O Governo apresenta o projecto da nova Biblioteca Central na Assembleia Legislativa

O Governo apresenta o projecto da nova Biblioteca Central na Assembleia Legislativa

O Governo da RAEM realizou hoje (15 de Setembro) uma sessão de apresentação sobre o projecto da Nova Biblioteca Central de Macau e instalações culturais relacionadas no Auditório do Edifício da Assembleia Legislativa para explicar pormenorizadamente o projecto e responder às perguntas colocadas pelos Deputados. Estiveram presentes hoje na sessão a Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U, Chefe do Gabinete da Secretária, Ho Ioc San, a Presidente do IC, Mok Ian Ian, a Vice-Presidente, Leong Wai Man e o chefe do Departamento de Gestão de Bibliotecas Públicas, Loi Chi Pang.

A Secretária, Ao Ieong U, afirmou na introdução que a Nova Biblioteca Central está localizada ao lado da Praça Tap Siac, onde se concentram as instalações culturais e actividades cívicas, podendo ser conectada a outras instalações culturais e à zona criativa e cultural da Igreja de S. Lázaro, para além de existir muitas escolas dentro do raio do novo local e a área de serviço é mais ampla, o que contribuirá uma criação de uma atmosfera cultural naquela zona. O Governo da RAEM irá controlar estritamente o custo da construção da Nova Biblioteca Central e esforçar para incluir elementos de construção ecológicos no projecto para reduzir os custos de consumo. O plano conceptual final será considerado de forma abrangente com base nas necessidades públicas, eficácia de custo e opiniões de especialistas.

Para além disso, prevê-se que o projecto do Teatro de Caixa Preta do Centro Cultural de Macau termine no primeiro semestre do próximo ano. A construção será entregue ao serviço competente da área de obras públicas e, o teatro existente no antigo tribual será utilizado até à inauguração do novo Teatro da Caixa Preta.

Na sessão de apresentação, os representes do Instituto Cultural explicaram aos Deputados, em detalhe, as quatro propostas conceptuais da Nova Biblioteca Central, para além da distribuição das bibliotecas públicas de Macau, da literacia em leitura da população local, da repartição de tarefas entre a Biblioteca Central e as bibliotecas públicas comunitárias, bem como das funções de cada uma. De acordo com as ideias preliminares, o Governo planeia ajustar as funções da actual Biblioteca Central, localizada na Praça do Tap Siac, para servir de arquivo de Macau e de depósito dos documentos antigos, complementando-se assim com a futura Nova Biblioteca Central.

Após a apresentação dos representantes do Governo, 12 Deputados fizeram uso das palavras, apresentando as suas opiniões, que incluíram o consentimento com a nova localização do projecto, por corresponder ao actual planeamento e desenvolvimento da cidade, bem como questões no que se refere aos critérios de avaliação das propostas, ao custo de concepção, ao fluxo de pessoas e trânsito após a conclusão do projecto, à necessidade da escolha de uma nova localização para o Conservatório de Macau e o Centro Juvenil de Actividades, entre outras. Ao mesmo tempo, houve Deputados que levantaram a possibilidade de incluir, no planeamento, elementos de arborização e de protecção ambiental, serviços inteligentes e instalações sem barreiras, entre outros, no sentido de optimizar as funções e o papel da futura Nova Biblioteca Central.

Por sua vez, Ao Ieong U agradeceu as opiniões valiosas apresentadas pelos Deputados em relação ao projecto da Nova Biblioteca Central, esperando ainda que a população partilhe as suas ideias sobre as funções que a mesma deve ter. O Governo irá analisar as sugestões dos diversos sectores sociais, no sentido de explorar empenhadamente a viabilidade de diversificar os serviços da Nova Biblioteca Central. Além disso, acredita-se que o aprofundamento da concepção da Nova Biblioteca Central no futuro irá criar certamente aos sectores locais um espaço de intercâmbio e cooperação com as equipas internacionais. Paralelamente, será controlado, de modo rigoroso, o custo deste projecto e promovido, de forma programada, o trabalho de planeamento.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar