Construção privada e transacções de imóveis referentes ao 3º trimestre de 2020


No terceiro trimestre de 2020 transaccionaram-se, com base no imposto de selo cobrado, 2.542 fracções autónomas e lugares de estacionamento pelo valor de 14,94 mil milhões de Patacas, tendo-se registado variações de -3,6% e +1,6%, respectivamente, face ao trimestre anterior, informam os Serviços de Estatística e Censos.

Transaccionaram-se 1.901 fracções autónomas habitacionais (-70, face ao segundo trimestre de 2020) pelo valor de 12,60 mil milhões de Patacas (-0,7%). Foram transaccionadas 1.605 fracções autónomas habitacionais de edifícios construídos (-73, em termos trimestrais) pelo valor de 10,05 mil milhões de Patacas (-4,7%) e 296 fracções autónomas habitacionais de edifícios em construção (+3) pelo valor de 2,55 mil milhões de Patacas (+18,8%).

O preço médio por metro quadrado (área útil) das fracções autónomas habitacionais globais cifrou-se em 103.987 Patacas, tendo decrescido 1,1%, em termos trimestrais. Salienta-se que os preços médios por metro quadrado das fracções autónomas habitacionais na Península de Macau (100.859 Patacas) e em Coloane (118.248 Patacas) caíram 3,8% e 1,1%, respectivamente, porém, o preço médio por metro quadrado na Taipa (107.266 Patacas) cresceu 4,9%.

O preço médio das fracções autónomas habitacionais de edifícios construídos foi de 97.056 Patacas, menos 1,7%, em termos trimestrais. As transacções daquelas fracções autónomas efectuaram-se sobretudo na Baixa da Taipa (263), nos Novos Aterros da Areia Preta, adiante designados por NATAP (184), assim como na Areia Preta e Iao Hon (129) pelos preços médios por metro quadrado de 97.461 Patacas, 115.293 Patacas e 101.610 Patacas, respectivamente.

O preço médio das fracções autónomas habitacionais de edifícios em construção fixou-se em 143.963 Patacas, menos 5,3%, em termos trimestrais. Transaccionaram-se 90 fracções autónomas habitacionais na Cidade e Hipódromo da Taipa, 56 em Coloane e 35 no Fai Chi Kei, pelos preços médios por metro quadrado de 171.070 Patacas, 131.819 Patacas e 163.645 Patacas, respectivamente.

O preço médio por metro quadrado (área útil) das fracções autónomas industriais foi de 47.742 Patacas, menos 8,8%, em termos trimestrais, e o das fracções autónomas destinadas a escritórios cifrou-se em 110.244 Patacas, menos também 1,8%.

No terceiro trimestre foram assinados 3.671 contratos de compra e venda, bem como 3.434 contratos de crédito hipotecário, envolvendo 3.815 e 4.914 imóveis, respectivamente, isto é, +52,1% e +66,3%, respectivamente, em termos trimestrais.

Quanto à construção privada, até ao final do terceiro trimestre deste ano havia 9.001 fracções autónomas habitacionais em fase de projecto, 3.325 em construção e 1.121 estavam a ser vistoriadas. No trimestre em análise as fracções autónomas habitacionais com autorização de execução emitida (50) e as fracções autónomas habitacionais com licença de utilização emitida (41) situavam-se todas na Península de Macau.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar