A Secretaria para a Administração e Justiça atribui uma grande importância ao Relatório de Auditoria “Regime de Recrutamento e Selecção dos Trabalhadores dos Serviços Públicos”

A Secretaria para a Administração e Justiça atribui uma grande importância ao Relatório de Auditoria de Resultados “Regime de Recrutamento e Selecção dos Trabalhadores dos Serviços Públicos” emitido pelo Comissariado da Auditoria, nos termos do despacho do Chefe do Executivo, já chamou atenção do SAFP e mandou o mesmo para acompanhar, tomar medidas de optimização, apresentar sugestões viáveis de acordo com o relatório, adquirir experiências, aprender com os erros, efectuar uma comunicação estreita com os serviços e as associações de trabalhadores de serviços públicos e proceder à revisão e ao aperfeiçoamento sobre os problemas existentes no “Regime de Recrutamento e Selecção dos Trabalhadores dos Serviços Públicos”.

O presente Governo notou os problemas que existem no Regime de Recrutamento e Selecção dos Trabalhadores dos Serviços Públicos, procedendo à revisão após a recolha de opiniões dos serviços públicos e das associações de trabalhadores dos serviços públicos. Dado que a revisão de uma lei demora um certo período, depois de um longo prazo em que não foram abertos concursos de ingresso, havendo nos serviços públicos uma grande procura de recursos humanos, assim sendo, a revisão foi divida em duas fases e terminou em 2017. O actual Regime, numa base de imparcialidade e justiça, aumenta a flexibilidade dos serviços públicos em recrutamento, sendo assegurada, ao mesmo tempo, a liberdade dos candidatos quanto à escolha de profissão. Contudo, é ainda necessário de rever e optimizar, em forma contínua, o actual regime, o SAFP está agora a acompanhar o assunto e tomar uma série de medidas de optimização para os problemas que se encontram mais preocupados e necessários de resolver e melhorar, continuadamente, o regime de recrutamento, para que acelere o andamento de recrutamento, reduza o custo de concurso e aumente a eficiência.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar