Exposição de Arte de He Duoling organizada pelo Museu de Arte de Macau sob a égide do Instituto Cultural é inaugurada esta Sexta-feira, apresentando a concepção artística estética do pintor poético

O óleo sobre tela Pássaro Azul está repleto de características poéticas visuais prevalecentes nas criações de He Duoling.

A exposição de grande escala “Renascer à Brisa da Primavera: Exposição de Arte de He Duoling” apresentada conjuntamente pelo Museu de Arte de Macau, sob os auspícios do Instituto Cultural, e pelo He Duoling Art Museum, a ter lugar no segundo andar do Museu de Arte de Macau, será inaugurada no dia 6 de Novembro de 2020, pelas 18:30 horas. A exposição exibe 48 peças (conjuntos) de esboços e pinturas a óleo criadas por He Duoling em vários períodos. A visita de todos é bem-vinda. A Orquestra de Macau irá actuar na cerimónia de inauguração para imprimir aos visitantes a profunda ligação entre a música e a poesia nas criações de He Duoling. Os participantes receberão um conjunto de cartões requintados com poemas inspirados em pinturas, e ainda terão a oportunidade de receber cartazes autografados e comprar álbuns assinados das suas pinturas. O stock dos mesmos é limitado e estão disponíveis por ordem de chegada.

He Duoling é uma das figuras principais da pintura chinesa contemporânea, que se formou no Instituto de Belas Artes de Sichuan e ficou famoso na década de 1980. Depois de causar sensação no mundo da pintura com Os Ventos de Primavera Despertaram, Juventude e O Corvo é Lindo, ganhou prémios importantes a nível nacional e internacional e as suas obras fazem parte de instituições de arte e colecionadores também importantes. As suas técnicas de pintura são refinadas, magnificamente poéticas e imbuídas de uma linguagem artística misteriosa.

Esta exposição apresenta uma série de obras como A Casa com Sobreloja; Zhai Yongming; Torre do Labirinto; Lebre ; Floresta Russa; Casa sem Telhado; e Jardim Selvagem, Mulher e Muro, entre outras. Em mais de 40 anos de criação artística, independentemente de ser por meio do seu estilo preciso e realista prevalecente nos primeiros anos, ou da pincelada de mão livre de “entre semelhança e dissemelhança” vista nos últimos anos, He Duoling sempre expressou beleza através da sua linguagem artística poética. Mesmo até agora, prossegue com a sua efusão de vitalidade enquanto se move em direcção ao mundo da beleza insondável através de exploração e mudança sem fim. Esta exposição pode ajudar os visitantes a lançar alguma luz sobre a trajetória de desenvolvimento da criação artística de He Duoling, e sentir a criatividade artística florescente expressa de forma sucinta pelo poema: Fogos incontroláveis não consomem tudo; tudo renasce na brisa da Primavera.

Em cooperação com os esforços de prevenção de epidemias do Governo da RAEM, os participantes devem usar suas próprias máscaras a todo o momento, sujeitar-se à medição da temperatura corporal, apresentar o seu Código de Saúde do dia e colaborar com a gestão de multidões no local e as medidas de prevenção de epidemias correspondentes. O Museu de Arte de Macau, localizado na Avenida Xian Xing Hai, NAPE, está aberto diariamente das 10:00 às 19:00 horas (última admissão às 18:30 horas) incluindo aos feriados e encerra à Segunda-feira. A entrada é gratuita. Para mais informações, é favor contactar o MAM através do telefone n.º 8791 9814, durante o horário de expediente ou visitar o sítio web do Museu de Arte de Macau em www.MAM.gov.mo.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar