Estatísticas de Cartões de Crédito – 3.º Trimestre 2019

De acordo com as estatísticas publicadas hoje pela AMCM, o número total de cartões de crédito pessoal emitidos pelos bancos em Macau continuaram a crescer no terceiro trimestre de 2019. Em relação ao período homólogo, o crédito usado no período e o montante do reembolso registaram crescimento.

Cartões emitidos

Beneficiou do crescimento contínuo nos cartões em duas-moedas e em três-moedas, no final de Setembro de 2019, o número de cartões de crédito pessoal emitidos pelos bancos em Macau, foi de 1.403.472, registando um acréscimo de 3,0% e 9,4% relativamente ao Junho de 2019 e ao período homólogo, respectivamente. O total dos cartões de crédito denominados em patacas (MOP), em dólares de Hong Kong (HKD) e em renminbis (RMB) cresceram 8,6% (atingiu 981.774 cartões), 4,8% (atingiu 97.781 cartões) e 13,4% (atingiu 323.917 cartões), respectivamente.

Limite de crédito e débito não pago

Até ao final de Setembro de 2019, o limite de crédito dos cartões de créditos emitidos pelos bancos em Macau foi de MOP39,7 mil milhões, registando um aumento de 4,1% relativamente ao final de Junho de 2019 e 22,2% ao período homólogo. Com o saldo devido de MOP2,7 mil milhões, do qual o saldo de “rollover” atingiu MOP860,9 milhões, correspondente a cerca de 31,4% do saldo devido. O rácio de débitonão pago, medido com base no rácio de valores a receber atrasados mais de 3 meses contra o saldo devido, registou 1,47%, ou seja, decresceu 0,14 ponto percentual (pp) em relação ao final de Junho de 2019.

Crédito usado e débito pago no período

No terceiro trimestre de 2019, o crédito usado no período foi de MOP6,0 mil milhões, equivalente a um crescimento trimestral de 3,0% e um crescimento anual de 6,9%. O adiantamento de numerário atingiu MOP224,4 milhões, correspondendo a 3,8% do total do crédito usado no período. Por outro lado, o montante do reembolso, incluindo os juros e despesas, foi de MOP6,1 mil milhões, registou um crescimento de 6,3% relativamente ao trimestre anterior e uma subida de 7,2% relativamente ao período homólogo.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar