Realização da Reunião Plenária de 2020 do Conselho para o Desenvolvimento Económico

Realização da Reunião Plenária de 2020 do Conselho para o Desenvolvimento Económico

A Reunião Plenária de 2020 do Conselho para o Desenvolvimento Económico realizou-se na manhã de hoje (dia 9), que foi presidida pelo Chefe do Executivo, Ho Iat Seng. O Secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, apresentou a situação económica de Macau e vários membros apresentaram as suas opiniões e sugestões em relação à promoção da recuperação económica de Macau após a epidemia.

O Chefe do Executivo referiu, no seu discurso, que a epidemia da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus provocou um grande impacto na economia mundial. A evolução epidémica dos vários países está inconstante, o que constitui uma grande incerteza para a recuperação da economia mundial. A actividade económica em geral de Macau abrandou, todos os sectores, as grandes, médias e pequenas empresas enfrentam diversos tipos de dificuldades e desafios. Prevê-se que, face ao aumento contínuo dos factores de incerteza externos, a economia continue a enfrentar uma grande pressão na segunda metade do ano.

De acordo com o Chefe do Executivo, com os esforços conjuntos do Governo da RAEM e todos os sectores da sociedade, as acções de combate à epidemia em Macau obtiveram resultados faseados. O Governo da RAEM implementa, proactivamente, as políticas financeiras, expandindo os investimentos, lançando uma série de medidas de redução e isenção de impostos e taxas para atenuar as dificuldades da população e apoiar as pequenas e médias empresas, no sentido de concretizar os objectivos de “garantir o emprego, estabilizar a economia e assegurar a qualidade de vida da população”, enviando esforços para preservar a vitalidade e o dinamismo do mercado.

Ele salientou que o surto da epidemia revelou mais uma vez os problemas de Macau, tais como a estrutura industrial única, a dependência excessiva do sector do jogo e a falta de resiliência económica. É necessário acelerar a reflexão sobre a direcção e as medidas concretas para a optimização da estrutura económica de Macau, promovendo a diversificação adequada da economia e pondo em prática. Em particular, deve aproveitar as vantagens do princípio “Um País, Dois Sistemas ”, de modo a preparar-se bem para a participação activa na construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e criar uma base mais sólida para o desenvolvimento sustentável da RAEM a longo prazo.

Ele referiu ainda que neste momento, a situação epidémica em Macau está relativamente controlada, a promoção da recuperação económica é uma tarefa importante do Governo da RAEM, pelo que é necessário que todos os sectores da sociedade apresentem, de forma activa, as opiniões preciosas para a promoção da recuperação económica de Macau após a epidemia.

O Secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, manifestou, no seu discurso sobre a situação económica de Macau que, dado que a epidemia está ainda espalhada em vários países do mundo e a recuperação económica externa continua a ser variável, a economia de Macau está a sofrer um impacto significativo, prevendo-se que esteja a encarar pressão do declínio no segundo semestre. Para o efeito, o Governo da RAEM acelerou o lançamento de medidas de atenuação de dificuldades no valor de mais de 50 mil milhões de patacas, designadamente de redução e isenção de impostos e taxas, de apoios em empréstimos, de incentivos ao consumo, de manutenção da estabilidade da vida da população e dos preços dos produtos, no entanto, existe uma certa pressão no mercado de emprego. Acredita-se que, mediante os esforços envidados pelo Governo da RAEM e diversos sectores da sociedade, o aproveitamento contínuo das oportunidades trazidas pela participação na construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e a aceleração do desenvolvimento da diversificação adequada da economia, após a epidemia, a economia de Macau possa, com certeza, sair do fundo do poço e iniciar novos capítulos de desenvolvimento.

Durante a reunião, vários membros apresentaram, activamente, sugestões em relação à promoção da recuperação económica de Macau após a epidemia, o Chefe do Executivo espera que os participantes continuem a apresentar sugestões e opiniões valiosas para o desenvolvimento económico de Macau.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar