A “Sessão de partilha de experiências sobre actualidade e perspectivas do Governo Electrónico da RAEM” reforça o diálogo e a coordenação entre os serviços interdepartamentais

O SAFP realizou no dia 22 de Outubro a “Sessão de partilha de experiências sobre actualidade e perspectivas do Governo Electrónico da RAEM”

A Direcção dos Serviços de Administração e Função Pública (SAFP) realizou no dia 22 de Outubro a “Sessão de partilha de experiências sobre actualidade e perspectivas do Governo Electrónico da RAEM”, na qual foram apresentados aos serviços governamentais e aos seus trabalhadores os resultados faseados relacionados com o Governo Electrónico, bem como debatido o desenvolvimento futuro do Governo Electrónico, reforçando assim o diálogo e a coordenação entre os serviços interdepartamentais com vista a impulsionar os trabalhos do governo inteligente.

O Director do SAFP, Kou Peng Kuan, apresentou a situação da concretização do “Planeamento Geral do Governo Electrónico da Região Administrativa Especial de Macau 2015-2019” e as expectativas futuras sobre a transição do governo electrónico para o governo inteligente. Os trabalhos relativos ao Planeamento Geral do Governo Electrónico finalizar-se-ão em mais de 95% até ao final do ano. Actualmente, o grupo de “Gestão dos Serviços Públicos e de Dados” subordinado à Comissão de Coordenação da Reforma da Administração Pública já definiu gradualmente os mecanismos de gestão, de partilha e da abertura dos dados dos serviços, estando o Governo da RAEM a impulsionar activamente a electronização dos serviços públicos de modo a satisfazer as necessidades dos residentes.

Durante a sessão de partilha, os representantes do SAFP, da Direcção dos Serviços de Turismo, da Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego e dos Serviços de Saúde apresentaram os resultados faseados sobre o desenvolvimento e a utilização do governo inteligente, do turismo inteligente, do trânsito inteligente e da saúde inteligente:

  • Relativamente ao governo inteligente, pretende-se a criação de bases fundamentais, nomeadamente com a elaboração de diplomas legais, a criação do centro de computação em nuvem, da plataforma da partilha e da abertura de recursos e de dados; e ainda a implementação de projectos de governo inteligente como os serviços “balcão único” e “um sítio, todas as soluções”.
  • Relativamente ao turismo inteligente, finalizaram-se os trabalhos da primeira fase relacionados com a aplicação de megadados tais como a “plataforma de troca de dados do turismo”, a “aplicação de observação dos visitantes” e a “aplicação inteligente do fluxo de visitantes”.
  • Relativamente ao trânsito inteligente, já foram criados preliminarmente os sistemas de “aplicação na análise e previsão dos padrões de tráfego”, “aplicação na análise da procura dos serviços de autocarros”, “aplicação na optimização de distribuição inteligente de tempos do semáforo” e “aplicação na percepção inteligente dos sensores de incidentes relativos ao tráfego”.
  • Relativamente à saúde inteligente, foram concretizados os serviços para uma maior conveniência dos cidadãos como o Programa Piloto eHR, os vales de saúde electrónicos e as aplicações para telemóveis.

A sessão de partilha teve lugar na Sala Lótus do Edifício World Trade Center, tendo contado com a presença de mais de 200 trabalhadores oriundos de 50 serviços públicos, incluindo dirigentes, chefias e pessoal das áreas correspondentes. Os participantes debateram e partilharam ideias sobre o impulsionamento e a utilização da plataforma dos serviços electrónicos públicos e de dados, bem como a melhor forma de desenvolverem conjuntamente os trabalhos relativos ao governo inteligente.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar