Celebração do Aniversário da Direcção dos Serviços Correccionais 2019

Passagem de revista ao Corpo de Guardas Prisionais em parada pelo Secretário para a Segurança, Wong Sio Chak

Realizou-se, no dia 4 de Dezembro, na Direcção dos Serviços Correccionais, a Cerimónia de Celebração do Aniversário da DSC 2019, para rever e avaliar o trabalho do ano passado, fazendo um balanço sobre a eficácia e o resultado dos serviços correccionais numa perspectiva para o desenvolvimento futuro. Aproveitou-se também esta oportunidade para melhorar a compreensão e o apoio do público em relação ao trabalho correccional, aumentar a transparência do trabalho e reforçar a ligação com diversos sectores da sociedade. Ao mesmo tempo, ainda se aproveitou este dia especial “Dia Correccional”, para a atribuição de louvores individuais e colectivos aos trabalhadores pelo desempenho excelente. E, ao mesmo tempo, foram atribuídas cartas de agradecimentos às associações juvenis e aos empregadores generosos, agradecendo-lhes pela prestação de cuidado e apoio aos reclusos e jovens internados.

O Director da DSC, Cheng Fong Meng, referiu no seu discurso que, a DSC, desde o seu estabelecimento, sob a forte liderança do Senhor Secretário para a Segurança, tem vindo a concretizar activamente as linhas de acção governativa do Governo da RAEM, as diversas políticas da autoridade de segurança e os três novos conceitos de policiamento: “Policiamento Activo, Policiamento Comunitário e Policiamento de Proximidade”, melhorar sucessivamente a gestão interna, aperfeiçoar os regimes e mecanismos, reforçar a construção da equipa, bem como, prestar maior esforço para fortalecer a administração policial com tecnologia, no sentido de reforçar as medidas de supervisão de segurança e, ao mesmo tempo, aprofundar a cooperação com as partes interessadas e a sensibilização na sociedade, apoiando a reintegração social dos reclusos e jovens internados. No ano passado, apesar de enfrentar diversas dificuldades e desafios, consideramos os desafios como oportunidades, com o esforço de todo o pessoal, assegurar a convicção, superar as dificuldades, progredir constantemente, conseguindo cumprir efectivamente os deveres legais. Olhando para o futuro, enfrentaremos certamente novos desafios no caminho a seguir, mas estou convencido de que os “desafios e oportunidades coexistem, e responsabilidades e recompensas coexistem”. Vamos ter em mente a missão das correcções, ser corajosos e pragmáticos, aproveitando as oportunidades de desenvolvimento na nova era. Com o espírito de empreendedorismo, reforma e inovação, promoveremos activamente correcções inteligentes e empenharemos esforços para reunir a força de todas as partes da sociedade, optimizar os assuntos de supervisão e de reinserção social, continuar a avançar nos trabalhos correccionais, a fim de manter a segurança da sociedade e promover a inclusão da comunidade, contribuindo para a construção de um Macau harmonioso e pacífico.

O Secretário para a Segurança presidiu ao evento, com lugar na Direcção dos Serviços Correccionais, dando início à passagem de revista ao Corpo de Guardas Prisionais em parada. Em seguida, foi realizada a cerimónia de atribuição de louvores aos funcionários. Este ano, foram atribuídos louvores colectivos a 3 subunidades, louvores individuais a 61 trabalhadores, medalhas por longo tempo de serviço e medalhas por aposentação honrosa a 72 trabalhadores, para elogiar os trabalhadores com desempenho excelente. Além disso, foram também concedidas cartas de agradecimento às associações juvenis participantes no “Plano de Desenvolvimento Juvenil” e aos empregadores generosos participantes no “Plano de emprego pré-libertação” desta direcção de serviços, manifestando-lhes votos de agradecimento pelo apoio concreto nos serviços correccionais e desenvolvimento do espírito de cuidado e amor, apoiando a reabilitação dos reclusos e jovens internados.

Após a atribuição de louvores e cartas de agradecimento, a DSC organizou especialmente uma demonstração de estratégias tácticas de antimotim pela Equipa Táctica de Intervenção do Estabelecimento Prisional de Coloane. A formação de contra motim é variada conforme o motivo do incidente, a exigência da missão, as informações da situação do local de ocorrência, tais como: situação geográfica, número de participantes, posse de armas ou não, danificação das instalações de segurança ou não, etc. Foi apresentada pela referida equipa, uma série de estratégias tácticas de antimotim, incluindo: formação de alerta, avança, ataque e detenção, etc., para demonstrar o mecanismo e a capacidade de intervenção da equipa prisional.

O evento contou com a presença dos seguintes convidados: a Comissária Adjunta dos Serviços Correccionais de Hong Kong, Chan Ka Yee; a Chefe do Gabinete do Secretário para a Segurança, Cheong Ioc Ieng; o Director da Escola Superior das Forças de Segurança de Macau, Hoi Sio Iong; o Comandante do Corpo de Polícia de Segurança Pública, Leong Man Cheong; o Comandante do Corpo de Bombeiros, Leong Iok Sam; o Director da Polícia Judiciária, Sit Chong Meng; a Coordenadora do Gabinete de Informação Financeira, Chu Un I; os responsáveis das associações, Senhor Lao Ngai Leong, Senhora Lam Un Mui, Senhor Sin Kam Kuong, e.o.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar