Avaliação Médica efectuada no Campo dos operários da Associação Geral dos Operários de Macau passa para as instalações do Fórum Macau – Não houve registo de novos casos

Centros de exame médico instalados no Campo de Operários foram transferidos para o Fórum de Macau.

O Coordenador do Serviço de Urgência do Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSJ), Dr. Chang Tam Fei, anunciou, quarta feira, 4 de Março de 2020, na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, que nas últimas 24 horas, não foram registados casos confirmados da infecção pelo COVID-19 em Macau.

Há, agora, apenas um doente confirmado, ainda internado em isolamento no CHCSJ, mas o seu estado clínico é considerado ligeiro sem febre nem dificuldades respiratórias significativas.

Até às 14 horas do dia 4 de Março, tinham sido registados 1.894 casos suspeitos (incluindo os 10 casos confirmados). Em 1.881 casos foi excluída a infecção. Há 3 casos suspeitos cujo resultado do teste ainda está pendente. F

oram acompanhados clinicamente 74 pessoas consideradas como casos de contacto próximo e 71 delas concluíram o isolamento preventivo. Estão cinco (5) pessoas isoladas no Centro Clínico de Saúde Pública de Coloane, três (3) doentes com contacto próximo não manifestam febre nem sintomas. Duas (2) pessoas que estão em isolamento após terem sido recuperadas estão em bom estado clínico.

Nas últimas 24 horas, no Serviço de Urgência do CHCSJ foram registados seis (6) casos suspeitos que foram submetidos a exames. Cinco (5) casos já foram excluídos e num (1) caso suspeito o resultado do teste ainda está pendente. Trinta e seis (36) casos de baixo risco que apresentam febre ou sintomas do tracto respiratório superior foram enviados para fazer análise laboratorial.

14 casos analisados no Hospital Kiang Wu foram submetidos à análise laboratorial. Em 12 destes casos foi excluída a infecção e dois (2) casos suspeitos o resultado do teste ainda está pendente. Nas últimas 24 horas foram analisadas pelo Laboratório de Saúde Pública 100 amostras

A Coordenadora do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou, informou que nas últimas 24 horas chegaram ao território mais dois (2) residentes de Macau que estiveram na Itália e necessitam de receber 14 dias de observação médica.

Desde a implementação desta medida, entre o meio-dia do dia 26 de Fevereiro e a manhã do dia 4 de Março, 58 pessoas estão em observação médica, entre deles, dois (2) de nacionalidade sul-coreana, três (3) turistas do Interior da China, 53 de residentes de Macau. 42 residentes de Macau escolheram efectuar a observação no domicílio e 16 pessoas estão sob a observação em locais designados.

Considerando que o número de pessoas que entram em Macau e que necessitam de exames médicos aumentou para mais de 3.000 pessoas por dia, os dois postos de exame médico e os três pavilhões actualmente em uso podem acomodar até 400 trabalhadores no Campo A dos operários, 100 trabalhadores em Campo B e 500 pessoas no Terminal Marítimo da Taipa, que não podem atender o número crescente de examinandos durante o horário de pico.

A fim de garantir a operação segura e ordenada dos postos de exame médico e manter o período de exames de 6 a 8 horas, o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus transferiu o posto de exame médico localizado no Campo dos Operários da Associação Geral dos Operários de Macau para o Fórum de Macau, operação que terá inicio às 8h00 da manha do dia 5 de Março. A Coordenadora do Centro de Prevenção e Controlo da Doença explicou que, o Fórum de Macau tem uma área de mais de 7.000 metros quadrados, com 4.000 lugares que podem acomodar mais de 1.000 pessoas a serem examinadas no mesmo tempo. A distância entre as pessoas pode ser mantida a mais de 1 metro. Acrescentou que o criação de um centro deste género onde são realizados exames médicos equivale a avançar a linha de defesa da epidemia mas significa que um grande número de profissionais de saúde precisa permanecer nos postos para apoiar estes exames médicos.

Até agora o Campo dos Operários da Associação Geral dos Operários de Macau estava dividido em dois centros de exame médico, sendo necessário separar todos os profissionais de saúde em duas equipas, portanto, a mudança para o Fórum de Macau pode concentrar os trabalhos dos profissionais de saúde, bem com a organização flexível de recurso humano, e a boa gestão de turistas, até a facilidade em coordenação de transporte e logística.

Se se verificar que este novo espaço do centro de avaliação médica instalado no Fórum de Macau, não tiver capacidade para receber mais indivíduos o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus não descartará a possibilidade de encontrar um local maior ou de usar outros pavilhões desportivos, incluindo a reabertura do Campo de Operários que ainda não foi devolvido à Associação Geral dos Operários de Macau.

Cinco (5) trabalhadores não residentes do 1.º grupo que estão em isolamento em local designado na Cidade de Zhuhai por 14 dias, já conclui, esta quarta-feira (4 de marçao) o prazo de isolamento A autoridade de saúde de Zhuhai irá realizar-lhes um teste de vírus de ácido nucleico. Se o resultado for negativo, espera-se que os trabalhadores sejam transportados para Macau através da faixa especial com veículos exclusivos amanhã (dia 5 de Março).

TURISMO

A Chefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan apontou que actualmente há registo de 180 residentes de Macau e seus acompanhantes familiares na Província de Hubei que entraram em contacto com as autoridades.

Na Pousada Marina Infante Hotel estão164 pessoas em isolamento, sendo 151 trabalhadores não residentes, onze (11) residentes de Macau e duas (2) pessoas nacionais da Coreia do Sul. Hoje (dia 4 de Março), há um total de 3 hotéis e apartamentos reiniciaram o serviço, e há 7 hotéis e apartamentos ainda estão em encerramento (um total de 1.007 quartos): The 13 Hotel, Conrad Macao Cotai Strip, Rocks Hotel, Pensão Elegante (Rua da Madeira), Pensão Elegante (Praça de Ponte e Horta), Pensão Jin Wan, Love Lane 7 Inn.

Corpo de Polícia de Segurança Pública

O chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Lei Tak Fai, relatou a situação geral sobre a entrada e saída em Macau, tendo acrescentado que nos termos da Lei de prevenção, controlo e tratamento de doenças transmissíveis e respectivas orientações, desde o dia 3 de Março, até à meia-noite, os visitantes provenientes das áreas de alta incidência foram transferidos a dois postos temporários, no Campo dos Operários da Associação Geral dos Operários de Macau e no Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa, 1.616 e 2.003 visitantes, respectivamente, para serem submetidos a exames médicos. 310 visitantes recusaram exames e optaram por regressar ao Interior da China. Dois (2) residentes de Macau foram encaminhados para exames médicos devido a deslocações diárias frequentes e anormais entre Macau e o Interior da China.

Estiveram presentes na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus: a Chefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, o Coordenador do Serviço de Urgência do Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSJ), Dr. Chang Tam Fei, o chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Lei Tak Fai, e a Coordenadora do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar