-se novamente abertas as inscrições para as restantes vagas, dos cursos de armadura de ferro, guarda de segurança em casino, serviços de restauração chinesa e ocidental, operacionalidade em segurança hoteleira e operacionalidade em serviços hoteleiros de quarto. Os cidadãos com necessidade de emprego e formação devem ponderar sobre as múltiplas saídas profissionais oferecidas durante a epidemia, aproveitando as oportunidades. Os cidadãos interessados, podem consultar a página electrónica para consultar os detalhes e fazer a inscrição.

Inscrições até 19 de Maio para 800 vagas da 3ª fase do “Plano”

Nesta 3ª fase do Plano foram lançados 14 cursos para escolha dos cidadãos. Para além de se continuar a lançar o curso mais procurado de electricista, foram lançados, depois de se ter ponderado as múltiplas formações eos postos de trabalho mais procurados, os cursos para as áreas de serviços de cuidados pessoais, vendas a retalho e convenções e exposições, com um total de 800 vagas. Os cidadãos podem inscrever-se online, sendo o prazo para inscrição a partir de hoje (13 de Maio) até 19 de Maio. Em caso de necessidade, podem também comparecer nos locais indicados para serem assistidos por pessoal designado para o efeito. Em articulação com o trabalho das inscrições, a sede da DSAL e o Centro de Formação Profissional prestarão serviços no sábado e no domingo (16 e 17 de Maio). Para qualquer esclarecimento, podem ligar para o n.º 82914888 ou aceder à página electrónica destes Serviçoswww.dsal.gov.mo.

O referido Plano foi criado em resposta à epidemia, pelo que os destinatários são os indivíduos que, no 4º trimestre de 2019 ou posterior, viram o seu emprego afectado pela epidemia ou por diversos factores externos. Por outro lado, tendo ponderado sobre a situação global do mercado de trabalho, para além do pessoal desempregado devido à epidemia, esse Plano também está direccionado para guias turísticos, motoristas de táxi e de autocarros de turismo e pessoal de convenções e exposições.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar