Um recluso suicidou-se por enforcamento no Estabelecimento Prisional


No dia 10 de Setembro (hoje) à tarde, um recluso foi encontrado morto na sua cela, no Estabelecimento Prisional de Coloane, suposto suicídio por enforcamento com roupas. O incidente já foi entregue à Polícia Judiciária para as devidas investigações.

O recluso de apelido Sit, masculino, titular do BIRM, de 48 anos, foi detido no Estabelecimento Prisional de Coloane em 2020, por crimes de falsificação informática, violação de segredo, corrupção passiva para acto ilícito e acolhimento, cuja condenação na pena de 16 anos foi trânsito em julgado em Junho do corrente ano. Por volta das 15H50 do dia 10 de Setembro, enquanto os guardas efectuavam a patrulha nas celas, descobriram que o recluso suposto enforcou-se com roupas. Os guardas comunicaram logo o pessoal médico da prisão para os primeiros socorros e, ao mesmo tempo, convocaram ambulância para transportá-lo ao C.H.C.S.J para tratamento de emergência. Mas, finalmente, por volta das 17H00, foi comunicado pelo Hospital, informando que o recluso já tinha falecido, após o tratamento de emergência insucesso. A DSC notificou de imediato à Polícia Judiciária para proceder as devidas investigações no local.

Suspeita-se que o incidente se deva ao facto de que as emoções do recluso foram severamente afectadas depois da sua condenação foi trânsito em julgado e, a assistente social soube que ele tinha pensamentos suicidas, logo, esta lhe forneceu aconselhamento aprofundado e continuou a prestar atenção ao seu estado emocional e psicológico. Entretanto, a parte da prisão reforçou as medidas de vigilância de segurança, incluindo a patrulha de guardas em cada 30 minutos e internamento com outros reclusos na mesma cela. Recentemente, a parte da prisão descobriu que o recluso havia parado de usar medicamentos receitados por iniciativa própria, com a intenção de suicidar-se, por isso, a parte da prisão reforçava o seu exame físico e monitorava de perto seu estado físico. Porém, o recluso suposto enforcou-se com roupas à tarde do dia 10 de Setembro, enquanto os seus companheiros reclusos saíam da cela. Após o incidente, uma nota de suicídio escrita pelo recluso foi encontrada na cela do mesmo.

A DSC expressou seu profundo pesar pelo incidente e contactou imediatamente a família do recluso para fornecer a assistência e o apoio necessários.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar