O relatório anual “Indústria de feiras comerciais na Ásia” comentou que a indústria de convenções e exposições de Macau experimentou um desenvolvimento satisfatório

A 15.ª edição do relatório “Indústria de feiras comerciais na Ásia”, divulgada pela UFI, comentou que o mercado de exposições de Macau apresentou um desempenho satisfatório.

A Associação Global da Indústria de Exposições (UFI) divulgou recentemente a 15.ª edição do seu relatório “Indústria de feiras comerciais na Ásia”, descrevendo o desenvolvimento da indústria de convenções e exposições na Ásia em 2018. Um total de 27 exposições B2B, realizadas em 2018 em Macau, foram incluídas nas estatísticas da UFI, estimando-se que a indústria de exposições local tenha registado uma receita de quase 55,4 milhões de dólares americanos, e que a área bruta para exposições vendida tenha registado um aumento de 16% em comparação com cinco anos antes, subindo de 197.400 m2 em 2014 para 228.750 m2 de 2018.

Como uma das associações mais representativas na indústria de exposições, a UFI reúne gestores de exposição e organizadores profissionais de exposições de todo o mundo, tendo como objectivo a promoção conjunta do desenvolvimento da indústria das exposições a nível regional e mundial. A UFI contrata anualmente empresas de consultoria profissional para levar a cabo estudos sobre as exposições profissionais (exposições B2B) destinadas a comerciantes profissionais em todos os lugares da Ásia e divulga posteriormente o relatório anual “Indústria de feiras comerciais na Ásia”, o qual serve como uma importante referência para os organizadores de exposições internacionais e gestores de convenções e exposições.

A 15.ª edição do seu relatório “Indústria de feiras comerciais na Ásia” indicou que, em 2018, vários mercados de exposição desenvolvidos na Ásia-Pacífico alcançaram um crescimento estável, sendo o Camboja o mercado de comércio que registou o maior crescimento no contexto regional. Macau também atingiu uma subida de 5,2% e encontra-se no Top 10 a nível da taxa de crescimento entre as regiões e países da Ásia-Pacífico, sendo superior à taxa média regional, a saber, 4,8%. Tal facto reflectiu que o mercado de exposições de Macau apresentou um desempenho satisfatório e que a indústria de exposições tem desempenhado um papel activo no crescimento económico local nos últimos anos. Em simultâneo, o relatório também destacou que a indústria de exposições de Macau possui diversos factores vantajosos para manter a sua tendência de desenvolvimento. Além do apoio forte do Governo da RAEM, os factores como as infra-estruturas aperfeiçoadas ano após ano, o funcionamento da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau e a prevista entrada em funcionamento de um centro de convenções internacional de grande escala, são capazes de promover um maior desenvolvimento do mercado de exposições de Macau.

O Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) tornou-se oficialmente um membro da UFI em Outubro de 2005, e tem participado activamente nos eventos organizados pela mesma, aproveitando para realizar o intercâmbio bilateral com as instituições relevantes às exposições internacionais. Nos últimos anos, com a cooperação e intercâmbio activo entre o Governo e o sector de convenções e exposições, as marcas locais no sector têm-se desenvolvido de forma estável, sendo que entre estas, oito já foram reconhecidas pela UFI, envolvendo os negócios como o comércio, franquia, protecção ambiental, automóveis, iates e aviação. É de salientar que o IPIM, em conjunto com a indústria de convenções e exposições de Macau, licitou com sucesso o direito para organizar a Conferência Ásia Pacífico 2020 da Associação Global da Indústria de Exposições (UFI), sendo a segunda vez que a conferência se realiza em Macau depois da edição de 2008. Serão reunidos os gestores e organizadores profissionais de exposições provenientes de todo o mundo em Macau, o que é benéfico para impulsionar o desenvolvimento da indústria de exposições de Macau.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar