Mais de mil lojas conquistam o símbolo de qualidade de Loja Certificada para o ano 2020

O Conselho de Consumidores realiza a cerimónia de entrega de prémios de Loja Certificada de Classe A do Ano 2019.

1030 estabelecimentos comerciais conquistaram o símbolo de qualidade de Loja Certificada para o ano 2020, por terem sido aprovados na avaliação anual de Lojas Certificadas do Conselho de Consumidores (CC). Entre essas lojas, 28 foram classificadas com a menção de “A”. No dia 3 de Dezembro, o CC realizou a cerimónia de entrega de prémios de Loja Certificada de Classe A do ano 2019, na qual atribuiu ainda o “Prémio Empresa de Qualidade” às Lojas Certificadas que tenham reunido os requisitos do “Programa de Avaliação de Serviços Turísticos de Qualidade” e do “Sistema do Símbolo de Qualidade de Loja Certificada”. O CC e a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) acreditam que este projecto de cooperação poderá ajudar a reforçar a protecção dos direitos e interesses do consumidor, assim como desenvolver a cultura de turismo, venda a retalho e serviços em Macau.

800 lojas classificadas com “A”, “A-” e “B”

A Presidente do Conselho Geral do Conselho de Consumidores, Dra. Ho Pui Fan, no seu discurso proferido na cerimónia, manifestou agradecimentos a todos os sectores pelo apoio prestado, com o qual o “Sistema do Símbolo de Qualidade de Loja Certificada” se implementa de forma eficaz há cerca de 20 anos. O símbolo de Loja Certificada já se tornou um elemento essencial para a defesa do consumidor e para a criação de ambiente de consumo confiável em Macau. Este ano, cerca de 80% das lojas aprovadas na avaliação, ou seja, cerca de 800 lojas foram classificadas com “A”, “A-” e “B”. A Presidente Ho apontou que, para o desenvolvimento de Macau enquanto centro mundial de turismo e lazer e a participação na criação de Grande Baía Guangdong – Hong Kong – Macau, é necessário o contributo do sector de venda a retalho e serviços de elevada qualidade, portanto as Lojas Certificadas devem-se preparar melhor para se dedicar ao desenvolvimento de Macau prestando serviços de melhor qualidade.

Avaliação deste ano conta com a participação dos residentes

As Lojas Certificadas são sujeitas à fiscalização do CC, bem como ao compromisso de resolver litígios com os consumidores e de cumprir 85 critérios da avaliação anual, no sentido de garantir a sua qualidade. Em 2019, o CC realizou mais de 3500 acções inspectivas às lojas, tendo convidado, pela primeira vez, os residentes de Macau para proceder a cerca de 400 sessões de avaliação através da experiência pessoal. Também foram recolhidos 205 relatórios da avaliação de “clientes ocultos”, elaborados pelos peritos nesta área.

Avaliação rigorosa para aumentar a confiança no consumo

O CC exige sempre que as lojas melhorem a qualidade dos seus serviços, mediante diferentes medidas de fiscalização profissional, os critérios de avaliação rigorosos e a formação ao pessoal das lojas. Como o CC frisou, um mecanismo de avaliação rigoroso e científico é essencial para garantir a qualidade da equipa de Lojas Certificadas e aumentar a confiança dos consumidores nas mesmas. Este ano, 15% das lojas avaliadas, ou seja, cerca de 210 lojas foram reprovadas.

Os resultados da avaliação de Lojas Certificadas serão divulgados na página electrónica do CC (www.consumer.gov.mo). Além disso, o CC imprimiu ainda um guia com informações relativas às Lojas Certicadas de Classe A que será distribuído aos cidadãos e turistas para efeitos de divulgação.

166 Lojas Certificadas elogiadas com “Prémio Empresa de Qualidade”

Um sector de venda a retalho e serviços de alta qualidade é um factor importante para que a indústria turística se mantenha próspera e para que Macau se desenvolva como cidade de turismo e lazar a nível internacional. A fim de promover a cultura de serviços, o CC lançou a colaboração do “Sistema do Símbolo de Qualidade de Loja Certificada” com o “Programa de Avaliação de Serviços Turísticos de Qualidade” da DST. As Lojas Certificadas de vários ramos do sector de venda a retalho, como vestuário, jóias, serviços turísticos, lembranças e restauração, que tenham obtido a menção de “A-” ou superior e que sejam aprovadas pelo júri do “Programa de Avaliação de Serviços Turísticos de Qualidade”, são classificadas como “Empresas de Qualidade” e distinguidas com o respectivo prémio. Na cerimónia supramencionada, a Directora dos Serviços de Turismo, Dra. Maria Helena de Senna Fernandes entregou o dito prémio, para efeitos de elogio, às lojas que foram classificadas simultaneamente como “Loja Certificada” e “Empresa de Qualidade”.

Na cerimónia também marcou presença de vários convidados como o Juiz do Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo, Dr. Chan Io Chao, o Director Executivo Adjunto do Conselho de Consumidores de Hong Kong, Dr. Tong Chi Chung, o Secretário-Geral Adjunto do Conselho de Consumidores da Cidade de Zhongshan, Dr. Lin yongli, o Secretário-Geral Adjunto do Conselho de Protecção dos Direitos e Interesses dos Consumidores da Cidade de Jiangmen, Dr. Xu Shipang, o Subdirector da DST, Dr. Cheng Wai Tong, os vogais do júri do “Programa de Avaliação de Serviços Turísticos de Qualidade”, os representantes das associações industriais e comerciais, os conselheiros do Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo e os membros do Conselho Geral do CC.

(Segue em anexo a Lista de Lojas Certificadas de Classe A do Ano 2019.)

Ver galeria

Anexos



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar