Alexis Tam reuniu-se com o Ministro da Educação português

Alexis Tam ofereceu uma lembrança ao Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

O Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam, teve no dia 7, em Lisboa, um encontro com o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, que serviu para estreitar a cooperação no âmbito de várias áreas da educação e do desporto.

Alexis Tam aproveitou o encontro para destacar, e ao mesmo tempo, agradecer o apoio à formação de professores por parte do Governo português e igualmente o que é dado através do Instituto de Avaliação Educativa, aos alunos de língua portuguesa de Macau para poderem participar nos testes PISA (Programa Internacional de Avaliação de Alunos) e PIRLS (Progress in International Reading Literacy Study).

Da mesma forma, o Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, referiu que, no ano lectivo de 2017/2018, entrou em funcionamento o modelo de “Turma Bilingue de Chinês-Português”, em outras duas escolas oficiais, de forma a explorar novas vias para o ensino do português.

Salientou, igualmente, que o número de alunos, o número de bolsas atribuídas, o número de vagas nos cursos de Verão, ou no curso nocturno têm vindo a crescer, comprovando o grande empenho do Governo da RAEM em dar resposta à crescente procura pelo ensino da língua portuguesa justificando que aquela é determinante para que Macau concretize com êxito, o papel de plataforma, que foi atribuído pelo Governo Central a Macau.

O mesmo responsável destacou ainda o papel desenvolvido pela Escola Portuguesa, reiterando, ao mesmo tempo, o apoio ao seu desenvolvimento no âmbito do ensino em português em Macau, quer financeiramente, ou através de acções de formação e de disponibilização de professores de Mandarim, por parte da Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ).

Por seu lado, o ministro português, destacou o progresso dos trabalhos realizados desde a última reunião que ocorreu em Setembro de 2107 e afirmou o desejo de intensificar esses mesmos trabalhos relativos à cooperação entre as duas partes, agradecendo, ao mesmo tempo, o grande apoio da China pelo incremento de professores, através do Instituto Confúcio, que ajuda a alicercar o ensino do Mandarim em Portugal. Reiterou, também, que o apoio do governo da RAEM tem sido determinante para o processo de expansão e consolidação da EPM. A este propósito ambos os governantes salientaram a importância do papel do Professor Roberto Carneiro no processo de internacionalização da escolana China e também na Europa.

Alexis Tam relembrou o sucesso do programa de bolseiros das “Bolsas Extraordinárias”, um curso preparatório de introdução da Língua Portuguesa, de História e de Direito, com a duração de um ano, que isenta os alunos, em caso de aproveitamento, da realização das provas de admissão e entrar directamente no curso de licenciatura em Direito, ministrado pela Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, que contou, até ao ano lectivo de 2017/2018, com 175 bolseiros, o que comprova o sucesso da cooperação entre as partes.

O Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura disse ainda que, a Universidade de Macau tem hoje uma estratégia mais definida relativamente ao ensino da língua portuguesa, comprovando, mais uma vez, a importância que a língua portuguesa tem para o Governo da RAEM.

O mesmo responsável afirmou o seu desejo de transformar Macau num centro de excelência de aprendizagem de língua portuguesa, alocando os fundos e desenvolvendo as políticas necessárias para o sucesso de tal empreendimento.

Alexis Tam sublinhou que a língua é um instrumento fulcral para promover o relacionamento entre Macau e Portugal tendo defendido a importância da formação dos professores, o intercâmbio de alunos, a cooperação cultural ao nível da educação como áreas onde o governo continuará empenhado em reforçar.

Relativamente à cooperação no desporto, ambos os governantes concordaram em desenvolver contactos para que uma selecção de desporto escolar de Portugal, por ocasião das festividades relacionadas com os 20 anos da RAEM e com os 40 do estabelecimento de relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular das China se desloque a Macau, a convite do governo da RAEM, para um jogo de amizade.

Foi ainda recordado, pelos dois governantes, o sucesso do projecto de geminação entre a escola Pui Ching e o Agrupamento de escolas das Laranjeiras em 2017, antecipando, por seu lado, o sucesso da geminação da Escola Oficial Zheng Guanying com o Agrupamento de Escolas Professor Reynaldo dos Santos. Ambos os governantes destacaram a importância da assinatura de 5 protocolos de geminação e intercâmbio escolar que ocorrerá durante esta visita do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura da RAEM.

Igualmente, que o sucesso dos projectos de geminação é extremamente importante para alicerçar os já fortes laços de amizade existentes, no âmbito da língua, do desporto e da cultura.

Relativamente ao reforço do intercâmbio na àrea cultural, Alexis Tam relembrou a participação portuguesa no Festival Internacional Juvenil de Dança, no ano passado. Este ano, um grupo português irá participar no Festival Internacional Juvenil de Música.

O mesmo responsável aproveitou a ocasião para apresentar o novo projecto cultural e artístico, Art Macao, que decorrerá nos vários resorts de luxo do território.

No âmbito da Ciência e tecnologia, as duas partes afirmaram a necessidade de promoção de projectos de investigação conjunta em áreas específicas de interesse mútuo.

No âmbito do desporto, Alexis Tam referiu que a presença portuguesa nos Jogos Olímpicos de Tóquio pode beneficiar das instalações desportivas de qualidade para um período de adaptação importante em Macau devido ao fuso horário. Ambos os governantes concordaram que o Ministério da Educação poderia ajudar a fazer a ponte entre os comités olímpico e paraolímpico portugueses e a RAEM.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar