Centro de Coordenação de Contingência implementa novas zonas de código vermelho e amarelo na sequência do 72.o casos confirmado da COVID-19


O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, informa que foi criada uma nova zona de código amarelo, segunda-feira (4 de Outubro), decorrente da detecção do 72.º casos confirmado.

Foram criadas áreas de código vermelho e amarelo de acordo com o plano de prevenção e controlo com mais precisão contra a epidemia.

As novas zonas da código vermelho situam-se: Edifício Kam Do Lei Fa Yun situado nos nos 44-44A da Rua de Pedro Coutinho, Grand Emperor Hotel situado nos nos 251-291 da Avenida Comercial de Macau, o Hotel Victoria ( The Victoria Hotel Macau) situado na Estrada do Arco.

As medidas de controlo incluem a realização de testes de ácido nucleico no local, serão organizados temporariamente os testes de ácido nucleico todos os dias. Nestas zonas apenas é permitida a entrada de pessoas, sendo proibida a saída de todos os indivíduos, com excepção dos trabalhadores da prevenção epidémica.

Os indivíduos das zonas afectadas só podem levantar materiais e bens de consumo atribuídos nos locais indicados, de forma a reduzir as deslocações tanto quanto possível. É aplicada uma gestão totalmente restrita e fechada. Os indivíduos afectados serão submetidos a observação médica de isolamento no local ou encaminhados para um local apropriado para observação médica de gestão centralizada, de acordo com a que seja identificada.

As novas zonas da código amarelo situam-se: Edifício Hang Lei situado nos nos 40-40A da Rua de Pedro Coutinho, Edifício Man Chuem situado nos nos 42-42A da Rua de Pedro Coutinho, nos 46 da Rua de Pedro Coutinho, Edifício Kai Keng situado no no 13 da Avenida de Horta e Costa, nos 19-19A da Rua de Pedro Coutinho, Edifício Kou Wang situado nos nos 11-11E da Avenida de Horta e Costa, Edifício Lei Kuan situado nos nos 15-15C da Avenida de Horta e Costa, Edifício San Hou situado nos nos 21-21A da Avenida de Horta e Costa,

O código de saúde das pessoas que vivem nestes locais passou para cor amarela e serão sujeitos a teste de ácido nucleico no local. O primeiro teste de ácido nucleico deve ser concluído em 24 horas.

Antes da conclusão do primeiro teste de ácido nucleico, não é permitido a saída das pessoas. Entre as medidas destinadas a estas pessoas está a restrição de saída de Macau, bem como a realização de teste diario de ácido nucleico, da supervisão rigorosa de saúde e autogestão de saúde por um período de, pelo menos, 14 dias.

O mecanismo de prevenção e controlo com mais precisão contra a epidemia é baseado em zonas e níveis, a Equipa de Subsistência é responsável pelo acompanhamento das necessidades diárias dos residentes na Zona de Código de Cor Amarela, com apoio diário e alimentos pelos serviços públicos competentes. Todos os idosos que vivam sozinhos e pessoas com dificuldades, quer no factor psicológico ou mental, podem ligar para linha verde (n.º de telefone: 28261126) do IAS para assistência através de funcionários especializados.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar