Excursões locais injectam dinamismo na indústria – “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau” para superar pandemia em conjunto com profissionais de turismo

Experimentar a velocidade de um piloto no kartódromo

A indústria turística a nível mundial está a ser gravemente afectada pela pandemia causada pelo novo tipo de coronavírus, com a indústria do turismo de Macau a enfrentar também grandes desafios. A Direcção dos Serviços de Turismo (DST) lançou em Abril deste ano o programa “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, procurando mediante a oferta de itinerários locais com descontos para residentes, revitalizar a indústria, dinamizar a economia comunitária, apoiando as agências de viagens, hotéis e restauração de Macau, e assegurando a subsistência dos guias turísticos, dos motoristas e outros profissionais da indústria.

Excursões locais + Experiência de estadia em hotéis para impulsionar a recuperação da indústria

O programa “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau” constitui uma parte integrante do “Plano de garantia do emprego, estabilização da economia e asseguramento da qualidade de vida da população 2021”, o qual visa promover a procura interna e o consumo nos bairros comunitários, impulsionando a recuperação gradual do turismo e dos sectores relacionados.

Para que os guias turísticos, motoristas de autocarros de turismo e outros operadores turísticos possam obter apoio económico durante a pandemia, a DST tem-se esforçado por investir na promoção do programa “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, apoiando a indústria turística através do conceito “Trabalho Sim, Caridade Não”, para criar oportunidades de emprego. Actualmente existem 167 agências de viagens e turismo, 451 guias turísticos, 534 condutores de autocarros turísticos e 65 hotéis e pensões a participar no programa.

Este ano, o programa “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau” realiza-se em três fases. Foram criados vários itinerários para os residentes de Macau passearem pelas diversas zonas de Macau, com vista a promover o consumo nos bairros comunitários. Desde o lançamento do programa, em meados de Abril, até à data, registaram-se um total de 30.287 inscritos nas excursões locais, dos quais 27.031 já realizaram os itinerários. Enquanto a experiência de estadia em hotéis tem permitido aos residentes desfrutar de uma viagem de curta duração na cidade através de “staycations” (passar as férias em casa). Desde Abril até hoje, foram vendidos 21.775 pacotes de hotéis, que envolveram um total de 55.099 hóspedes.

Cidade realiza preparativos para acolher visitantes

Ao mesmo tempo que ajuda a indústria turística, a DST espera que os residentes se sintam mais ligados a Macau e reforcem os seus conhecimentos sobre os recursos turísticos locais. Com a recuperação gradual da indústria turística, os residentes podem desempenhar o papel de embaixadores turísticos, apresentando os destaques de Macau aos visitantes, mostrando em simultâneo o calor humano das pessoas locais, fazendo com que os visitantes se sintam em casa. Para além do programa “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, a DST tem encorajado activamente os operadores turísticos a lançar roteiros turísticos específicos para o mercado de visitantes, com o objectivo de reforçar a experiência turística personalizada, prolongar o tempo de estadia dos visitantes em Macau e aumentar o consumo. Tendo em conta a evolução da pandemia, foram reajustadas as estratégias de promoção e divulgação turística no exterior, com vista a consolidar a imagem turística de Macau.

Agarrar a oportunidade de inscrição e usufruir de desconto

O programa “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau” irá decorrer até 31 de Dezembro. Os residentes permanentes ou não permanentes de Macau, que nunca tenham participado nos “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, podem receber subsídio para um passeio local e um outro subsídio para estadia em hotel. Os interessados são convidados a planear antecipadamente os feriados que se avizinham para usufruírem do subsídio para o programa, passar férias, passear em Macau com familiares e amigos. Esta fase inclui roteiros com uma oferta de elementos diversificados. Aqueles que gostam de corridas de desportos motorizados podem aproveitar o mês de Novembro para se inscreverem no roteiro “Exploração da história de Macau e do Grande Prémio”. Enquanto aqueles que gostam de excitação, podem considerar as experiências de ZIPCITY ou GoAirborne. Famílias com mais novos e adultos podem participar no roteiro mais popular do programa “Experimentar viagens marítima, terrestre e aérea”. Durante os feriados para assinalar o Estabelecimento da RAEM e o Natal, os que gostam de espectáculos podem juntar-se aos roteiros de apreciação de dança do leão, de artes marciais dos Punhos do Sul (Nanquan) e de dança.

Sob o pressuposto de garantir a segurança do público, planeia-se acrescentar ao programa dos itinerários visita ao Festival de Luz de Macau e apreciação da “Gala de Drones Brilha sobre Macau”, a par com participação em actividades turísticas comunitárias, entre outras, para atrair a inscrição de mais residentes. Continuar-se-á assim, a aumentar as oportunidades de emprego para os trabalhadores da indústria turística que participam nos “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, estendendo-se ao turismo e aos sectores relacionados, ajudando a impulsionar a recuperação da indústria do turismo.

Os interessados podem inscrever-se através das agências de viagens participantes no programa ou dos balcões de informações instalados em seis hotéis e resorts integrados de Macau. Os visitantes também são convidados a participar, mediante o pagamento do preço original das excursões. Mais informações sobre a participação no programa de excursões locais e estadia em hotel, e sobre as agências de viagens participantes, estão disponíveis para consulta na página electrónica: https://www.macaotourism.gov.mo/pt/article/subsidies/macao-tour-hotel.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar