Resposta do Governo da RAEM da República Popular da China ao Relatório Anual da União Europeia 2018

Nos vinte anos desde o estabelecimento da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), os princípios de “Um País, Dois Sistemas”, “Macau é governada pelas suas gentes” e o alto grau de autonomia têm sido implementados com sucesso. O regime de Região Especial definido pela Constituição da RPC e pela Lei Básica da RAEM funciona com eficácia. A RAEM mantém-se próspera e estável, tendo registado imensos avanços em todos os campos. A população de Macau goza de amplos direitos e liberdades plenamente garantidos na Constituição e na Lei Básica, realidade testemunhada por todas as pessoas.

O Relatório da União Europeia ignora factos, tece comentários irresponsáveis e levianos sobre a RAEM. O Governo da RAEM manifesta a sua forte oposição e que não deve haver ingerência da União Europeia nos assuntos da Região Administrativa Especial de Macau e que se abstenha de falsas declarações e acções inadequadas sobre a política interna da República Popular da China.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar