Chefe do Executivo reúne-se com membros de Macau da Federação da Juventude da China para ouvir as opiniões e sugestões, no âmbito das Linhas de Acção Governativa

Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, reúne-se com membros de Macau da Federação da Juventude da China para ouvir as opiniões e sugestões, no âmbito das Linhas de Acção Governativa (LAG) para o ano financeiro de 2021.

O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, teve hoje (3 de Novembro), na sala de Lótus do World Trade Center, um encontro com a delegação de Macau da Federação da Juventude da China, em que discursaram os 27 membros, liderada pelo seu vice-presidente, Lo Iek Long, para ouvir opiniões e sugestões, nos discursos proferidos, no âmbito das Linhas de Acção Governativa (LAG) para o ano financeiro de 2021.

O vice-presidente começou por apresentar, de forma breve, os novos membros de Macau da Federação da Juventude da China e da delegação, provenientes de diferentes sectores e quadros, incluindo do governo, sector industrial, comercial, entre outros 13 sectores financeiros.

Lo Iek Long disse que este tem sido um ano atípico face ao surto repentino de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus mas, sob a liderança do Chefe do Executivo, foram lançadas uma série de políticas firmes de combate que protegeram a vida e a saúde de toda a população. Tendo ainda lançado uma medida de promoção da “estabilidade económica e manutenção de emprego” onde o governo implementou um conjunto de medidas de apoio ao consumo interno. Referiu que a epidemia evidenciou a questão da indústria únicadeMacau, razão pela qual, disse ser premente diversificar a indústria local assim como acelerar a promoção do novo sistema financeiro, desenvolver a indústria de medicina tradicional chinesa e procurar mais oportunidades na Grande Baia.

O mesmo responsável também salientou a importância dos jovens aproveitarem a oportunidade para reflectirem sobre o caminho a seguir, nomeadamente, qual a orientação e a direcção pretendidas. Devem ainda tirar proveito dos momentos surgidos com o progresso do País e integrar a dupla circulação da economia nacional assim como a conjuntura de crescimento gerado através do empenho no incentivo da cooperação entre província de Guangdong e Macau na Ilha de Hengqin criando assim mais zonas de crescimento para aos jovens locais.

Os membros de Macau da Federação da Juventude da China, Ho Ka Lun, Ngan Iek Peng, Lio Kai Seng, Song Pek Kei, e os restantes 22 elementos proferiram também as suas opiniões sobre formas de explorar a área de desenvolvimento na Ilha de Hengqin, fomentar junto dos jovens de Macau a criação de novas actividades, reforçar a formação de quadros talentos, acelerar temas e sugestões sobre a diversificação adequada da economia de Macau.

Os restantes membros presentes também emitiram apreciações sobre o ensino do “Amor à Pátria” junto dos jovens, a elevação da competitividade e empregabilidade, o novo empreendorismo e as indústrias inovadoras, o desenvolvimento da Grande Baia, a integração no País e na sua conjuntura de desenvolvimento.

Na ocasião, o Chefe do Executivo agradeceu as sugestões apresentadas e garantiu que irá analisar, cuidadosamente, as opiniões, que servirão de referência para a elaboração do Relatório das LAG. Disse ainda que os jovens, sendo o futuro da sociedade de Macau, devem ter uma mente aberta e saber a importância de pensar de forma independente, idealista e firme nos princípios de “Amor à Pátria” e “Amor a Macau”, realista, de luta para ser alguém e batalha em todas as áreas na criação de oportunidades, reiterando o seu apoio e do governo.

O Chefe do Executivo acrescentou que, para o desenvolvimento da economia, a população de Macau deve ter uma atitude aberta focada em atrair empresas e profissionais tanto da China como do estrangeiro. Os jovens devem ter um espírito empreendedor com coragem para inovar o pensamento, rever as suas insuficiências tendo em conta as oportunidades e as condições criadas pelo governo para gerar negócios e emprego. Ao mesmo tempo incentivou ainda os jovens a enriquecerem e a melhorarem o seu nível académico garantindo que o governo irá criar mais plataformas que permitam emitir as suas vozes.

Em relação às formas de atrair jovens empresários para a Ilha de Hengqin, o Chefe do Executivo, referiu que, em conjunto com o governo da província de Guangdong, está promover a cooperação aprofundada entre as duas regiões esperando que o futuro possa trazer mais novidades.

A secretáriapara osAssuntos SociaiseCultura, Ao Ieong U, que também esteve presente, respondeu às questões sobre a exploração do espaço em desenvolvimento na Ilha de Hengqin, a formação de quadros e a ida dos estudantes de Macau para frequentarem estágios na área da Grande Baia.

Estiveram presentes a chefe do Gabinete do Chefe do Executivo, Hoi Lai Fong, o director da Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ), Lou Pak Sang, o assessor do Gabinete do Chefe do Executivo, Cheong Chok Man, e os subdirectores da DSEJ, Leong Vai Kei e Kong Chi Meng.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar