Investigação reflecte estabilidade no preço de produtos em supermercados, aumentando transparência de preços para assegurar protecção dos consumidores

Conselho de Consumidores prossegue investigação divulgando preços de produtos em supermercados.

No sentido de garantir maior transparência de preços e maior protecção dos direitos e interesses do consumidor, o Conselho de Consumidores prossegue a investigação de preços em supermercados, para que os consumidores façam comparação de preços. Dos resultados da investigação realizada nos últimos dois meses, resume-se que, em geral, o preço médio de seis categorias de produtos, nomeadamente arroz, cereais, óleo alimentar, enlatados e preservados, bebidas e produtos de limpeza doméstica, sofreu uma oscilação muito ligeira em Maio, tendo aumentado apenas 0,89% face a Abril, o que reflecte estabilidade no preço de produtos à venda em supermercados.

Comparando os dados entre Abril e Maio, as bebidas registaram o aumento mais acentuado, ou seja, aumento de 2,36% no preço médio, sendo seguidas pelo arroz e óleo alimentar, cujo preço médio subiu cerca de 1%.

O aumento do preço médio das bebidas e do óleo alimentar deveu-se ao facto de que algumas marcas de produtos dessas duas categorias se encontravam em promoção em Abril e voltaram a ser vendidas ao preço original após o fim da promoção em Maio. Quanto ao arroz, o aumento do preço médio teve a ver com a subida do preço do arroz de origem tailandesa, resultante do rumor de produção reduzida do arroz nesse país e das mudanças das taxas de câmbio.

Enlatados e preservados registam preço médio reduzido

O preço de algumas conservas de carne importadas do Interior da China, como lancheon meat e cubos de carne picantes (sliced pork cubes), começou a subir desde os finais do ano anterior (2019), por causa do surto da peste suína africana e da falta de abastecimento de suínos vivos. No entanto, a partir de Março deste ano (2020), o preço tem-se estabilizado e a investigação realizada em Maio mostra que o preço médio dos enlatados e preservados registou mesmo uma descida de 1%.

Comparar preços através do Posto das Informações de Preços de Macau

Ir ao supermercado é uma das actividades de compras principais. O reforço da investigação pode ajudar a acompanhar de perto a oscilação de preços em supermercados, de modo a que sejam tomadas medidas oportunas para proteger os direitos dos consumidores. Nesse sentido, a investigação de preços em supermercados tem-se sujeitado à optimização, aumentando-lhe as categorias e o número de produtos investigados.

Os preços constatados são divulgados no Posto das Informações de Preços de Macau (website e aplicação), que lista ainda os preço mais elevado e mais baixo dos produtos investigados, assim como a diferenciação de preços entre supermercados, para que os consumidores comparem preços.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar