Serviços de Saúde: Monitorização dos suicídios no primeiro trimestre de 2020


De acordo com monitorização efectuada pelos Serviços de Saúde às causas de morte relacionadas com suicídio e registadas em Macau revelam que entre Janeiro e Março de 2020 foram cometidos 17 suicídios das quais quinze vítimas (15) eram residentes (88,2%) e dois (2) não residentes (11,8%).

Estes dados revelam um aumento de dois casos em comparação com o período homólogo do ano passado, uma descida de 5,6% em comparação com o trimestre anterior.

Com a rápida propagação da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus no mundo, e a incerteza de desenvolvimentos de epidemia, é inevitável que os residentes manifestem os problemas psicológicos nos níveis diferentes, tais como, inquietação, ansiedade, estresse, e entre outros. Para apoiar aos residentes tratar o stress psicológico e emoções negativas durante o combate à epidemia, os Serviços de Saúde sugerem o seguinte:

  1. Deve entender que é normal a manifestação de reações desconfortáveis, como tristeza, ansiedade ou medo, durante a ocorrência de crise, e deve aceitar e enfrentar estas emoções negativas;
  1. Embora permaneça em casa por período longo devido ao combater de epidemia, ainda deve continuar a vida saudável, incluindo, dieta equilibrada, exercício adequado, sono suficiente, não fumar, beber menos álcool e relaxar;
  1. Manter o contacto regular com os familiares através de chamadas, e-mail, redes sociais, entre outros, conversar e apoiar uns aos outros; ainda deve tomar a iniciativa de expressar os cuidados e dar a assistência aos familiares e amigos idosos que vivem sozinhos.
  1. Obter as informações verdadeiras relativas à epidemia através a escolha de fontes confiáveis, não acreditar facilmente os rumores, reduzir os números e tempo de recebimento de mensagens, dar mais atenção às informações e notícias positivas;
  1. Estabelecer o pensamento positivo, viver com a gratidão, e tentar aproveitar os meios que foram usados a enfrentar a adversidade no passado, para tratar a incomodação ocorrida durante o combate à epidemia.

Caso o sofrimento emocional continue por mais de duas semanas, deve procurar activamente a assistência profissional. Foi criado um serviço de linha aberta (telefone n.º 88934604) de apoio psicológico e os psicoterapeutas dos Serviços de Saúde prestam serviços de aconselhamento psicológico e encaminhamento no telefone para os cidadãos. Se necessário os residentes, podem ainda, usar os serviços de consulta externa de cuidados de saúde mental nos Centro de Saúde do Tap Seac, Centro de Saúde do Fai Chi Kei, Centro de Saúde da Areia Preta, Centro de Saúde da Ilha Verde, Centro de Saúde dos Jardins do Oceano e Centro de Saúde de Nossa Senhora do Carmo-Lago subordinados aos Serviços de Saúde.

Além disso, os Serviços de Saúde, através de subsídio e assistência técnica, continuarão a apoiar associações locais sem fins lucrativos (A União Geral das Associações dos Moradores de Macau e Associação Geral das Mulheres de Macau, entre outras) na criação de entidades de aconselhamento psicológico comunitário,para proporcionar os cuidados de aconselhamento psicológico gratuito aos residentes.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar